Exposição "As ilhas do Ouro Branco"
15 novembro 2017 - 30 março 2018
Local: Lisboa
Preço: 6€

O Museu de Arte Antiga de Lisboa, acolhe a exposição subordinada ao tema ”As Ilhas do Ouro Branco".

Esta exposição, reúne parte do rico património e espólio artístico da Região, num total de 86 obras de arte, nunca dantes reunidas no mesmo espaço museológico, percorrendo seis séculos de história, com destaque particular para o período alusivo  à introdução e ao desenvolvimento em larga escala do cultivo da cana-de-açúcar no arquipélago da Madeira, nos finais da primeira metade do século XV, e exportada numa fase inicial para Lisboa e depois por toda a Europa, nomeadamente para os portos da Flandres, Bruges e Antuérpia, partir onde os mercadores trocavam «ouro branco», por peças de arte sobretudo de carater religioso , entre as quais esculturas, pinturas e ourivesaria sacra.  
 
De entre as peças em exposição destaque particular para peças como a “Virgem e o Menino”(séc. XV), o Retábulo dos Reis Magos (séc. XVI) e o Tríptico de Nossa Senhora da Misericórdia ladeada pelos santos Cristóvão, Paulo, Pedro e Sebastião da autoria de Jan Provost da escola flamenga datado 1529.

Para mais informação: http://museudearteantiga.pt/exposicoes/as-ilhas-do-ouro-branco 

Apresentação do Programa das Comemorações dos 600 anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo
20 março 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Apresentação Pública do Programa Oficial das Celebrações alusivas aos 600 anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo

O Programa Oficial das Celebrações alusivas aos 600 anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo são hoje apresentadas no Porto Santo. Celebrações que, integrando o Programa de Governo para o presente mandato, foram, desde logo, consideradas como uma prioridade no respeitante à área da cultura, a decorrer entre 2018 e 2020, na base de um projeto transversal a toda a sociedade, com visibilidade nacional e internacional, capaz de catapultar o nome da Região como fonte de cultura, história e saber.

 

Leia aqui o Programa da cerimónia

Ciclo de Concertos “Música na Natureza” - Praia da Calheta
6 abril 2018
Local: Porto Santo - Praia da Calheta
Preço: Entrada gratuita

Concertos em espaços de natureza emblemáticos no Porto Santo e identificados como locais seguros, acessíveis e de interesse natural: Praia da Calheta.

Para este Ciclo de Concertos no Porto Santo foram convidados três grupos/músicos distintos e ecléticos.
EcoTrio (Jazz) – Trompete; Guitarra; Contrabaixo.
• Vítor Sardinha & Nuno Nicolau (Tradicional Madeirense / World Music) – Violas de arame; Rajão.
• Triângulo (World Music) – Acordeão; Guitarra; Viola baixo; Percussão.


CONCERTO - Praia da Calheta - 6 de Abril de 2018, 20h
Um concerto ao pôr-do-sol para associar / complementar as sonoridades do trio escolhido com a luz poente a oeste da ilha do Porto Santo. Note-se que a maré estará em fase de descida do nível do mar, já que o momento de preia-mar ter-se-á dado às 18:49h, contribuindo deste modo para uma maior amplitude da zona da praia onde se dará o concerto.

 

O EcoTrio surgiu no ano de 2015 com o propósito de trazer os standards de jazz a novas paragens. Um trio móvel e compacto com Alexandre Andrade (Trompete); Vitor Anjo (Guitarra) e João Sousa (Contrabaixo).

A estética do grupo segue uma linha iniciada com Miles Davis em “ BirthofThe Cool” chamada West Coast Jazz.

Chet Baker, juntamente com o guitarrista Philip Catherine e o baixista Jean Louis Rassinfosse, passam o conceito para trio, sem bateria, criando “um sentido de swing apurado e subtil sem devaneios” e uma grande dose de lirismo.

 

PROGRAMA DO CONCERTO:

 

•Whisper Not…………………….…………..B. Golson

•It Could Happen to You………….Jimmy Van-Heusen

•All The Things You Are………………...JeromeKern

•I´ll Be Seeing You……………………….SammyFain

•Manhã de Carnaval……………………….Luís Bonda

•Garota de Ipanema……………..António Carlos-Jobim

•Wave……………………………António Carlos Jobim

•Just Friends……………………………...John Klenner

•Take The A Train……………………..BillyStrayhorn

 

Entidade responsável pela produção do evento:

Ciclo de Concertos “Música na Natureza” - Miradouro da Portela
7 abril 2018
Local: Porto Santo - Miradouro da Portela
Preço: Entrada gratuita

Concertos em espaços de natureza emblemáticos no Porto Santo e identificados como locais seguros, acessíveis e de interesse natural: Miradouro da Portela.

Para este Ciclo de Concertos no Porto Santo foram convidados três grupos/músicos distintos e ecléticos.
• EcoTrio (Jazz) – Trompete; Guitarra; Contrabaixo.
Vítor Sardinha & Nuno Nicolau (Tradicional Madeirense / World Music) – Violas de arame; Rajão.
• Triângulo (World Music) – Acordeão; Guitarra; Viola baixo; Percussão.

 


CONCERTO - Miradouro da Portela - 7 de Abril de 2018, 20h
Aproveitando o Pôr-do-sol ligeiramente a sul das Eiras e usufruir de um momento único de música tradicional madeirense e músicas do mundo sobre uma das mais belas vistas panorâmicas da ilha do Porto Santo.

 

Os músicos e compositores Vítor Sardinha e Nuno Nicolau têm-se apresentado em recital e concerto tocando a Viola de Arame, a maioria das vezes a solo.

 

No presente ano de 2018, desenvolvem um novo projeto de divulgação da Viola de Cinco Ordens noutro formato - um duo. Nesta abordagem, é possível ouvir as composições a solo e os temas comuns, explorados pelos intérpretes em diversos registos, onde a música erudita, o Jazz, o Chorinho, a tradição portuguesa e brasileira dão as mãos num colorido sonoro. Integram ainda todo o seu repertório na Lusofonia Atlântica e na dinâmica dos últimos anos na qual, a Viola de Cinco Ordens procura o seu devido lugar na História das práticas musicais de um vasto território geográfico – do Minho (Norte de Portugal) ao Rio Grande do Sul (no sul do Brasil), estando presente nos arquipélagos dos Açores, Madeira e Cabo Verde desde o princípio do seu povoamento.

 

A Viola de Arame (viola de cinco ordens ou viola barroca portuguesa) é ainda um fio condutor da Tradição Musical da Madeira e do Porto Santo, enquanto instrumento obrigatório, no Charamba e no Baile da Meia Volta, este último o mais emblemático da pequena Ilha de Porto Santo e único na Tradição de Portugal.

 

PROGRAMA DO CONCERTO:

 

• Do outro lado do mar

•Águas Mansas

•Ilhas afortunadas

•Valsinha do Regedor

•Valsa de embalar

•Rabaçal

• Fortaleza

•Pavão e Victória

•Caminhos da viola

•Chamarrita

•Levadas da Laurissilva

• Mares Cruzados

•Ribeiras de Lágrimas

•Encostado Norte

• As bordadeiras

 

(reportório original de Vítor Sardinha e Nuno Nicolau)

 

Entidade responsável pela produção do evento:

Ciclo de Concertos “Música na Natureza” - Pedreira
8 abril 2018
Local: Porto Santo - Pedreira
Preço: Entrada gratuita

Concertos em espaços de natureza emblemáticos no Porto Santo e identificados como locais seguros, acessíveis e de interesse natural: Pedreira.

Para este Ciclo de Concertos no Porto Santo foram convidados três grupos/músicos distintos e ecléticos.
• EcoTrio (Jazz) – Trompete; Guitarra; Contrabaixo.
• Vítor Sardinha & Nuno Nicolau (Tradicional Madeirense / World Music) – Violas de arame; Rajão.
• Triângulo (World Music) – Acordeão; Guitarra; Viola baixo; Percussão.

 


CONCERTO - Pedreira - 8 de Abril de 2018, 7h40

Concerto ao nascer do sol, beneficiando assim de uma excelente exposição de luz sobre a Vila Baleira.

 

As referências musicais deste agrupamento são vastas, fundamentadas noutras experiências e percursos artísticos desenvolvidos por estes músicos: Slobodan Sarcevic (Acordeão); Rodolfo Cró (Guitarra); Carlos Figueira (Viola Baixo); Duarte Salgado (Percussão). Assim, e baseando-se nos cruzamentos das ideias e pensamentos dos próprios, o Triângulo apresenta sonoridades diferentes, exibindo o repertório diversificado e baseado na música popular dos diferentes países. A música balcânica, o tango ou música francesa compõem o ambiente musical explorado por este grupo.

 

PROGRAMA DO CONCERTO:

 

• Viaggio.................................................Richard Galliano

• Christopher´s Bossa..............................Richard Galliano

• Tango pour Claude...............................Richard Galliano

• Oblivion...................................................Astor Piazzolla

• Adios Nonino...........................................Astor Piazzolla

• Suite hellenique........................................Pedro Iturralde

• Balkan Rhapsody......................................Pedro Iturralde

• Whiskey BeforeBreakfe.................Tradicional Irlandesa

 

Entidade responsável pela produção do evento:

Apresentação da MARCA 600 ANOS
12 abril 2018
Local: Infoart
Preço: Entrada gratuita

Apresentação da MARCA e Campanha de Comunicação alusivas aos 600 Anos dos Descobrimentos Madeira e Porto Santo, no Espaço Infoart.

Rali Porto Santo Line
13 abril 2018 - 14 abril 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

600 anos marcam presença no Rali Porto Santo Line.

As comemorações dos 600 anos da Descoberta da Madeira e do Porto Santo marcam presença no Rali Porto Santo Line, nos dias 13 e 14 de abril, onde o Presidente da Comissão Executiva, Dr. Guilherme Silva, fará a entrega do troféu 600 anos aos três primeiros classificados.

a 20ª edição do rali Porto Santo Line 2018 é a segunda prova do Campeonato da Madeira de Ralis.

“HISTÓRIA E CRIATIVIDADE”
16 abril 2018 - 19 abril 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Atividades de BD para o público infanto-juvenil.

Atividades infanto-juvenis na ilha do Porto Santo, com o propósito de sensibilizar este público-alvo para a riqueza histórica do arquipélago e incentivar a criação artística das crianças e jovens Porto-Santenses na área da Banda Desenhada, utilizando como base os textos referentes ao Porto Santo incluídos na obra “As Saudades da Terra” e a coleção “As Fantásticas Histórias da Madeira”, produzidas pela Livraria Sétima Dimensão.

Engloba atividades a realizar em 4 escolas do concelho e abrange diversas atividades para potenciar o processo criativo e a sensibilização dos conteúdos históricos dos jovens, entre os dias 17 e 19 de abril.

Todos os materiais utilizam excertos de textos sobre a História da Madeira, assim como citações de autores de referência nesta área, nomeadamente:
- “As Saudades da Terra, Livro II”, obra de Gaspar Frutuoso na sua edição de 1873 com anotações de Álvaro Rodrigues de Azevedo;
- “Descobrimento da Ilha da Madeira”, do Cónego Jerónimo Dias Leite, na edição de 2016 pela Imprensa Académica, com comentários de Cristina Trindade, Raimundo Quintal e Rui Carita;
- “História da Madeira, Volume I, Século XV – Matriz da Expansão Portuguesa”, de Rui Carita;
- Textos do blogue “Passos na Calçada” de Nelson Veríssimo.

 

Leia aqui a informação disponível sobre este evento.

“HAPPY ISLAND”
17 abril 2018 - 19 abril 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Residência Artística com o grupo "Dançando com a Diferença" para a criação da coreógrafa La Ribot.

Residência artística no Porto Santo no âmbito da criação de uma peça de Dança Contemporânea; 
Coreografia: La Ribot para o Dançando com a Diferença; Coprodução: Cia. La Ribot e Dançando com a Diferença, com apoio 600 Anos.


Como artista consagrada a nível mundial pelo seu trabalho multidisciplinar e único dentro da arte contemporânea, La Ribot, a convite da Direção Artística do grupo Dançando com a Diferença iniciou em julho de 2017 um conjunto de pequenas residências artísticas na Região Autónoma da Madeira a fim de conhecer de perto o trabalho do nosso grupo. Cativada pela qualidade do trabalho e dinamismo único deste grupo La Ribot aceita encabeçar esta nova criação como uma coprodução entre as duas companhias, Cia. LA RIBOT e Dançando com a Diferença.

Uma criação que se revelará algo único tendo em conta que esta representará a sua primeira experiência com elencos de bailarinos com necessidades especiais, a criação HAPPY ISLAND.

 

Apresentação da Festa da Flor
17 abril 2018 - 17 abril 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

Festa da Flor promete grande animação, ao longo de 4 semanas

Assinalando as comemorações alusivas aos 600 anos do Descobrimento das ilhas, a Festa da Flor decorre, pela primeira vez, ao longo de 4 semanas consecutivas.
Entre os dias 19 de abril e 13 de maio, promete grande animação na baixa citadina do Funchal mas, também, um pouco por toda a Região, através das iniciativas que serão promovidas, pelos Municípios, em homenagem à Flor.

Do Programa oficial do evento, apresentado esta tarde em Conferência de Imprensa pela Secretária Regional do Turismo, Paula Cabaço, destacam-se, enquanto pontos altos, a Cerimónia do Muro da Esperança (21 de abril), o Grande Cortejo Alegórico da Flor (22 de abril), a Cerimónia do Muro da Solidariedade (27 de abril), o Madeira Auto Parade (29 de abril), os Concertos em Homenagem à Flor (5 e 6 de maio) e a novidade desta edição, reservada para a quarta e última semana da Festa (entre os dias 10 e 13 de maio), com a instalação de Estruturas florais na Praça do Povo e ao longo da Avenida Sá Carneiro.
Merecem, igualmente, particular referência – enquanto principais atratividades deste cartaz – os tapetes florais, o Mercado das Flores e dos Sabores Regionais, a Exposição de Bordado Madeira e Artesanato Regional e toda a animação que irá decorrer no Largo da Restauração, da responsabilidade do IVBAM e, naturalmente, a animação que será dinamizada, durante todo o período da Festa, na Praça do Povo, integrada na 63ª Exposição da Flor – Pavilhão da Flor, numa organização da Secretaria Regional da Agricultura e Pescas.
Segundo a sondagem elaborada, na última semana de março, pela Direção Regional do Turismo, a Taxa de ocupação hoteleira global já ultrapassava, na altura, os 85%, estando prevista nova sondagem para a próxima quinta-feira, dia da sua abertura.

Festa da Flor 2018: "Madeira - 600 anos em flor"
19 abril 2018 - 13 maio 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

A Festa da Flor constitui uma homenagem à Primavera, e a celebração da metamorfose e do renascimento, da fertilidade e da abundância das flores que pintam, perfumam e inebriam o meio envolvente e que emprestam valor e levam o bom nome deste destino turístico além-fronteiras.

Descubra mais sobre o que esperar da Festa da Flor da Madeira, que terá lugar entre 19 de abril e 13 de maio

Sábado 
Na manhã de sábado tem lugar o Cortejo Infantil, no qual centenas de crianças, vestidas a preceito, desfilam até à Praça do Município para ali compor um belíssimo mural de flores simbolicamente denominado por “Muro da Esperança”.
Esta iniciativa, que se realiza há mais de três décadas, associa a singeleza infantil à delicadeza das flores, numa cerimónia que tem como propósito um apelo à paz no mundo. Cada criança leva uma flor e a cerimónia habitualmente culmina com uma largada de pombos e com um espetáculo infantil.

Domingo 
Na tarde de domingo, as ruas da baixa funchalense voltam a invadir-se de música, de cor e de suaves perfumes com o sumptuoso desfile de carros alegóricos que, harmoniosamente, conjugam múltiplas espécies florais com decorações repletas de criatividade. Este é o Cortejo Alegórico da Flor, um dos acontecimentos mais marcantes e dos mais aguardados de todo o certame, quer por visitantes, quer por residentes, que se realiza desde 1979. Pauta-se esta iniciativa pela magnificência e sumptuosidade dos carros alegóricos e dos trajes de centenas de figurantes, na maioria crianças, amplamente adornados com inúmeras, variadas e magníficas espécies florais que desfilam ao longo de um itinerário previamente estabelecido, ao som de alegres temas musicais e executando coreografias ora simples ou ora elaboradas.

A Festa da Flor é também um evento cultural. Associada ao evento destaca-se a tradição, quer através das atuações de grupos folclóricos, quer através da construção dos belos tapetes florais. Paralelamente homenageia-se a flor através da magnífica Exposição da Flor e anima-se a cidade com concertos musicais e espetáculos de variedades. 

Outras iniciativas que compõem o cartaz:

Mercado das Flores
O mercado das flores permite dar a conhecer ao público as inúmeras espécies florais e decorativas e a sua aquisição quer pelos visitantes, quer pela população local, num ambiente pitoresco e tradicional.

Exposição das Flores e Workshops
A Exposição da Flor ocorre no centro da cidade do Funchal mais concretamente na Praça do Povo, é uma continuação da exposição que se realizava no Ateneu Comercial do Funchal, que se iniciou nos anos cinquenta do século passado. Podem ser apreciados e avaliados os mais belos exemplares dos mais variados tipos de flores produzidas em toda a Madeira, desenvolvidos com todo o carinho e dedicação pelos seus cultivadores. As flores em exposição são avaliadas nas suas diversas categorias e distinguidas as melhores por um júri especializado.
A Praça do Povo será igualmente cenário de alguns workshops e mostras de artesanato

Tapetes e Decorações Florais
A profusão da flora madeirense contribuiu, em muito, para o estabelecimento desta manifestação artística. Esta tradição da construção dos tapetes florais prolifera um pouco por toda a ilha e teve origem na decoração das procissões religiosas. Graças à sua incontestável beleza e minúcia, de há uns anos a esta parte, os tapetes de flores passaram a estar patentes nas ruas por ocasião da Festa da Flor constituindo, a par das esculturas florais, um grande contributo para a magnificência das decorações citadinas, cuja construção criteriosa é partilhada e admirada pelos turistas que nos visitam. Estas maravilhosas peças de arte floral ocupam as placas centrais pedonais da Avenida Arriaga.

Madeira Auto Parade 
Organizada pela Associação “The Classic Motor Exhibition” - ACME e o Clube Carocha da Madeira, o “Madeira Auto Parade” é uma iniciativa integrada nas festividades da Festa da Flor.
Este certame, tem por objetivo juntar o glamour dos automóveis e das motas clássicas, às flores da Madeira, integrando uma das maiores exposições e Concurso de Restauro e Elegância a título nacional, uma oportunidade única para admirar alguns dos melhores veículos e peças automobilísticas, em exposição, na Avenida Francisco Sá Carneiro.
Os veículos inscritos neste desfile, irão circular aos pares, um certame que contará com momentos de muita animação, cor e beleza a cargo de várias bandas musicais e figurantes vestidas com trajes inspirados nas flores da Madeira.

 

Faça aqui o download do programa da Festa da Flor 2018.

 

Download do mapa do trajecto.

Cortejo da Festa da Flor
22 abril 2018 - 22 abril 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

"600 anos em Flor" percorreu as ruas do Funchal no último domingo.

Veja aqui as fotos.

Openday 2018
5 maio 2018
Local: Bruxelas
Preço: Entrada gratuita

As comemorações dos 600 anos do descobrimento da Madeira e do Porto Santo vão navegar até Bruxelas, capital política da União Europeia, e promover-se junto de países e regiões que integram o espaço comunitário.

O Governo Regional vai associar-se ao Open Day 2018, que terá lugar em Bruxelas, a 5 de maio, subordinado à temática do Ano Europeu do Património Cultural.
Esta é uma iniciativa que procura juntar grande parte dos países e regiões europeias em torno desta comemoração conjunta, tentando, simultaneamente, passar uma mensagem promocional junto das milhares de pessoas que deverão visitar o espaço, dentro do edifício do Conselho Europeu, que será aberto ao público. 
Esta é uma excelente oportunidade para ser dada maior visibilidade e alcance às celebrações dos 600 anos do Descobrimentos das Ilhas do Porto Santo e da Madeira, onde está incluída uma exposição fotográfica alusiva ao património cultural da região e um vídeo promocional, especificamente concebido para assinalar o Ano Europeu do Património Cultural.
Os produtos regionais e a gastronomia típica estarão em evidência no espaço onde a Madeira se fará representar, assim como, será disponibilizado material promocional relacionado com a oferta turística e as experiências que tanto a Madeira quanto o Porto Santo disponibilizam ao longo de todo o ano aos seus visitantes.

Concerto Maria Monda - 600 anos em Flor
5 maio 2018
Local: Forte de São Tiago
Preço: Entrada gratuita

Concerto de música de um grupo português.

Entrada Livre às 18 horas.

"Aquela nuvem e as outras - estória e baile"
6 maio 2018
Local: Casa Museu Frederico de Freitas
Preço: Entrada gratuita

Projecto para famílias d' A Monda Teatro Música

Entrada Livre às 18:30 horas.

“À DESCOBERTA DA MÚSICA”
10 maio 2018
Local: Auditório do Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Comemorar com Música, onde há 600 anos tudo começou, com o Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira, Eng.º Luiz Peter Clode.

Público alvo: Infanto-Juvenil

Horário: 14:00 às 18:00 (2 sessões)

Coordenador do Projeto: Paulo Jorge Viegas Anselmo


Local: Auditório do Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo

 

O Projeto “À Descoberta da Música” “criado e pensado” para o público Infanto-Juvenil, pretende nas suas animações com as escolas dar a oportunidade às crianças de terem um primeiro contacto com os instrumentos da orquestra e com a música. Em cada animação é realizada a apresentação instrumento a instrumento, de modo a que as crianças aprendam o seu modo de funcionamento, o timbre e a família que pertencem.

 

No decorrer da sessão é realizada a interpretação de algumas músicas nos vários instrumentos apresentados, criando a interação com o público presente, bem como, a experimentação por parte das crianças, a qual é de extrema importância a “vivência/exploração” do instrumento, não se limitando apenas a ouvir.

 

É feita uma projeção de filmes, terminado a sessão com a realização de um jogo interativo com a orquestra, onde as crianças podem ver e ouvir os instrumentos aprendidos no seu todo.

 

Pretendemos com estas animações sensibilizar, incentivar e educar as crianças a gostar de música de modo a motivá-las para a sua aprendizagem.

Instalações florais
10 maio 2018 - 13 maio 2018
Local: Praça do Povo e Avenida Francisco Sá Carneiro
Preço: Entrada gratuita

Com a Festa da Flor na sua reta final, entre os dias 10 e 13 de maio, estarão dispostas em dois pontos da cidade do Funchal instalações florais, dedicadas ao tema "600 anos em flor". Visite-nos!

“À DESCOBERTA DA MÚSICA”
11 maio 2018
Local: Auditório do Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Comemorar com Música, onde há 600 anos tudo começou!

Público alvo: Infanto-Juvenil

Horário: 09:00 às 12:30 (2 sessões) e 14:00 às 18:00 (2 sessões)

Coordenador do Projeto: Paulo Jorge Viegas Anselmo

Local: Auditório do Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo

 

O Projeto “À Descoberta da Música” “criado e pensado” para o público Infanto-Juvenil, pretende nas suas animações com as escolas dar a oportunidade às crianças de terem um primeiro contacto com os instrumentos da orquestra e com a música, com o apoio do Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira, Eng.º Luiz Peter Clode. Em cada animação é realizada a apresentação instrumento a instrumento, de modo a que as crianças aprendam o seu modo de funcionamento, o timbre e a família que pertencem.

 

No decorrer da sessão é realizada a interpretação de algumas músicas nos vários instrumentos apresentados, criando a interação com o público presente, bem como, a experimentação por parte das crianças, a qual é de extrema importância a “vivência/exploração” do instrumento, não se limitando apenas a ouvir.

 

É feita uma projeção de filmes, terminado a sessão com a realização de um jogo interativo com a orquestra, onde as crianças podem ver e ouvir os instrumentos aprendidos no seu todo.

 

Pretendemos com estas animações sensibilizar, incentivar e educar as crianças a gostar de música de modo a motivá-las para a sua aprendizagem.

CONCERTO DA ORQUESTRA ACADÉMICA
12 maio 2018
Local: Auditório do Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Comemorar com Música, onde há 600 anos tudo começou, com um concerto da Orquestra Académica do Conservatório - Escola Profissional das Artes da Madeira, engº Peter Clode.

Público alvo: residentes e turistas

Horário: 20:00 horas

Professor responsável: Francisco José Pereira Loreto


Local: Auditório do Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo

 

Enquadrado nas Comemorações dos 600 anos do Achamento do Porto Santo, é com enorme júbilo que a Orquestra Académica do Conservatório tem a honra de se apresentar pela primeira vez em concerto nesta ilha, com um programa sinfónico digno de qualquer sala de concertos por este mundo fora. Obras famosíssimas como o «Bolero» de Ravel, ou «Fantasma da Opera», estão entre as mais tocadas de todo o repertório sinfónico. 

 

João Gonçalves Zarco em 1418 ao descobrir um “Porto Santo” depois de uma tempestade, marcou com este feito os inícios de uma nova Era, a dos Descobrimentos, em que os portugueses foram fundamentais. Este empreendimento de descoberta de novos mundos contribuiu significativamente para o surgimento do Iluminismo no sec. XVII, essa que foi matriz fundamental do nosso mundo ocidental nos últimos séculos. E fruto deste pensamento Iluminista, a Arte performativa, onde se inclui os concertos públicos, ocupou um espaço no espetro cultural destes povos de natureza europeia, que nós nos orgulhamos de pertencer.

 

Nesta pequena ilha “onde tudo começou” há 600 anos, e apesar da dupla ultraperiferia que carateriza esta ilha atlântica, é um motivo de enorme orgulho podermos festejar exatamente com um Concerto este feito estoico, valente e imortal. Concluiremos este concerto com enorme «Pompa e Circunstância», interpretando a respetiva e fantástica Marcha nº 1 de Edouard Elgar.

 

Programa do Concerto:

«Bolero» de Maurice Ravel

Suite nº 1 «Carmen» de Georges Bizet

Suite nº 2 «L´Arlesienne» de Georges Bizet

«Fantasma da Opera» de Andrew Lloyd Webber

Marcha nº 1 «Pompa e Circunstância» de Edouard Elgar

Herdeiros dos Capitães do Donatário
14 maio 2018 - 20 maio 2018
Local: Centro Comercial La Vie
Preço: Entrada gratuita

Exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão, Perestrelo e Zarco.

No âmbito do projeto Mercado Quinhentista, da Escola Básica e Secundária de Machico, apresenta-se uma exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e Gonçalves Zarco.

Pretende-se, deste modo, dar a conhecer quem foram os homens que lideraram o processo de povoamento destas ilhas atlânticas.

Reavivando e reforçando a ligação da comunidade ao seu património e ao seu passado, serve também esta iniciativa para assinalar e comemorar os 600 anos da Madeira.

 

Público-alvo:
Estudantes, residentes e turistas

Dia Internacional das Histórias de Vida
16 maio 2018
Local: CEHA - Rua das Mercês 8
Preço: Entrada gratuita

No Dia Internacional das Histórias de Vida, o Centro de Estudos da História do Atlântico (CEHA) dinamiza uma mesa-redonda dedicada às memórias do Porto Santo.

No âmbito do projeto  Memórias das Gentes que fazem a História,  serão contadas histórias, mostradas fotografias, numa conversa  sobre a ilha do Porto Santo, parte fundamental da Região.

A mesa-redonda contará com a presença de José Júlio de Castro Fernandes, Bernardo Vasconcelos, Ana Teresa Klut, José Campinho, Lucília Gomes de Sousa e Rui Camacho.
Os convidados irão partilhar entre as 17 e as 18:30 horas as suas vivências e/ou passagens pela Ilha Dourada, sendo que o evento conta com  a participação  da Associação Xarabanda  e do seu trabalho de recolha do Património Imaterial.


O evento termina com brinde e na árvore da vida, uma evocação às memórias do Porto Santo.

Torneio de Golfe - 600 anos da Madeira SGF/ACIF
18 maio 2018 - 21 maio 2018
Local: Clube de Golfe do Santo da Serra, Madeira
Preço: Entrada gratuita

Este evento pretende promover os 600 anos da Descoberta da Madeira na modalidade de golfe.

Evento que pretende projetar a Madeira como destino preferencial para a prática do golfe, associando a um torneio da modalidade a imagem dos 600 Anos da Descoberta da Madeira e do Porto Santo. Porque será realizado em associação com várias entidades empresariais da Madeira e do resto do país, o evento pretende, também, dinamizar a economia local, incluindo, mas não só, os sectores associados ao golfe.

 

Público alvo: Empresários regionais e nacionais, associações empresariais, confederações empresariais, dirigentes sindicais, quadros bancários, organismos públicos.

Quarto Crescente - Encontro de jovens talentos
18 maio 2018 - 19 maio 2018
Local: Praça do Povo
Preço: Entrada gratuita

Evento composto por dois espetáculos com a atuação de um total de 10 grupos formados por jovens alunos de música.

Trata-se de um espetáculo que conta com a participação de um total de 10 grupos, formados por jovens alunos considerados talentos nas suas respetivas áreas musicais, desde a música erudita à música tradicional, passando pelo jazz e o pop-rock.

Pretende-se, desta forma, disponibilizar, ao público em geral, o acesso, gratuito, a diferentes géneros musicais, bem como dar a conhecer a qualidade da formação regional nos diferentes géneros musicais.
Foram convidados a participar o Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira , o Gabinete Coordenador de Educação Artística, o Estúdio 21 e o GIG – Escola de Artes. 

 

Programa:
Dia 18 de maio

 
21h00 – Orquestra de Sopros, CEPAM
21h30 – Formação da escola GIG
22h00 – Orquestra Académica, CEPAM
22h30 – Formação da escola GIG
23h00 – Orquestra de Jazz, CEPAM 
 
Dia 19 de maio

21h00 – Ensemble de Acordeões, DSEAM
21h30 – Formação da escola Estúdio 21
22h00 – Si Que Brade, DSEAM
22h30 – Formação da escola Estúdio 21
23h00 – Combo de Jazz, CEPAM

Herdeiros dos Capitães do Donatário
21 maio 2018 - 30 maio 2018
Local: Aeroporto da Madeira
Preço: Entrada gratuita

Exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão, Perestrelo e Zarco.

No âmbito do projeto Mercado Quinhentista, da Escola Básica e Secundária de Machico, apresenta-se uma exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e Gonçalves Zarco.

Pretende-se, deste modo, dar a conhecer quem foram os homens que lideraram o processo de povoamento destas ilhas atlânticas.

Reavivando e reforçando a ligação da comunidade ao seu património e ao seu passado, serve também esta iniciativa para assinalar e comemorar os 600 anos da Madeira.

 

Público-alvo:
Estudantes, residentes e turistas

Colóquio 'Autonomia e Evolução Estatutária'
28 maio 2018
Local: Assembleia Legislativa da Madeira
Preço: Entrada gratuita

Evento que pretende discutir, com a presença de académicos de referência em questões de Autonomia, a história da evolução do regime autonómico da Madeira, assim como os desafios que o mesmo ainda enfrenta no momento presente.

Dia Internacional dos Arquivos
8 junho 2018
Local: Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira (ABM)
Preço: Entrada gratuita

Para assinalar o Dia Internacional dos Arquivos, que se comemora no dia 9 de junho, o ABM realiza uma iniciativa, dividida em três diferentes momentos, homenageando deste modo a Ilha de Porto Santo.

Programa: 


1) Mostra documental e fotográfica “Documentos para a História do Porto Santo”.
Esta mostra está patente ao público de 8 de junho a 15 de agosto.
2) Conferência “Pozolana, PXO: entre terreno e arquivo”, pelo Prof. Doutor Jorge Freitas Branco, do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE).
3) Disponibilização online de documentação municipal do Porto Santo (atas de vereações e escrituras, 1706 a 1978 e livros de notas e escrituras diversas de 1890 a 1896 e de 1922 a 1965), num total de 49 livros.).

 

Outra informação relevante: ABM – Caminho dos Álamos, 35, Santo António – Funchal

 

Lançamento da emissão filatélica dos CTT sobre os 600 anos do Descobrimento da Ilha do Porto Santo
22 junho 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Hoje, quase seiscentos anos depois dos primeiros debates e certezas acerca do descobrimento da Madeira, não haverá dúvida de que a Madeira não foi terra descoberta pelos portugueses, mas apenas alvo de reconhecimento e ocupação.

Será esta tarefa menos nobre que uma viagem ao acaso, à procura do incerto e sem orientações para sulcar os oceanos ou desbravar o pretenso desconhecido?
Desde os anos oitenta do século XX que quisemos saber algo mais sobre este assunto e compilar toda a informação necessária. E hoje, ao fim de mais de trinta anos, partimos numa nova missão, a fim de aclarar mais algumas dúvidas.

 

Salão Nobre dos Antigos Paços do Concelho

15h30 – Lançamento de emissão filatélica dos CTT, sobre os 600 anos do Descobrimento da Ilha do Porto Santo

16H00 - Lançamento do livro: O (Re)Descobrimento/(Re)Conhecimento do Porto Santo e da Madeira, de Alberto Vieira

 

O selo postal é considerado o maior múltiplo de arte do mundo, a forma mais democrática de fazer chegar a arte a todos, em qualquer local onde se encontrem. Muitos milhões de pessoas, especialistas ou não, olham para os selos de uma forma crítica, analisando a interpretação do artista, a qualidade da impressão, a técnica utilizada, etc.

Quando alguém diz que está perante um «belo selo» exprime uma adjetivação complexa, pois para além do intimismo da relação afetiva primária entre o tema e o observador (que estará na origem da afirmação) está também a classificar, de forma inconsciente, a técnica de impressão e o traço do artista, a qualidade do papel e a sua gramagem, entre outros variadíssimos detalhes..

Embora a história dos selos de Portugal e do seu design pareça desmenti-lo (pelos nomes dos grandes pintores que os desenharam através dos tempos) , o certo é que grandes artistas, pintores e escultores, nem sempre dão grandes ilustradores de selos.

A redução extrema da escala de trabalho – que chega a ser de 60 para 1 quando se passa de uma tela para a dimensão de um selo – não é muitas vezes compatível com expressões formais artísticas densas.

É uma técnica muito especializada onde deve imperar uma contenção de traço e uma «limpeza» do aspeto que permita legibilidade e compreensão dos temas, por qualquer pessoa, num retângulo de apenas 30,6 mm x 40 mm.

Depois, agrava o grau de dificuldade na abordagem artística o facto de ser ainda necessário incorporar dentro do desenho original todos os grafismos obrigatórios: nome do país, casa impressora, valor da taxa, etc.

Desta forma, a escolha das imagens originais que permitiram imprimir nos selos comemorativos da “Descoberta da Ilha de Porto Santo” teve de ser muito acompanhada não só pelas autoridades regionais como pelos serviços de arte e design dos CTT, de forma a que o resultado final tenha sido o pretendido desde o briefing inicial. A responsabilidade desta tarefa é notável, já que os selos chegam a todo o mundo, e por todo o mundo vão dar testemunho (perfeito ou imperfeito) do acontecimento que evocam."

Inauguração da exposição : Chorão Ramalho e o Porto Santo
22 junho 2018 - 30 julho 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Esta intervenção visa um reconhecimento da herança patrimonial modernista, edificada na ilha do Porto Santo; reconhecer o seu trabalho no Porto Santo implica identificá-lo para preservá-lo e que nenhum elemento se perca ou seja (mais) danificado.

Esta iniciativa, que mais não serve de alerta para proteção da herança arquitetónica modernista, vem distinguir o que de excelente tem a Ilha do Porto Santo, a nível de património edificado.
Raul Chorão Ramalho (1914-2002), arquiteto português formado pela Escola de Belas-Artes do Porto, tem obra construída a partir de 1945, em Portugal Continental, Açores,  Macau e Brasil, Madeira... e Porto Santo.

 

Sala de Exposições Centro de Congressos – Sociedade de Desenvolvimento do Porto Santo: até 30 de julho.

16h50 - Inauguração da exposição: Chorão Ramalho e o Porto Santo

Sala de Exposições Centro de Congressos – Sociedade de Desenvolvimento do Porto Santo (22 junho a 30 de julho)

17h00 – Porto Santo de Honra

 

Chorão Ramalho e o Porto Santo

Esta intervenção visa um reconhecimento da herança patrimonial modernista, edificada na ilha do Porto Santo; reconhecer o seu trabalho no Porto Santo implica identificá-lo para preservá-lo e que nenhum elemento se perca ou seja (mais) danificado.

 

Espetáculo ecrã de água "600 anos do descobrimento da Madeira e do Porto Santo"
22 junho 2018
Local: Praça do Povo - Horas: 22:30
Preço: Entrada gratuita

No âmbito das iniciativas integradas na programação do Festival do Atlântico 2018, a Secretaria Regional do Turismo e Cultura promove o espetáculo “Ecrã de Água”, numa homenagem às comemorações dos 600 anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo. Trata-se de um espetáculo multimédia inédito na região, com recurso à projeção de imagens em “ecrã de água”, que pretende assim retratar alguns dos marcos e momentos históricos mais emblemáticos na História das ilhas da Madeira e do Porto Santo.

Fique a conhecer a linha histórica desta viagem temporal memorável:

 

Espetáculo ecrã de água "600 anos do descobrimento da Madeira e do Porto Santo"
29 junho 2018
Local: Praça do Povo - Horas: 22:30
Preço: Entrada gratuita

No âmbito das iniciativas integradas na programação do Festival do Atlântico 2018, a Secretaria Regional do Turismo e Cultura promove o espetáculo “Ecrã de Água”, numa homenagem às comemorações dos 600 anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo. Trata-se de um espetáculo multimédia inédito na região, com recurso à projeção de imagens em “ecrã de água”, que pretende assim retratar alguns dos marcos e momentos históricos mais emblemáticos na História das ilhas da Madeira e do Porto Santo.

Fique a conhecer a linha histórica desta viagem temporal memorável:

 

Circuito Regional Canoas Tradicionais da Madeira
30 junho 2018 - 30 junho 2018
Local: Paul do Mar
Preço: Entrada gratuita

Inserido nas comemorações dos 600 anos do descobrimento da Madeira e do Porto Santo, terá lugar a primeira prova no Paul do Mar, do circuito regional de canoas tradicionais.

O Circuito Regional Canoas Tradicionais da Madeira é uma prova de canoas de pesca.

Herdeiros dos Capitães do Donatário
2 julho 2018 - 20 julho 2018
Local: Machico – Solar do Ribeirinho
Preço: Entrada gratuita

Exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão, Perestrelo e Zarco.

No âmbito do projeto Mercado Quinhentista, da Escola Básica e Secundária de Machico, apresenta-se uma exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e Gonçalves Zarco.

Pretende-se, deste modo, dar a conhecer quem foram os homens que lideraram o processo de povoamento destas ilhas atlânticas.

Reavivando e reforçando a ligação da comunidade ao seu património e ao seu passado, serve também esta iniciativa para assinalar e comemorar os 600 anos da Madeira.

 

Público-alvo:
Estudantes, residentes e turistas

Madeira a Cantar - São Vicente
14 julho 2018 - 14 julho 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura pelo grupo musical Galáxia

 

21h30 – Inicio da eliminatória

 

23h30 – Seleção do vencedor e entrega de troféus

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Circuito Regional Canoas
15 julho 2018 - 15 julho 2018
Local: Funchal
Preço: Entrada gratuita

O Circuito Regional de Canoas Tradicionais é uma iniciativa organizada pela Associação Regional de Canoagem e que recebe o apoio da Secretaria Regional do Turismo, que integrou a mesma no âmbito das Comemorações dos 600 Anos da Descoberta das ilhas da Madeira e do Porto Santo.

O evento inclui a realização de quatro regatas, nomeadamente no Paul do Mar (30 de Junho), Funchal (15 de Julho), Madalena do Mar (22 de Julho) e Porto Moniz (29 de Julho).


A baía do Funchal acolhe o Circuito Regional das Canoas Tradicionais Madeirenses, prova de canoas de pesca, inserido nas Comemorações 600 anos no dia 15 de julho.

Esta iniciativa desportiva conta com um percurso de 2,5 km, com início e fim em São Lázaro, com passagem pela praia da Barreirinha, na Zona Velha da cidade.

 

Circuito Regional de Canoas Tradicionais da Madeira
22 julho 2018 - 22 julho 2018
Local: Madalena do Mar
Preço: Entrada gratuita

O Circuito Regional de Canoas Tradicionais é uma iniciativa organizada pela Associação Regional de Canoagem e que recebe o apoio da Secretaria Regional do Turismo, que integrou a mesma no âmbito das Comemorações dos 600 Anos da Descoberta das ilhas da Madeira e do Porto Santo.

O evento inclui a realização de quatro regatas, nomeadamente no Paul do Mar (30 de Junho), Funchal (15 de Julho), Madalena do Mar (22 de Julho) e Porto Moniz (29 de Julho).

Será na praia da Madalena do Mar, no dia 22 de julho, que terá lugar a 3ª prova do circuito regional de canoas tradicionais.

Lançamento Banana Prata Madeira
23 julho 2018
Local: Funchal
Preço: Entrada gratuita

Escultura integra celebrações dos 600 anos do Descobrimento da Madeira.

Nini Andrade Silva, uma das mais prestigiadas designers de interiores do mundo, concebeu para a Bordallo Pinheiro a peça Banana Prata Madeira.

A escultura, limitada a 125 exemplares numerados, é a segunda peça da coleção WWB – WorldWideBordallianos e integra as comemorações dos 600 anos do Descobrimento do arquipélago da Madeira.

Depois do sucesso de Figo, da autoria de Paula Rego, a Bordallo Pinheiro apresenta Banana Prata Madeira, da autoria de Nini Andrade Silva, uma das mais prestigiadas designers de interiores do mundo que eleva um dos ícones mais reconhecidos da Madeira – o cacho de bananas – ao estatuto de arte, num encontro surpreendente com o universo naturalista da Bordallo Pinheiro. 

Banana Prata Madeira tem como grande fonte de inspiração a ilha Madeira, onde Nini Andrade Silva nasceu. 

2ª Corrida do Caminho de Ferro do Monte
28 julho 2018
Local: Funchal
Preço: Entrada gratuita

Prova destinada ao escalão de Juvenis, Juniores, Seniores e Veteranos, entre as 18 e as 21 horas.

Organizado pela AARAM, e tendo como ponto de partida o antigo Caminho do Comboio (Rua do Pombal), segue em frente, sempre a subir com meta instalada no Hotel do Terreiro da Luta, a corrida do Caminho de Ferro do Monte, que percorre o traçado da antiga ferrovia de via única que existiu no Funchal, numa extensão 3.911 metros e oferecendo três percursos com diferentes distâncias.

 

O percurso mais curto tem saída do Pombal e chegada na Levada de Santa Luzia, numa distância de mil metros, e que foi inaugurado a 16 de julho de 1893.

Já o segundo percurso, termina no 'Atalhinho', no Monte, em que os atletas percorrem 2.500 metros. Este troço foi inaugurado a 5 de agosto de 1894.

O percurso mais longo tem 3.911 metros e percorre toda a linha, terminando no Terreiro da Luta, cuja inauguração foi a 24 de julho de 1912.

Esta prova tem a particularidade de, na parte final, o terreno ser fora de estrada.

 

A primeira edição do evento, realizada no ano passado, contou com 155 participantes.

 

Faça parte desta corrida que marca a história do Funchal cosmopolita!

Circuito Regional de Canoas Tradicionais da Madeira
29 julho 2018 - 29 julho 2018
Local: Porto Moniz
Preço: Entrada gratuita

O Circuito Regional de Canoas Tradicionais é uma iniciativa organizada pela Associação Regional de Canoagem e que recebe o apoio da Secretaria Regional do Turismo, que integrou a mesma no âmbito das Comemorações dos 600 Anos da Descoberta das ilhas da Madeira e do Porto Santo.

O evento inclui a realização de quatro regatas, nomeadamente no Paul do Mar (30 de Junho), Funchal (15 de Julho), Madalena do Mar (22 de Julho) e Porto Moniz (29 de Julho).

A última prova do circuito regional de canoas tradicionais terá lugar na baía do Porto Moniz  no dia 29 de julho.

O Circuito Regional Canoas Tradicionais da Madeira é uma prova de canoas de pesca.

Madeira a Cantar - Porto Moniz
11 agosto 2018 - 11 agosto 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

“DANÇAS COM HISTÓRIA”
31 agosto 2018 - 31 agosto 2018
Local: Palácio de São Lourenço - Funchal - 18 horas
Preço: Entrada gratuita

Espetáculo de dança.

SÉCULO XV
O mundo chega à Madeira
 
Foi no século XV que o mundo chegou à Madeira. Primeiro, a Porto Santo. Depois, à grande Ilha da Madeira, que do muito arvoredo assim se chama (Camões, Os Lusíadas, canto V).
Foi a descoberta de um paraíso. Vieram em seguida as capitanias, as gentes, os produtos. E, mais do que paraíso, o arquipélago tornou-se um entreposto aberto no vasto mar de onde Portugal e a Madeira mais tarde partiram para o mundo.
Revisitaremos este século através dos sons, das danças e dos trajes que o fizeram.
“DANÇAS COM HISTÓRIA”
1 setembro 2018 - 1 setembro 2018
Local: Fortaleza do Pico - Funchal - 18 horas
Preço: Entrada gratuita

Espetáculo de dança.

SÉCULO XVII
Da Madeira para o mundo

 

Terra de chegada e terra de partida, assim foi a Madeira durante séculos. Sendo um paraíso exposto no oceano, deu também o arquipélago gentes suas ao mundo inteiro.

Colonizadores, aventureiros, comerciantes, gente simples e laboriosa daqui partiu. Mas gente sempre de garra e génio, como esse João Fernandes Vieira que num outro paraíso, o Brasil, impôs o pendão de Portugal e a honra dos madeirenses.
Revisitaremos este século através dos sons, das danças e dos trajes que o fizeram.

“DANÇAS COM HISTÓRIA”
2 setembro 2018 - 2 setembro 2018
Local: Fortaleza do São Tiago - Funchal - 18 horas
Preço: Entrada gratuita

Espetáculo de dança.

SÉCULO XVII
Da Madeira para o mundo

 

Terra de chegada e terra de partida, assim foi a Madeira durante séculos. Sendo um paraíso exposto no oceano, deu também o arquipélago gentes suas ao mundo inteiro.

Colonizadores, aventureiros, comerciantes, gente simples e laboriosa daqui partiu. Mas gente sempre de garra e génio, como esse João Fernandes Vieira que num outro paraíso, o Brasil, impôs o pendão de Portugal e a honra dos madeirenses.
Revisitaremos este século através dos sons, das danças e dos trajes que o fizeram.

“DANÇAS COM HISTÓRIA”
3 setembro 2018 - 3 setembro 2018
Local: Porto Santo - 21 horas
Preço: Entrada gratuita

Espetáculo de dança.

SÉCULO XV
O mundo chega à Madeira
 
Foi no século XV que o mundo chegou à Madeira. Primeiro, a Porto Santo. Depois, à grande Ilha da Madeira, que do muito arvoredo assim se chama (Camões, Os Lusíadas, canto V).
Foi a descoberta de um paraíso. Vieram em seguida as capitanias, as gentes, os produtos. E, mais do que paraíso, o arquipélago tornou-se um entreposto aberto no vasto mar de onde Portugal e a Madeira mais tarde partiram para o mundo.
Revisitaremos este século através dos sons, das danças e dos trajes que o fizeram.
“DANÇAS COM HISTÓRIA”
4 setembro 2018 - 4 setembro 2018
Local: Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Seminário e formação, das 10:30 às 13 horas.

Um seminário e uma apresentação no Porto Santo (época do início da Descobertas – Séc XV) com 20 pessoas responsáveis pelo espetáculo e dinamização do seminário.
No começo era o mar. Distante, desconhecido, tenebroso. Povoado por monstros e por medos, local de lendas e de sonhos. 
Os sons e as danças do dealbar da nossa Expansão, desse início do século XV, o tempo em que Ceuta estava perto e o mar defronte era um caminho aberto para algures, repartido entre anseios e temores. Foi o tempo de Bartolomeu Dias e de Gil Eanes…
Estão em voga as Branles, de origem popular, que foram dançadas até meados do séc. XVI. Mas, este é o tempo da Basse Danse – lenta e cerimoniosa – dança da nobreza e considerada a rainha das danças.
Os mais importantes tratados de dança deste período são Basses Danses de la Cour de Bourgogne e os Manuscritos de Margarida de Áustria.
O Seminário será composto por uma parte teórica, mediante apresentação com imagens e conteúdos históricos, relativos às épocas apresentadas e uma parte prática – ensino/aprendizagem de uma dança de época, no total aproximado de 3.00 horas.

Tem como público-alvo animadores socioculturais, professores, agentes culturais e público em geral, não deverá exceder o número de 40 pessoas.
 

 

Inscreva-se aqui: dancascomhistoria@gmail.com

 

Herdeiros dos Capitães do Donatário
4 setembro 2018 - 21 dezembro 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão, Perestrelo e Zarco.

No âmbito do projeto Mercado Quinhentista, da Escola Básica e Secundária de Machico, apresenta-se uma exposição sobre os primeiros Capitães do donatário da Madeira, Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e Gonçalves Zarco.

Pretende-se, deste modo, dar a conhecer quem foram os homens que lideraram o processo de povoamento destas ilhas atlânticas.

Reavivando e reforçando a ligação da comunidade ao seu património e ao seu passado, serve também esta iniciativa para assinalar e comemorar os 600 anos da Madeira.

 

Público-alvo:
Estudantes, residentes e turistas

Madeira a Cantar - Santana
8 setembro 2018 - 8 setembro 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Torneio de Golfe Colombo - 600 Anos
15 setembro 2018
Local: Campo de Golfe do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Este Torneio de Golfe pretende reunir no Porto Santo praticantes e entusiastas da modalidade que, num ambiente de anda camaradagem, disputarão o troféu de melhor golfista do evento, que irá decorrer entre as 9 às 15 horas.

No contexto de um dos melhores campos de golfe da Europa, desenhado pelo histórico Severiano Ballesteros, este evento promete ser uma forma original de celebrar os 600 Anos da Descoberta da Madeira e do Porto Santo, afirmando a competitividade e as condições únicas que a Região dispõe para a prática de uma modalidade com milhões de seguidores em todo o mundo. 

Madeira a Cantar - Porto Santo
22 setembro 2018 - 22 setembro 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

II Encontro Internacional de Poesia: Porto Santo 2018
10 outubro 2018 - 12 outubro 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

De 10 a 12 de outubro decorre na Ilha de Porto Santo o II Encontro Internacional de Poesia que reúne nesta ilha cerca de duas dezenas de poetas de diferentes nacionalidades, onde se vai discutir a poesia e o seu papel numa nova globalização.

Festival de Órgão da Madeira - Funchal
19 outubro 2018
Local: Igreja S. João Evangelista (Colégio) - Funchal
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja S. João Evangelista (Colégio).

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.

Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.

Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.

Madeira a Cantar - Funchal Oeste
20 outubro 2018 - 20 outubro 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Festival de Órgão da Madeira - Porto da Cruz
20 outubro 2018
Local: Igreja de N. S. de Guadalupe
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja de N. S. de Guadalupe

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
21 outubro 2018
Local: Sé Catedral
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Sé Catedral do Funchal.

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
21 outubro 2018
Local: Igreja de S. João Evangelista (Colégio).
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja de S. João Evangelista (Colégio).

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
22 outubro 2018
Local: Sé Catedral
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Sé Catedral do Funchal.

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
23 outubro 2018
Local: Igreja de S. Pedro
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja de S. Pedro

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
24 outubro 2018
Local: Igreja de S. Martinho
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja de S. Martinho.

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
25 outubro 2018
Local: Funchal Igreja e Recolhimento do Bom Jesus
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja e Recolhimento do Bom Jesus

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Ponta de Sol
26 outubro 2018
Local: Igreja de N. S. da Luz
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja Matriz de N. S. Luz.

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.

Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.

Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.

Madeira a Cantar - Santa Cruz
27 outubro 2018 - 27 outubro 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Festival de Órgão da Madeira - Porto Santo
27 outubro 2018
Local: Igreja Matriz N.ª S.ª Piedade
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja Matriz de N. S. Piedade

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.

 

Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.

Festival de Órgão da Madeira - Machico
27 outubro 2018
Local: Igreja de N. S. da Conceição
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja Matriz de N. S. da Conceição.

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
28 outubro 2018
Local: Igreja e Convento de Sta. Clara
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja e Convento de Sta. Clara

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Exposição de fotografia
1 novembro 2018 - 3 janeiro 2019
Local: Antigo edifício da Câmara Municipal de Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

No âmbito do Festival do Colombo, Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira (ABM), apresenta na ilha do Porto Santo uma exposição de fotografia com as imagens captadas pelo Padre Eduardo C. N. Pereira, autor da clássica obra As Ilhas de Zargo, aquando da sua passagem pela Ilha Dourada.

Esta exposição tem por objetivo dar a conhecer fotografias do Porto Santo captadas pelo Padre Eduardo, que fazem parte do seu acervo depositado no ABM, no período anterior à emergência da autonomia política e administrativa e às mudanças estruturais do último quartel do século XX, desde antes da década de 40 até os anos 70.
As fotografias, de âmbito etnográfico e sociológico, representam paisagens humanizadas e cenas do quotidiano e constituem documentos significativos para o conhecimento da história e da cultura do Porto Santo.
Esta exposição está patente até dia 3 de janeiro de 2019.

 

Paralelamente à exposição será apresentado o Catálogo da Exposição.

Ciclo de conferências no Porto Santo
2 novembro 2018 - 3 novembro 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

O Porto Santo prepara-se para assinalar, a 2 e 3 de Novembro, as celebrações dos 600 Anos numa perspectiva diferente, mas igualmente fundamental, através do arranque de um Ciclo de Conferências que irão analisar a temática da globalização e do papel que a Região desempenhou na expansão marítima portuguesa nos séculos XV e XVI.

Madeira a Cantar - Câmara de Lobos
10 novembro 2018 - 10 novembro 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Contributo da Expansão Portuguesa para a Economia Mundial
23 novembro 2018 - 24 novembro 2018
Local: Funchal
Preço: Entrada gratuita

O Congresso Internacional visa suscitar a reflexão e o debate nos dias 23 e 24 de novembro no Centro de Congressos do Casino da Madeira, cuja entrada é livre.

DA TEMPESTADE À GLOBALIZAÇÃO

Navegando dias à deriva, depois de uma violenta tempestade, eis que avistaram a pequena Ilha a que batizaram de Porto Santo quando João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira desembarcaram na praia de Machico, embora à luz da interpretação documental  não seja possível precisar uma data, talvez 1 de julho de 1419 ou mais seguro ainda em 1420, depois do descerro da praça de Ceuta, naquele pedaço de terra insular onde viveria mais tarde também Cristóvão Colombo que casou em 1479 com Filipa Moniz, filha de Bartolomeu Perestrelo, primeiro Capitão Donatário do Porto Santo.
Provavelmente este encontro entre mar e terra, entre o conhecido e o desconhecido, terá consistido num primeiro ensaio humano para a miscigenação entre civilizações, entre os povos. Provavelmente este terá sido o primeiro abraço do Homem ao planeta inteiro. Um punhado de gente de Portugal apostada em unir o mundo, em integrar interesses, em fomentar interdependências, em partilhar conhecimentos, em construir um mundo para além daquelas fronteiras delineadas ou conquistadas, enfim a primeira globalização, ou a primeira aldeia global ou ainda do contributo da expansão portuguesa para a economia mundial.

FRONTEIRAS E FRONTEIRAS DIGITAIS

As fronteiras impostas, conquistadas, delimitadas dos países, alicerçadas na proteção económica dos seus nacionais, na proteção das respetivas economias há muito deixaram de fazer sentido porque as mobilidades humanas, a transferência do saber e das tecnologias, ultrapassaram as próprias limitações territoriais dos países. As fronteiras são as próprias pessoas e o seu limite é o limite de cada pessoa.  O conceito da residência alargou-se e o centro de interesses de um individuo poderá ser ou não coincidente com o seu lugar de nascimento. 

A digitalização aliada à singularidade na globalização de pessoas, bens e serviços e dos interesses económicos e as diásporas não se configuram apenas às referências tradicionais da partilha, da pertença e do lugar, pela lógica holística de que nenhum Homem é apenas cidadão de uma só pátria. O saber e o ter não têm nacionalidade.   O Homem é sobretudo um habitante da Terra, sendo bem verdade que o seu sonho abrange todo o planeta, sem fronteiras e o acesso à tecnologia que privilegia os eu bem-estar e o coloca num instante em qualquer ponto do nosso imenso universo.

A ECONOMIA AO SERVIÇO DO HOMEM 

Do Banco di San Giorgio, fundando em Gênova em 1406. Do  Renascimento, da descoberta do Porto Santo,  desde as caravelas  de Flandres,  que se faziam ao mar já com um empréstimo que depois seria reembolsado no regresso até aos nossos dias, aos grandes projetos financeiros do seculo XX, à Cooperate Finance e mais recentemente à moeda virtual, aos “Bitcoins” e à “criptomoeda” são inimagináveis as transações, os produtos, os serviços, as moedas, as organizações que se constituíram e os instrumentos financeiros ao dispor dos países e das pessoas, parecendo por vezes que o mundo e respetivos ativos financeiros se regulam por uma só moeda. 

Madeira a Cantar - Calheta
24 novembro 2018 - 24 novembro 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Concerto Max
29 novembro 2018 - 29 novembro 2018
Local: Concerto Max
Preço: Entrada gratuita

O Governo Regional da Madeira, através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, promove no Centro de Congressos dia 29 às 19h00, o espetáculo e lançamento do disco “ Saudades do Max”.

O evento que pretende recriar os anos de ouro das noites da Madeira, conta com atuação de Vânia Fernandes, Diana Duarte e Elisa Silva, que dão voz ao disco a ser lançado na noite do evento.

Moda Madeira
30 novembro 2018 - 1 dezembro 2018
Local: Madeira Tecnopolo - Funchal
Preço: Entrada gratuita

Evento organizado em parceria com a Associação de Jovens Empresários da Madeira e que tem por objectivo afirmar a importância do Bordado Madeira como produto diferenciado e de excelência, com raízes históricas, mas também com o potencial de contribuir para a Indústria da Moda contemporânea.

Além de desfiles de trabalhos de estilistas da Madeira, Portugal continental, Canárias, Cabo Verde e Açores, o evento inclui um concurso de jovens estilistas madeirenses. 

10 Aniversário Órgão Colégio 2018 - Lançamento CD
13 dezembro 2018 - 13 dezembro 2018
Local: Igreja do Colégio
Preço: Entrada gratuita

Concerto de lançamento do novo CD do organista Paulo Silva, gravado no âmbito do 10º aniversário do Órgão da Igreja do Colégio, dia 13 de dezembro, às 18h00, na Igreja do Colégio. Entrada livre

Volta à Cidade do Funchal
28 dezembro 2018 - 28 dezembro 2018
Local: Funchal
Preço: Entrada gratuita

A LX Volta à Cidade do Funchal é organizada pela Associação de Atletismo da Região Autónoma da Madeira, conta com o apoio da Comissão das Comemorações dos 600 anos do Descobrimento da Madeira e do Porto Santo e terá lugar no dia 28 de dezembro de 2018.

Atlas Linguístico-Etnográfico da Madeira e Porto Santo
25 janeiro 2019 - 25 janeiro 2019
Local: Universidade da Madeira
Preço: Entrada gratuita

Apresentação Pública do Atlas Linguístico-Etnográfico da Madeira e Porto Santo, na Universidade da Madeira, Sala do Pátio, Colégio dos Jesuítas, às 17h00. Apresentação a cargo do Dr. João Saramago, da Universidade de Lisboa.

Madeira a Cantar - Ribeira Brava
9 fevereiro 2019 - 9 fevereiro 2019
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

CASTING - MADS
16 fevereiro 2019 - 17 fevereiro 2019
Local: Centro de Estudos de História do Atlântico
Preço: Entrada gratuita

O MADS realizará audições para o musical "MADEIRA, UMA HISTÓRIA DE AMOR", que será levado à cena no Centro de Congressos da Madeira, dias 17 e 18 de maio do presente ano. Procuramos atores, cantores e bailarinos (homens e mulheres de todas as idades - portugueses ou estrangeiros), que queiram participar neste espetáculo inserido nas comemorações dos 600 anos da Madeira. As audições decorrerão nos dias 16 e 17 de Fevereiro, às 14 horas, no Centro de Estudos de História do Atlântico, na Rua das Mercês, nº 8 (Funchal). Esperamos por si.

Madeira a Cantar - Funchal Oeste
23 fevereiro 2019 - 23 fevereiro 2019
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Venerável Irmã Wilson História da Vida e Obra
23 fevereiro 2019 - 23 fevereiro 2019
Local: Funchal
Preço: Entrada gratuita

Este evento será realizado no dia 23 de fevereiro, das 09h30 às 12h30, no Colégio Santa Teresinha. O programa inclui a projeção do filme "Ajudaste pobres e velhinhos", o painel "A Irmã Wilson na minha vida" e vários testemunhos, a conferência "Santidade para todos" e a atuação de Micaela Abreu.

Conferência Lendas e Património
7 março 2019 - 7 março 2019
Local: Cine Teatro Santo António
Preço: Entrada gratuita

Conferência "Lendas e Património, Contar e Preservar", a realizar no dia 7 de março, às 15:00 horas, no Cine Teatro Santo António. Este evento destina-se a Escolas, Instituições, Grupos Organizados e a todo o restante público. A entrada é gratuita. Esta conferência será proferida pela Prof.ª Dr.ª Leonor Martins Coelho, docente da Faculdade de Artes e Humanidades, da Universidade da Madeira, Diretora do Doutoramento em Literaturas e Culturas Insulares e investigadora no Centro de Estudos Comparatistas da Universidade de Lisboa.

Madeira a Cantar - Machico
9 março 2019 - 9 março 2019
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Música a Norte
9 março 2019 - 9 março 2019
Local: Igreja Matriz de São Vicente
Preço: Entrada gratuita

O Governo Regional da Madeira, através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, promove em março de 2019 o projeto "Música a Norte". São Vicente, Porto Moniz, Ponta Delgada e São Jorge são os pontos no roteiro do ciclo de Música Barroca, que vai oferecer quatro concertos de música vocal e instrumental. O evento está incluído nas celebrações dos 600 Anos da Madeira e do Porto Santo, contempla espetáculos nos dias 9, 16, 24 e 31 de março e tem direção artística de Carlos Antunes.

Este concerto será realizado no dia 9 de março, sábado, às 20h00, na Igreja Matriz de São Vicente, pelo grupo "Polyphonos".

"In Festo S. Vicentii - Música para São Vicente".

Exposição "Imagens e Memórias do Concelho da Calheta"
9 março 2019 - 14 abril 2019
Local: MUDAS - Museu de Arte Contemporânea da Madeira
Preço: Entrada gratuita

O Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira (ABM) abre ao público, no dia 9 de março, uma exposição fotográfica e documental dedicada ao concelho da Calheta, numa parceria com o Museu de Arte Contemporânea da Madeira. A inauguração será às 18h00, na Galeria de exposições temporárias do MUDAS.Museu.

Nesta exposição são apresentadas memórias antigas do concelho, através de uma seleção de imagens de todas as freguesias (Calheta, Arco da Calheta, Estreito da Calheta, Prazeres, Jardim do Mar, Paul do Mar e Fajã da Ovelha) e de um conjunto de documentos de tipologia diversa. Destacam-se fotografias de alguns aspetos do património edificado e da arquitetura da época, já desaparecidos, mas também pormenores de igrejas e capelas, cenas do quotidiano rural e paisagens. Da documentação exposta destacamos o treslado da carta de D. Manuel I que torna vila o lugar da Calheta, com o nome de Vila Nova da Calheta, uma reprodução cedida ao ABM pelo Arquivo Nacional da Torre do Tombo.

As imagens apresentadas são provenientes da Coleção Fotográfica do ABM e do acervo da «Photographia Museu Vicentes». Refira-se que os conteúdos da exposição são da autoria do investigador Jorge Valdemar Guerra, o grafismo do designer Leonardo Vasconcelos e as traduções de textos da responsabilidade de Liliana Pestana e Maria da Cunha Paredes.

A exposição estará aberta ao público, na Galeria de exposições temporárias do Museu de Arte Contemporânea, até 14 de abril.

Madeira 600 Anos, Globalização
13 março 2019 - 13 março 2019
Local: RTP Madeira
Preço: Entrada gratuita

Histórias e Lendas com e sem emendas
14 março 2019 - 7 abril 2019
Local: Cine Teatro Santo António
Preço: Entrada gratuita

Sinopse: Um grupo de Atores de Rua chega à Madeira na atualidade, em plena Festa do Vinho. No curso narrativo da peça percebe-se que não vieram por acaso e que procuram o portal que os levará a casa - a Atlântida. Viajam no tempo com a ajuda do livro branco de Salomé e confrontam-se com diversas personagens e lendas que os orientam no caminho...

SOBRE O ESPETÁCULO |
Integrando valores defendidos no ano europeu do património cultural (2018), a ATEF quis focar na sua temporada artística 2018-2019, as histórias e lendas da Madeira e
Porto Santo. Guardados e permanentemente avivados na tradição oral, os contos e as lendas da Madeira e Porto Santo constituem um património cultural imaterial, com
grande impacto junto da população e que urge " retirar do esquecimento, do tempo e do silêncio". Com inspiração em muitas recolhas já editadas deste património, considerou a ATEF, fazer desta temática, a sua primeira produção em 2019, tornando-a contributo do programa oficial de comemoração dos 600 anos da descoberta da
Madeira.

O espetáculo será apresentado no Funchal | Cine Teatro Stº António e, em resposta a uma encomenda artística feita à ATEF pela Secretaria Regional de Turismo e Cultura | SRTC, apresentar-se-á nos concelhos de Machico, Calheta e Porto Santo, com o intuito de devolver ao público, em versão cénica, algumas das lendas e contos do seu imaginário, como homenagem à sua Gente e à sua História.

Lendas abordadas: Lenda da Atlântida, Lenda da Descoberta da Madeira, Lenda da Capela das Almas Pobres, Lenda da Srª do Monte, História dos Corcundas, Lenda do Cabo Girão, Lenda do Tesouro da Furneira, Lenda da Velha da Levada, Lenda dos Huguenotes, Lenda da Espada de D. Sebastião, Lenda de Arguim, Lenda do
Cavalum, Lenda dos Profetas, Lenda do tesouro da Capitão Kid, Lenda de Machim.

Música a Norte
16 março 2019 - 16 março 2019
Local: Igreja Matriz do Porto Moniz
Preço: Entrada gratuita

O Governo Regional da Madeira, através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, promove em março de 2019 o projeto "Música a Norte". São Vicente, Porto Moniz, Ponta Delgada e São Jorge são os pontos no roteiro do ciclo de Música Barroca, que vai oferecer quatro concertos de música vocal e instrumental. O evento está incluído nas celebrações dos 600 Anos da Madeira e do Porto Santo, contempla espetáculos nos dias 9, 16, 24 e 31 de março e tem direção artística de Carlos Antunes.

Este concerto será realizado no dia 16 de março, sábado, às 20h00, na Igreja Matriz do Porto Moniz, pelo Grupo Vocal Olisipo.

"Barroco católico e protestante".

Série documental: Madeira 600 Anos, Natureza
20 março 2019 - 20 março 2019
Local: RTP Madeira
Preço: Entrada gratuita

A RTP Madeira apresenta esta 4ª feira, a partir das 21h45, o 3º episódio da série documental “ Natureza”. Participam neste episódio, os biólogos: Luis Freitas, Thomas Dellinger, Cláudia Ribeiro e Francisco Fernandes.

Cerimónia de apresentação do Programa das Comemorações dos 600 Anos para o ano de 2019
23 março 2019 - 23 março 2019
Local: Fórum Machico
Preço: Entrada gratuita

Esta cerimónia será realizada no auditório do Fórum de Machico, no dia 23 de março, às 18h00 e contará com a atuação dos seguintes grupos: Grupo de Folclore da Casa do Povo do Caniçal, Grupo Folclórico da Casa do Povo do Porto da Cruz, Grupo Cultural e Recreativo da Casa do Povo de Santo António da Serra, Grupo de Danças e Cantares da Casa do Povo de Água de Pena, Grupo de Folclore de Machico, Associação Grupo Coral de Machico, Banda Municipal de Machico e Gaiteiros, Machetes de Machim e Associação Grupo Cultural Flores de Maio: Grupo de Borracheiros e Machetinho.

Música a Norte
24 março 2019 - 24 março 2019
Local: Igreja do Senhor Bom Jesus da Ponta Delgada
Preço: Entrada gratuita

O Governo Regional da Madeira, através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, promove em março de 2019 o projeto "Música a Norte". São Vicente, Porto Moniz, Ponta Delgada e São Jorge são os pontos no roteiro do ciclo de Música Barroca, que vai oferecer quatro concertos de música vocal e instrumental. O evento está incluído nas celebrações dos 600 Anos da Madeira e do Porto Santo, contempla espetáculos nos dias 9, 16, 24 e 31 de março e tem direção artística de Carlos Antunes.

Este concerto será realizado no dia 24 de março, domingo, às 16h30, na Igreja do Senhor Bom Jesus da Ponta Delgada, pelo Grupo Funchal Baroque Ensemble.

"Fé, devoção e poética musical no barroco do séc. XVIII".

Formação: Gestão de Projetos Culturais
25 março 2019 - 29 março 2019
Local: Auditório do Centro de Estudos de História do Atlântico
Preço: Entrada gratuita

Este curso visa apetrechar as entidades e agentes culturais da RAM de competências diversificadas nas diferentes áreas da gestão de projetos culturais.

Objetivos:

- Identificar os conceitos fundamentais da gestão de projetos;

- Reconhecer as especificidades da gestão de projetos na economia social e no setor cultural;

- Identificar o ciclo de vida de um projeto;

- Distinguir e aplicar as principais metodologias e ferramentas de planeamento e gestão de projetos;

- Conseguir conceber, desenhar, elaborar, implementar, monitorizar e avaliar um projeto.

Tardes com História
27 março 2019 - 27 março 2019
Local: Centro de Estudos de História do Atlântico
Preço: Entrada gratuita

Estas sessões têm, como objetivo, promover o conhecimento, dando a conhecer alguns dos temas trabalhados, quer pelo CEHA, quer por entidades que têm sido parceiras na construção da História do Atlântico. Trata-se de ações de divulgação que visam dar a conhecer histórias da nossa História coletiva. A entrada é livre. "Quem vem lá? O Inimigo" é o título da sessão desta quarta-feira, que tem início às 18h00, no CEHA e será proferida pela Prof.ª Cláudia Faria.

Madeira a Cantar - Ponta do Sol
30 março 2019 - 30 março 2019
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Música a Norte
31 março 2019 - 31 março 2019
Local: Igreja Matriz de São Jorge
Preço: Entrada gratuita

O Governo Regional da Madeira, através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, promove em março de 2019 o projeto "Música a Norte". São Vicente, Porto Moniz, Ponta Delgada e São Jorge são os pontos no roteiro do ciclo de Música Barroca, que vai oferecer quatro concertos de música vocal e instrumental. O evento está incluído nas celebrações dos 600 Anos da Madeira e do Porto Santo, contempla espetáculos nos dias 9, 16, 24 e 31 de março e tem direção artística de Carlos Antunes.

Este concerto será realizado no dia 31 de março, domingo, às 18h00, na Igreja Matriz de São Jorge, pela Orquestra Barroca de Mateus.

"Stabat Mater de Pergolesi"

Monte do Imperador
31 março 2019 - 31 março 2019
Local: Quinta Jardins do Imperador
Preço: Entrada gratuita

A Junta de Freguesia do Monte irá realizar, no próximo dia 31 de março, das 10h00 às 19h00, a IV Edição do "Monte do Imperador", evento alusivo à passagem de D. Carlos pela Madeira e pela freguesia do Monte.

Tardes com História
3 abril 2019 - 3 abril 2019
Local: Centro de Estudos de História do Atlântico
Preço: Entrada gratuita

Estas sessões têm, como objetivo, promover o conhecimento, dando a conhecer alguns dos temas trabalhados, quer pelo CEHA, quer por entidades que têm sido parceiras na construção da História do Atlântico. Trata-se de ações de divulgação que visam dar a conhecer histórias da nossa História coletiva. A entrada é livre. A Palestra "A Peregrinação Madeirense de 1923" é o título da sessão desta quarta-feira, que tem início às 18h00, no CEHA e será proferida pelo Dr. Carlos Barradas e Dra. Cláudia Neves.

Tardes com História
3 abril 2019 - 3 abril 2019
Local: Centro de Estudos de História do Atlântico
Preço: Entrada gratuita

Estas sessões têm, como objetivo, promover o conhecimento, dando a conhecer alguns dos temas trabalhados, quer pelo CEHA, quer por entidades que têm sido parceiras na construção da História do Atlântico. Trata-se de ações de divulgação que visam dar a conhecer histórias da nossa História coletiva. A entrada é livre. A Palestra "A Peregrinação Madeirense de 1923" é o título da sessão desta quarta-feira, que tem início às 18h00, no CEHA e será proferida pelo Dr. Carlos Barradas e Dra. Cláudia Neves.

Prémio John dos Passos
8 abril 2019 - 24 abril 2019
Local: RAM
Preço: Entrada gratuita

ABERTURA DO CONCURSO PRÉMIO JOHN DOS PASSOS 2019 Promovido no âmbito das Comemorações dos 600 Anos da Descoberta das Ilhas de Porto Santo e da Madeira, o Prémio John Dos Passos, no valor de € 7.500,00 (sete mil e quinhentos euros), premeia obras publicadas no biénio anterior ao ano a que respeita.

Nesta 4ª edição, o Prémio será na Modalidade Ensaio – Ensaio Histórico ou Literário.
As obras a concurso deverão ser enviadas por correio registado, com aviso de receção, e em número de 4 exemplares, no prazo estabelecido pelo Edital (entre 25 de março e 24 de abril 2019), acompanhadas de carta proposta e para o endereço:
Prémio John Dos Passos, Rua dos Ferreiros, n.º 165, 9004-520 Funchal.
Edital e Regulamento disponíveis no Portal Centro Cultural John Dos Passos: 
http://cultura.madeira-edu.pt/CCJDP

Tardes com História
10 abril 2019 - 10 abril 2019
Local: Centro de Estudos de História do Atlântico
Preço: Entrada gratuita

Estas sessões têm, como objetivo, promover o conhecimento, dando a conhecer alguns dos temas trabalhados, quer pelo CEHA, quer por entidades que têm sido parceiras na construção da História do Atlântico. Trata-se de ações de divulgação que visam dar a conhecer histórias da nossa História coletiva. A entrada é livre. A Palestra "Homens do mar- Bomboteiros e Rapazes da Mergulhança" é o título da sessão desta quarta-feira, que tem início às 18h00, no CEHA e será proferida pela Dra. Graça Alves.

À volta do porto do Funchal, surgem personagens que fazem do mar e do movimento dos navios a sua principal fonte de subsistência. De entre as muitas atividades que se organizam à volta das chegadas e das partidas dos barcos que trazem o mundo à(s) ilha(s), destacamos o bombote e a mergulhança, pela importância que tiveram na sobrevivência da gentes ribeirinhas e pela poesia que tais ofícios envolvem.

Lançamento do Livro "Para (um) a História do Porto Santo"
15 abril 2019 - 15 abril 2019
Local: Salão Nobre dos Antigos Paços do Concelho, no Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

No próximo dia 15 de abril, pelas 18:00 horas, realiza-se o lançamento do Livro: "Para um(a) História do Porto Santo, de Alberto Vieira, Cláudia Faria e Graça Alves, no Salão Nobre dos Antigos Paços do Concelho, no Porto Santo.

Coordenada pelo Doutor Alberto Vieira, esta é uma monografia de divulgação da História do Porto Santo que pretende abrir caminhos de conhecimento: sobre as várias versões do descobrimento, sobre o modo como os portugueses se apropriaram do território, sobre a forma como as instituições se implantaram naquela ilha e se organizou a sociedade; mas também sobre os constrangimentos, os abandonos, as solidões e a descoberta daquele espaço como lugar de paraísos. 

Tardes com História
24 abril 2019 - 24 abril 2019
Local: Centro de Estudos de História do Atlântico
Preço: Entrada gratuita

Estas sessões têm, como objetivo, promover o conhecimento, dando a conhecer alguns dos temas trabalhados, quer pelo CEHA, quer por entidades que têm sido parceiras na construção da História do Atlântico. Trata-se de ações de divulgação que visam dar a conhecer histórias da nossa História coletiva. A entrada é livre. A Palestra "Património Imaterial, Conceitos e Dinâmicas" é o título da sessão desta quarta-feira, que tem início às 18h00, no CEHA e será proferida pela Dra. Élia de Sousa.

O que é o património cultural imaterial? Nesta conferência pretende-se abordar os conceitos base da convenção da UNESCO sobre o património imaterial. Demonstraremos os domínios de acção do Património imaterial e a envolvência da comunidade.

Lançamento do documentário Portuguese in Hawaii
27 abril 2019 - 27 abril 2019
Local: Centro Cultural John Dos Passos
Preço: Entrada gratuita

No dia 27 de abril decorrerá o lançamento do documentário "Portuguese in Hawaii", realizado por Nelson Ponta-Garça, no auditório do Centro Cultural John Dos Passos, Ponta do Sol, pelas 18:00 horas. Esta será uma estreia nacional.

Oriundo da ilha de S. Jorge, Nelson Ponta-Garça muito cedo emigrou para os Estados Unidos da América. Tendo passado pela Universidade Nova de Lisboa, frequentou também o West Valley College (San José, Califórnia) e o Berkeley College of Music (Boston, Massachusetts) onde concluiu um Mestrado em música para filmes e TV.

Criou a NPG Productions em San José com o boom dos social media em 2005. A NPG foi uma das primeiras empresas de Silicon Valley a dedicar-se à produção de vídeo corporativo para marketing digital, social media e TV. Tem uma carteira de clientes variada que vai de pequenas empresas até empresas da Fortune 500 nos 5 continentes. Nos últimos 10 anos, produziu mais de 1000 programas de TV para emissoras de TV internacionais e locais, assegurando todo o processo desde a pré à pós produção. Ponta-Garça regressou a São Jorge para cumprir o sonho de montar na sua ilha um estúdio de multimédia para um maior dinamismo não só da ilha de São Jorge, mas de toda a região.

O documentário Portuguese in Hawaii é a terceira produção da série Portuguese In, que começou em 2014 com uma série documental de nove episódios sobre a diáspora na Califórnia, e teve continuidade o ano passado com quatro episódios dedicados à imigração portuguesa na Nova Inglaterra. O realizador pondera ainda debruçar-se sobre a comunidade portuguesa imigrante na Flórida antes de terminar a série com uma produção de maior envergadura, Portuguese in America.

Portuguese in Hawaii tem, naturalmente, conteúdo especificamente dedicado à presença de madeirenses no Havai e, no âmbito da comemorações dos 600 anos, é justíssimo acolher esta estreia absoluta nacional no Centro Cultural John Dos Passos, símbolo, também ele, da nossa diáspora.

Do Braguinha ao Ukelele - uma viagem de 140 anos
2 maio 2019 - 2 maio 2019
Local: Centro de Congressos do Casino da Madeira
Preço: Entrada gratuita

“Do Braguinha ao Ukulele, uma viagem de 140 anos” é uma iniciativa dos 600 Anos, organizada pela Associação Xarabanda, no ínicio de Maio, que inclui um concerto de entrada livre, no Casino, oficinas de formação e conferências sobre a “História do Ukulele” e emigração madeirense para o Hawaii

PROGRAMA:
2 Maio |21h |Auditório do Centro de Congressos da Madeira.
Antevisão documentário “Legacy” de Nuno Jardim. 
Influências da emigração portuguesa no Hawaii.
Concerto “Irmandade do Braguinha”.
Com a participação de músicos de vários países: Hawaii, Brasil, Espanha, Cabo Verde e Portugal.
Público alvo: Público em geral.
Entrada Gratuita.

4 Maio | 10h - 13h | Salão Nobre do Conservatório de Música da Madeira “Eng. Peter Clode”
Oficina de formação sobre a “História do Ukulele” por Joe Souza, descendente de família madeirense, vem partilhar connosco a sua história e os seus conhecimentos enquanto músico e mestre luthier.  
Público alvo: Músicos, construtores de cordofones e público em geral.
Entrada Gratuita.

6 Maio | 15h - 17h30 | 7 Maio | 10h - 17h30 | CEHA - Auditório do Centro de Estudos 
de História do Atlântico “Alberto Vieira”.
Colóquio “Da Madeira para o Hawaii. Um contributo histórico-musical”. 
Antevisão do documentário ”Legacy” de Nuno Jardim, seguido de mesa redonda. 
Painel I Emigração da Madeira para o Hawaii.
Painel II Cordofones tradicionais.
Público alvo: Público em geral.
Entrada Gratuita.

7 Maio | 21h |Fortaleza de São João Baptista.
“Festa dos 140 anos”.
Festa de encerramento. Convívio informal de partilha de conhecimentos e experiências entre músicos, convidados e público em geral. A destacar um espetáculo promovido pela Associação Xarabanda e sessões de improviso musical.
Público alvo: Público em geral.
Entrada Gratuita.

Madeira Flower Collection
11 maio 2019 - 11 maio 2019
Local: Madeira Flower Collection
Preço: Entrada gratuita

Considerando que a Festa da Flor é um dos maiores cartazes promocionais da Madeira e um dos principais eventos organizados pela Secretaria Regional do Turismo e Cultura – Direção Regional do Turismo (SRTC/DRT) e que a Moda pode e deve trazer contemporaneidade a um cartaz com muitos anos de existência, a Associação de Empresários Madeirenses (AJEM) promove com o apoio da SRTC/DRT, o – MADEIRA FLOWER COLLECTION (MFC).

Estarão aptos a serem selecionados todos os jovens criadores com idade superior a 16 anos que completem a ficha de inscrição. No caso de selecionados, os participantes comprometem-se a produzir e a apresentar 3 coordenados, no MADEIRA FLOWER COLLECTION, a realizar-se no dia 11 de Maio, incluído nas comemorações da Festa da Flor. As inscrições estão abertas até dia 5 de abril de 2019.

Concerto "Saudades do Max"
12 maio 2019 - 12 maio 2019
Local: MUDAS - Museu de Arte Contemporânea da Madeira
Preço: Entrada gratuita

O Governo Regional da Madeira, através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, promove o espetáculo “Saudades do Max”, no Auditório do Mudas - Museu de Arte Contemporânea da Madeira, na Calheta, no dia 12 de maio, às 21h00.

O evento que pretende recriar os anos de ouro das noites da Madeira, conta com atuação de Vânia Fernandes, Diana Duarte e Elisa Silva, que dão voz ao disco lançado no dia 29 de novembro, no Centro de Congressos do Casino da Madeira.

Dia Internacional das Histórias de Vida
16 maio 2019 - 16 maio 2019
Local: CEHA - Centro de Estudos de História do Atlântico - Alberto Vieira
Preço: Entrada gratuita

Programa: 18h00 Sessão de abertura 18h15 Apresentação do livro "Tens Saudades Minhas", de Graça Alves 18h30 Mesa Redonda: "Quando o indivíduo encontra a História" 19h00 Árvore da Vida (evocação de memórias do Porto Santo) e abertura da exposição. Este evento é de entrada livre.

MADS Musical "Madeira, uma História de Amor"
17 maio 2019 - 18 maio 2019
Local: Centro de Congressos da Madeira
Preço: Entrada gratuita

O MADS levará à cena o musical "MADEIRA, UMA HISTÓRIA DE AMOR" no Centro de Congressos da Madeira, dias 17 e 18 de maio do presente ano.

“Madeira – Uma História de Amor” resulta de uma encomenda artística solicitada no âmbito das Comemorações alusivas aos 600 Anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e Porto Santo, à Madeira Amateur Dramatic Society (MADS). A estreia deste Musical, que será de entrada livre e bilingue, decorrerá no Centro de Congressos – Casino da Madeira e terá lugar no dia 17 de Maio, pelas 21:00 horas, estando previstas, no dia 18 de Maio, duas sessões, a primeira às 17:00 horas e, a segunda, às 21:00 horas. 
O musical “Madeira - Uma História de Amor" é inspirado na Lenda de Machim. A história dos 600 anos da Madeira será contada através da personagem Maria do Mar, uma jovem estudante que está a escrever uma peça de teatro sobre o tema e que, a meio do processo de pesquisa, escrita e ensaios do espetáculo, começa a ter informações preciosas sobre a história dos seis séculos da Madeira, sussurradas aos seus ouvidos através da voz do fantasma de Robert Machim. Assim como Robert Machim e Ana d’Arfet, Maria do Mar também viverá um amor proibido com um jovem de origem humilde chamado Pedro, por quem se apaixona perdidamente. Desta forma, será traçado um paralelo entre a história de amor de Maria do Mar e Pedro, e a vivida por Robert Machim e Ana d’Arfet que, ao fugirem da Inglaterra com destino à França, enfrentam uma violenta tempestade e acabam por atracar na Ilha da Madeira, mais concretamente, em Machico. O espectáculo conta com um elenco de cerca de 50 pessoas, entre atores, cantores e bailarinos. Nos papéis principais estão Micaela Abreu (Maria do Mar) e Diogo Garcia (Pedro). As várias personagens que aparecem ao longo da história falam, de acordo com a sua origem, em Português e Inglês, com tradução simultânea nos dois idiomas. As canções inseridas no espectáculo e cantadas ao vivo pelo elenco, são bastante conhecidas de todos e fazem parte do repertório de artistas como Mariza, António Zambujo, Luísa Sobral, Max, Elvis Presley, entre outros. 

 

“MADEIRA, UMA HISTÓRIA DE AMOR”

Centro de Congressos do Casino da Madeira

Dia 17 de Maio – 21:00

Dia 18 de Maio – 17:00 e 21:00

Texto e Encenação: Eduardo Gaspar

Cenário e Figurinos: Miguel Sá Fernandes

Produção Musical: Paulo Ferraz

Direção Musical e Arranjos: Ricardo Dias

Arranjos Vocais: Lidiane Duailibi

Torneio de Golf 600 anos/ACIF/SGF
19 maio 2019 - 19 maio 2019
Local: Clube de Golf do Santo da Serra
Preço: Entrada gratuita

Este evento, no âmbito das comemorações dos 600 anos da Descoberta das Ilhas da Madeira e Porto Santo, realiza-se no dia 19 de maio, no Clube de Golf do Santo da Serra, às 09h00.

Tardes com História
22 maio 2019 - 22 maio 2019
Local: Centro de Estudos de História do Atlântico
Preço: Entrada gratuita

Estas sessões têm, como objetivo, promover o conhecimento, dando a conhecer alguns dos temas trabalhados, quer pelo CEHA, quer por entidades que têm sido parceiras na construção da História do Atlântico. Trata-se de ações de divulgação que visam dar a conhecer histórias da nossa História coletiva. A entrada é livre. A Palestra “O saque ao Funchal de 1556" é o título da sessão desta quarta-feira, que tem início às 18h00, no CEHA e será proferida pelo Dr. António Brehm.

Histórias e Lendas com e sem emendas
23 maio 2019 - 23 maio 2019
Local: Fórum Machico
Preço: Entrada gratuita

Sinopse: Um grupo de Atores de Rua chega à Madeira na atualidade, em plena Festa do Vinho. No curso narrativo da peça percebe-se que não vieram por acaso e que procuram o portal que os levará a casa - a Atlântida. Viajam no tempo com a ajuda do livro branco de Salomé e confrontam-se com diversas personagens e lendas que os orientam no caminho...

SOBRE O ESPETÁCULO |
Integrando valores defendidos no ano europeu do património cultural (2018), a ATEF quis focar na sua temporada artística 2018-2019, as histórias e lendas da Madeira e
Porto Santo. Guardados e permanentemente avivados na tradição oral, os contos e as lendas da Madeira e Porto Santo constituem um património cultural imaterial, com
grande impacto junto da população e que urge " retirar do esquecimento, do tempo e do silêncio". Com inspiração em muitas recolhas já editadas deste património, considerou a ATEF, fazer desta temática, a sua primeira produção em 2019, tornando-a contributo do programa oficial de comemoração dos 600 anos da descoberta da
Madeira.

O espetáculo será apresentado no Funchal | Cine Teatro Stº António e, em resposta a uma encomenda artística feita à ATEF pela Secretaria Regional de Turismo e Cultura | SRTC, apresentar-se-á nos concelhos de Machico, Calheta e Porto Santo, com o intuito de devolver ao público, em versão cénica, algumas das lendas e contos do seu imaginário, como homenagem à sua Gente e à sua História.

Lendas abordadas: Lenda da Atlântida, Lenda da Descoberta da Madeira, Lenda da Capela das Almas Pobres, Lenda da Srª do Monte, História dos Corcundas, Lenda do Cabo Girão, Lenda do Tesouro da Furneira, Lenda da Velha da Levada, Lenda dos Huguenotes, Lenda da Espada de D. Sebastião, Lenda de Arguim, Lenda do
Cavalum, Lenda dos Profetas, Lenda do tesouro da Capitão Kid, Lenda de Machim.

Encontro Regional de Bandas Filarmónicas
23 maio 2019 - 26 maio 2019
Local: Ribeira Brava
Preço: Entrada gratuita

A 36ª Edição do Encontro Regional de Bandas Filarmónicas da Região realiza-se de 23 a 26 de maio, na Ribeira Brava.

Piratas na Terra de Machim
24 maio 2019 - 24 maio 2019
Local: Fórum Machico
Preço: Entrada gratuita

O Teatro Experimental da Camacha (TEC) estreia no dia 24 de maio, no Fórum Machico, uma nova produção, um espetáculo de teatro para a infância intitulado "Piratas na Terra de Machim". Esta produção foi uma encomenda artística da Secretaria Regional do Turismo e Cultura para os 600 anos. Será apresentada no dia 24 às 10h e às 15 e no dia 26 de maio, às 16h.

Tardes com História
29 maio 2019 - 29 maio 2019
Local: Centro de Estudos de História do Atlântico
Preço: Entrada gratuita

Estas sessões têm, como objetivo, promover o conhecimento, dando a conhecer alguns dos temas trabalhados, quer pelo CEHA, quer por entidades que têm sido parceiras na construção da História do Atlântico. Trata-se de ações de divulgação que visam dar a conhecer histórias da nossa História coletiva. A entrada é livre. A Palestra “O Peso das coisas perdidas, sobre passaportes devolvidos”, é o título da sessão desta quarta-feira, que tem início às 18h00, no CEHA e será proferida pela Dra. Cláudia Faria.

Exposição "Imagens e Memórias do Concelho de Câmara de Lobos"
30 maio 2019 - 30 maio 2019
Local: Casa da Cultura - Câmara de Lobos
Preço: Entrada gratuita

O Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira (ABM) abre ao público, no dia 30 de maio, uma exposição fotográfica e documental dedicada ao concelho de Câmara de Lobos. A inauguração será às 14h30, na Casa da Cultura de Câmara de Lobos.

Lançamento da Revista "Arquivo Histórico da Madeira - Nova Série"
6 junho 2019 - 6 junho 2019
Local: Arquivo Regional da Madeira
Preço: Entrada gratuita

A Secretaria Regional do Turismo e Cultura e o Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira (ABM) lançam no próximo dia 6 de junho a Revista "Arquivo Histórico da Madeira - Nova Série", às 18:00 horas, no Arquivo Regional da Madeira. Este evento insere-se nas Comemorações do Dia Internacional dos Arquivos.

Histórias e Lendas com e sem emendas
7 junho 2019 - 7 junho 2019
Local: MUDAS, Calheta
Preço: Entrada gratuita

Sinopse: Um grupo de Atores de Rua chega à Madeira na atualidade, em plena Festa do Vinho. No curso narrativo da peça percebe-se que não vieram por acaso e que procuram o portal que os levará a casa - a Atlântida. Viajam no tempo com a ajuda do livro branco de Salomé e confrontam-se com diversas personagens e lendas que os orientam no caminho...

SOBRE O ESPETÁCULO |
Integrando valores defendidos no ano europeu do património cultural (2018), a ATEF quis focar na sua temporada artística 2018-2019, as histórias e lendas da Madeira e
Porto Santo. Guardados e permanentemente avivados na tradição oral, os contos e as lendas da Madeira e Porto Santo constituem um património cultural imaterial, com
grande impacto junto da população e que urge " retirar do esquecimento, do tempo e do silêncio". Com inspiração em muitas recolhas já editadas deste património, considerou a ATEF, fazer desta temática, a sua primeira produção em 2019, tornando-a contributo do programa oficial de comemoração dos 600 anos da descoberta da
Madeira.

O espetáculo será apresentado no Funchal | Cine Teatro Stº António e, em resposta a uma encomenda artística feita à ATEF pela Secretaria Regional de Turismo e Cultura | SRTC, apresentar-se-á nos concelhos de Machico, Calheta e Porto Santo, com o intuito de devolver ao público, em versão cénica, algumas das lendas e contos do seu imaginário, como homenagem à sua Gente e à sua História.

Lendas abordadas: Lenda da Atlântida, Lenda da Descoberta da Madeira, Lenda da Capela das Almas Pobres, Lenda da Srª do Monte, História dos Corcundas, Lenda do Cabo Girão, Lenda do Tesouro da Furneira, Lenda da Velha da Levada, Lenda dos Huguenotes, Lenda da Espada de D. Sebastião, Lenda de Arguim, Lenda do
Cavalum, Lenda dos Profetas, Lenda do tesouro da Capitão Kid, Lenda de Machim.

Lançamento da emissão filatélica dos CTT / 600 anos
7 junho 2019 - 7 junho 2019
Local: Museu Frederico de Freitas
Preço: Entrada gratuita

A emissão de selos da Madeira, por ocasião das Comemorações dos 600 anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo, realizar-se-á no dia 07 de junho, pelas 16h00 na Casa Museu Frederico de Freitas, na Calçada do Pico.

Revoltas e Motins na História da Madeira e Porto Santo
7 junho 2019 - 7 junho 2019
Local: São Vicente
Preço: Entrada gratuita

Este evento inclui pinturas, tertúlias e representações teatrais sobre as revoltas e motins na História da Madeira e Porto Santo. A primeira iniciativa realiza-se no dia 7 de junho, às 18h30, no Restaurante "A Cataplana", em São Vicente.

Conceito

Ao longo dos seis séculos da História do Arquipélago, registaram-se vários tumultos - por reivindicações de ordem económica, por indignação à arrogância das autoridades e por questões sociais e políticas. Sempre que tal acontecia, surgiam as forças militares e ou políticas enviadas por Lisboa. Mas, nem sempre era fácil, abrandar os ânimos encrespados.

O projeto pretende assinalar estes momentos da História da Madeira, oferecendo ao público uma exposição itinerante de pinturas alusivas aos mesmos, da autoria da Professora Margarida Jardim. Na inauguração de cada exposição, terá lugar uma tertúlia com quatro oradores convidados, assim como uma representação teatral sobre o tema, ‘Revoltas e Motins nos 600 Anos de História da Madeira’.     

Locais da Exposição

Câmaras Municipais dos concelhos indicados. No Funchal, o evento é apresentado no Café Golden Gate.

  • 7 de Junho - São Vicente, Restaurante A Cataplana (18h30)
  • 12 de Julho – Funchal, Café Golden (19h30)
  • 25 de Outubro - Porto Santo (19h30)
  • 27 de Novembro - Ribeira Brava (18h30)

Oradores

  • Dr. Emanuel Janes
  • Dr. Alberto João Jardim
  • Dr. Marcelino Castro
  • Dr. Guilherme Silva

Manifestações Teatrais

  • Eduardo Luís - Actor e Encenador
  • Filipe Luz - Actor e Professor do Conservatório
Histórias e Lendas com e sem emendas
14 junho 2019 - 14 junho 2019
Local: Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Sinopse: Um grupo de Atores de Rua chega à Madeira na atualidade, em plena Festa do Vinho. No curso narrativo da peça percebe-se que não vieram por acaso e que procuram o portal que os levará a casa - a Atlântida. Viajam no tempo com a ajuda do livro branco de Salomé e confrontam-se com diversas personagens e lendas que os orientam no caminho...

SOBRE O ESPETÁCULO |
Integrando valores defendidos no ano europeu do património cultural (2018), a ATEF quis focar na sua temporada artística 2018-2019, as histórias e lendas da Madeira e
Porto Santo. Guardados e permanentemente avivados na tradição oral, os contos e as lendas da Madeira e Porto Santo constituem um património cultural imaterial, com
grande impacto junto da população e que urge " retirar do esquecimento, do tempo e do silêncio". Com inspiração em muitas recolhas já editadas deste património, considerou a ATEF, fazer desta temática, a sua primeira produção em 2019, tornando-a contributo do programa oficial de comemoração dos 600 anos da descoberta da
Madeira.

O espetáculo será apresentado no Funchal | Cine Teatro Stº António e, em resposta a uma encomenda artística feita à ATEF pela Secretaria Regional de Turismo e Cultura | SRTC, apresentar-se-á nos concelhos de Machico, Calheta e Porto Santo, com o intuito de devolver ao público, em versão cénica, algumas das lendas e contos do seu imaginário, como homenagem à sua Gente e à sua História.

Lendas abordadas: Lenda da Atlântida, Lenda da Descoberta da Madeira, Lenda da Capela das Almas Pobres, Lenda da Srª do Monte, História dos Corcundas, Lenda do Cabo Girão, Lenda do Tesouro da Furneira, Lenda da Velha da Levada, Lenda dos Huguenotes, Lenda da Espada de D. Sebastião, Lenda de Arguim, Lenda do
Cavalum, Lenda dos Profetas, Lenda do tesouro da Capitão Kid, Lenda de Machim.

Ciclo de Concertos “Música na Natureza” - Porto Santo
14 junho 2019 - 16 junho 2019
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Concertos em espaços de natureza emblemáticos no Porto Santo e identificados como locais seguros, acessíveis e de interesse natural.

Para este Ciclo de Concertos no Porto Santo foram convidados três grupos/músicos distintos e ecléticos.


Miradouro do Furado Norte - Morenos - 14 de junho, 20h30

Quarteto Moritz (Tradicional / World Music) – Braguinha; Guitarra; Contrabaixo; Piano.

 

Miradouro das Flores - Calheta - 15 de junho, 20h30

Projeto Trigo (Tradicional Madeirense / World Music) – Guitarra acústica; Guitarra elétrica; Voz.

 

Pedreira - 16 de junho, 19h00

Fennel Shore (Jazz / Bossa nova / etc.) – Piano; Guitarra; Percussão

 

Entidade responsável pela produção do evento:

600 Anos 600 Músicos
21 junho 2019 - 21 junho 2019
Local: Estádio dos Barreiros
Preço: Entrada gratuita

O "O Gigante", uma obra original de Jorge Salgueiro, é uma encomenda artística no âmbito dos 600 anos do Descobrimento da Madeira e Porto Santo e vai reunir na estreia, no dia 21 de junho, às 21h30, no Estádio dos Barreiros, cerca de seis centenas de músicos de 21 formações musicais.

Os bilhetes são gratuitos, para maiores de 6 anos e poderão ser levantados no Posto de Turismo da avenida arriaga, a partir do dia 27 de maio.

Exposição "Horizontes", de Jorge Martins
22 junho 2019 - 31 dezembro 2019
Local: MUDAS - Museu de Arte Contemporânea da Madeira
Preço: Entrada gratuita

A abertura da Exposição "Horizontes", de Jorge Martins realiza-se no dia 22 de junho, às 18h00, no MUDAS - Museu de Arte Contemporânea da Madeira, na Calheta. Esta iniciativa insere-se na programação das Comemorações dos 600 anos da Descoberta das Ilhas da Madeira e Porto Santo.

Final Madeira a Cantar
28 junho 2019
Local: Funchal
Preço: Entrada gratuita

Grande final com os 12 concorrentes apurados dos diversos concelhos da RAM do projeto Madeira a Cantar, no dia 28 de junho, às 21h00, na Praça do Povo, no Funchal.

Desde o dia 14 de julho de 2018 que as vozes da Região se juntaram para comemorar os 600 anos do descobrimento da Madeira e do Porto Santo de forma melódica, onde irão brilhar esta noite e celebrar esta efeméride, que marca uma era sem precedentes na história de Portugal.
Não perca esta oportunidade de testemunhar a grande final com os 12 concorrentes apurados dos diversos concelhos da RAM e deixe-se levar pelas vozes de mais este espetáculo da responsabilidade da Comissão para os 600 anos do descobrimento da Madeira e do Porto Santo.


Junte-se a nós!

 

"Madeira Somos Nós"
29 junho 2019 - 29 junho 2019
Local: Praça do Povo - Funchal
Preço: Entrada gratuita

Espetáculo Final do Projeto "Madeira Somos Nós", com Salvador Martinha, a realizar no dia 29 de junho, às 19h00, na Praça do Povo, Funchal.

ESTE PROJETO, INÉDITO E PROJETADO, PELA SRTC, ATRAVÉS DA DRT, INTEGRANDO AS COMEMORAÇÕES DOS 600 ANOS.

 

  • Envolve os 11 concelhos da RAM e vem reforçar o conhecimento, a valorização e a maior aproximação dos mais jovens quer ao destino Madeira e à sua oferta global, quer à atividade turística propriamente dita.
  • Visa promover o maior envolvimento de toda a comunidade – e não só a educativa – de cada concelho, na identificação e maior afirmação das especificidades locais que, somadas, contribuem para a diversidade, riqueza e diferenciação do produto global que somos, abrindo espaço para a descoberta de novas vocações e futuras opções profissionais ligadas ao setor do turismo.
"Madeira Somos Nós - Porto Santo"
30 junho 2019 - 30 junho 2019
Local: Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Espetáculo Final do Projeto "Madeira Somos Nós", com Salvador Martinha, a realizar no dia 30 de junho no Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo, às 20h30.

ESTE PROJETO, INÉDITO E PROJETADO, PELA SRTC, ATRAVÉS DA DRT, INTEGRANDO AS COMEMORAÇÕES DOS 600 ANOS.

 

  • Envolve os 11 concelhos da RAM e vem reforçar o conhecimento, a valorização e a maior aproximação dos mais jovens quer ao destino Madeira e à sua oferta global, quer à atividade turística propriamente dita.
  • Visa promover o maior envolvimento de toda a comunidade – e não só a educativa – de cada concelho, na identificação e maior afirmação das especificidades locais que, somadas, contribuem para a diversidade, riqueza e diferenciação do produto global que somos, abrindo espaço para a descoberta de novas vocações e futuras opções profissionais ligadas ao setor do turismo.
Exposição "Imagens e Memórias do Concelho de São Vicente"
2 julho 2019 - 2 julho 2019
Local: Centro de Promoção Cultural de São Vicente
Preço: Entrada gratuita

O Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira (ABM) abre ao público, no dia 2 de julho, uma exposição fotográfica e documental dedicada ao concelho de São Vicente. A inauguração será às 18h00, no Centro de Promoção Cultural de São Vicente.

Museus em Festa - CMFF
2 julho 2019 - 5 julho 2019
Local: Casa Museu Frederico de Freitas
Preço: Entrada gratuita

“Museus em Festa”, assim se chama o novo projecto educativo infanto-juvenil das Comemorações dos 600 Anos do Descobrimento da Madeira e Porto Santo que vai decorrer durante todo o mês de Julho e envolve os cinco museus dependentes da Secretaria Regional do Turismo e Cultura.

O primeiro ateliê, “Jardinarte – à volta dos azulejos”, na Casa-Museu Frederico de Freitas, que se realiza de 02 a 05 de Julho, está direcionado para crianças entre os sete e os doze anos, decorrendo, maioritariamente, ao ar livre, nos jardins da Casa da Calçada, desenvolvendo-se à volta dos seis séculos de história do Arquipélago, em azulejos. Será igualmente proporcionada uma experiência directa com o barro e outros materiais usados na azulejaria, numa sessão prática orientada com a artesã Paula Gomes da oficina “Azuldesejo” do Paúl do Mar.

Refira-se que este Projeto decorrerá ao longo de todo o mês de julho, envolvendo os Museus tutelados pelo Governo Regional, nas datas que abaixo se indicam:

 

  • Casa-Museu Frederico de Freitas, de 2 a 5 de julho
  • MUDAS. Museu de Arte Contemporânea, de 8 a 13 de julho
  • Museu Quinta das Cruzes, de 16 a 19 de julho
  • Museu Etnográfico da Madeira, de 23 a 25 de julho
  • Universo de Memórias João Carlos Abreu, de 29 a 31 de julho
Concerto de Homenagem a John dos Passos
6 julho 2019 - 6 julho 2019
Local: Vila da Ponta do Sol
Preço: Entrada gratuita

Este concerto será protagonizado pelos músicos, artistas e grupos culturais do Concelho da Ponta do Sol e será realizado no dia 6 de julho, às 20h00, na avenida 1º de maio, Vila da Ponta do Sol, no âmbito das Comemorações dos 600 anos da Descoberta das Ilhas da Madeira e Porto Santo.

Este concerto será protagonizado pelos músicos, artistas e grupos culturais do Concelho da Ponta do Sol:

Grupo de Folclore da Ponta do Sol

Banda Municipal da Ponta do Sol

Pequenos Avessos

Escola de Música da Casa do Povo da Ponta do Sol (Professores, alunos, Grupo Coral e Grupo de Cantares)

Associação Retoiça

Grupos Paroquiais do Carvalhal, Piedade, Cristo Rei e Lombada

Solistas: Adelino Santana, Beatriz Caboz, Diana Aguiar, Elisa Silva, Alberto Reis e Oriana Neto

Arranjos musicais: Ângelo Santos, Antelmo Caboz, Gonçalo Caboz e Élio Jardim

Direção Artística: Ângelo Santos

Produção: Secretaria Regional do Turismo e Cultura / Comemorações dos 600 anos da Descoberta das Ilhas da Madeira e Porto Santo

Lançamento da moeda 600 anos
8 julho 2019 - 8 julho 2019
Local: Praça do Fórum Machico
Preço: Entrada gratuita

O lançamento da moeda 600 anos, por ocasião das Comemorações dos 600 anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo, realizar-se-á no dia 08 de julho, pelas 21h30 na Praça do Fórum Machico e será seguido do Concerto "Saudades do Max".

Museus em Festa - MUDAS
8 julho 2019 - 13 julho 2019
Local: MUDAS - Museu de Arte Contemporânea da Madeira
Preço: Entrada gratuita

Decorrerá de 8 a 13 de julho, no Mudas - Museu de Arte Contemporânea da Madeira, o Projeto "Museus em Festa", integrado no Programa de Comemorações dos 600 Anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e Porto Santo, com a semana pedagógica “MUDAS.HOTsummer”. São várias as actividades programadas para este espaço e que visam não só promover o “diálogo” com o espólio do museu, como também a reflexão sobre o passado e presente do arquipélago.

"Pão de açúcar”, o primeiro, vai registar em 600 peças, em cerâmica terracota, o ciclo económico do açúcar, “Jardins impressos”, o segundo, abarca o povoamento da Madeira e Porto Santo com a produção de imagens sobre a flora endémica da Região, a terceira e quarta, “Manchas que contam histórias” e a “Forma do horizonte” pretendem a exploração de técnicas de desenho e pintura, abordando, com este objectivo, os diversos conteúdos da história dos 600 anos do arquipélago, “Viagem guiada / visita poético-musical”, a quinta vai proporcionar a apresentação de desempenhos performativos enquadrados numa viagem pelos espaços do “MUDAS”, em que os viajantes serão guiados por Dom Duarte de Brito e Dona Joana Cabral, os primeiros moradores da Casa das Mudas, “Concerto para bebés”, a sexta, vai colocar em diálogo a coleção do museu com apontamentos musicais, de forma a estimular sensorialmente os bebés num ambiente mágico de sons, cores e formas, por fim, “O horizonte – conta um conto” cujo centro serão as obras que integram a exposição de Jorge Martins presentemente em exibição e que incluirá apontamentos musicais e contadores de estórias.

Refira-se que este conjunto de actividades da semana pedagógica “MUDAS.HOTsummer” destina-se a público que vai desde as creches, infantários, escolas, lares, centros de dia, centro de desenvolvimento e programas de ocupação de tempos livres.

 

Refira-se que este Projeto decorrerá ao longo de todo o mês de julho, envolvendo os Museus tutelados pelo Governo Regional, nas datas que abaixo se indicam:

 

  • Casa-Museu Frederico de Freitas, de 2 a 5 de julho
  • MUDAS. Museu de Arte Contemporânea, de 8 a 13 de julho
  • Museu Quinta das Cruzes, de 16 a 19 de julho
  • Museu Etnográfico da Madeira, de 23 a 25 de julho
  • Universo de Memórias João Carlos Abreu, de 29 a 31 de julho
Campeonato de Portugal de Cruzeiros 2019
11 julho 2019 - 14 julho 2019
Local: Madeira/Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

O Campeonato de Portugal de Cruzeiros, a ter lugar no período de 11 a 14 de Julho, é um evento desportivo de âmbito nacional sob a égide da Federação Portuguesa de Vela, Associação Nacional de Cruzeiros e localmente promovida pela Associação Regional de Vela da Madeira e demais parceiros e associados oriundos das Ilhas da Madeira e Porto Santo.

Pretende-se a sua associação ao programa das festividades da Descoberta da Madeira e Porto Santo, e desta forma enriquecer as comemorações dos “600 Anos Madeira e Porto Santo”, uma vez que tal feito foi possível numa conjuntura da náutica de recreio.

Revoltas e Motins na História da Madeira e Porto Santo
12 julho 2019 - 12 julho 2019
Local: Funchal - Golden Gate Grand Café
Preço: Entrada gratuita

Este evento inclui pinturas, tertúlias e representações teatrais sobre as revoltas e motins na História da Madeira e Porto Santo. A segunda iniciativa realiza-se no dia 12 de julho, às 19h30, no Golden Gate Grand Café, no Funchal.

Conceito

Ao longo dos seis séculos da História do Arquipélago, registaram-se vários tumultos - por reivindicações de ordem económica, por indignação à arrogância das autoridades e por questões sociais e políticas. Sempre que tal acontecia, surgiam as forças militares e ou políticas enviadas por Lisboa. Mas, nem sempre era fácil, abrandar os ânimos encrespados.

O projeto pretende assinalar estes momentos da História da Madeira, oferecendo ao público uma exposição itinerante de pinturas alusivas aos mesmos, da autoria da Professora Margarida Jardim. Na inauguração de cada exposição, terá lugar uma tertúlia com quatro oradores convidados, assim como uma representação teatral sobre o tema, ‘Revoltas e Motins nos 600 Anos de História da Madeira’.     

Locais da Exposição

Câmaras Municipais dos concelhos indicados. No Funchal, o evento é apresentado no Café Golden Gate.

  • 7 de Junho - São Vicente, Restaurante A Cataplana (18h30)
  • 12 de Julho – Funchal, Café Golden (19h30)
  • 25 de Outubro - Porto Santo (19h30)
  • 27 de Novembro - Ribeira Brava (18h30)

Oradores

  • Dr. Emanuel Janes
  • Dr. Alberto João Jardim
  • Dr. Marcelino Castro
  • Dr. Guilherme Silva

Manifestações Teatrais

  • Eduardo Luís - Actor e Encenador
  • Filipe Luz - Actor e Professor do Conservatório
Camacha de Ontem Madeira de Sempre
13 julho 2019 - 14 julho 2019
Local: Largo da Achada - Camacha
Preço: Entrada gratuita

Este projeto consiste num Cortejo Etnográfico com cerca de 500 figurantes, envolvendo e mobilizando as várias Associações e Grupos culturais da Freguesia da Camacha.

Programa do evento:

 

Sábado - 13 de julho
das 12h00 às 22h00 - Mostra Gastronómica e Animação Cultural
18h30 - Cortejo Etnográfico

 

Domingo, 14 de julho

das 12h00 às 22h00 - Mostra Gastronómica e Animação Cultural

16h00 - Corrida de Carros de Pau

 

Museus em Festa - Museu Quinta das Cruzes
16 julho 2019 - 19 julho 2019
Local: Museu Quinta das Cruzes
Preço: Entrada gratuita

Decorrerá de 16 a 19 de julho, no Museu Quinta das Cruzes, o Projeto "Museus em Festa", integrado no Programa de Comemorações dos 600 Anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e Porto Santo, com o projeto "6 séculos 6 Histórias".

O Projeto Museu da Quinta das Cruzes denomina-se "6 séculos, 6 histórias” em que com seis contos, respectivamente, “A Casa das Cruzes”, “A Quinta das Cruzes”, “Funchal: porto de ligação para o mundo”, “Viagens em papel”, “Um museu de artes decorativas”, “O objecto de ontem, testemunhos do amanhã” que se iniciam no século XVI até alcançarem o actual, o XXI, contam, através de um conjunto de objectos não só a história do próprio museu como também a da Madeira e Porto Santo.

​Próxima iniciativas "Museus em Festa": 

  • Museu Etnográfico da Madeira, de 23 a 25 de julho
  • Universo de Memórias João Carlos Abreu, de 29 a 31 de julho
Exposição Biobibliográfica sobre Herberto Helder
18 julho 2019 - 18 setembro 2019
Local: Casa Museu Frederico de Freitas
Preço: Entrada gratuita

Inaugura na próxima quinta-feira, dia 18 de Julho, pelas 18.00h, na Casa Museu Frederico de Freitas, a Exposição “Herberto Helder – por sobre as águas” promovida pela Secretaria Regional do Turismo e Cultura (SRTC), realizada no âmbito das Comemorações dos 600 anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo.

A exposição biobibliográfica sobre Herberto Helder, unanimemente considerado nacional e internacionalmente como um dos melhores poetas europeus contemporâneos, natural do Funchal (1930–2015), inclui a mostra de todas as primeiras edições do conjunto de cerca de quarenta títulos em poesia e em prosa da obra do poeta nascido na Madeira, publicadas entre 1958 e 2018.

Para além da obra publicada em volume, são mostradas raras edições de antologias, cadernos e revistas literárias em que Herberto Helder colaborou desde os anos 50 do século XX, na Madeira (Arquipélago, Poemas Bestiais, Búzio),  em Lisboa (Folhas de Poesia e Pirâmide) e em Coimbra (Êxodo), quer com autores madeirenses como António Aragão, Carlos Camacho e Jorge de Freitas, Edmundo de Bettencourt e Lourdes de Castro, quer com poetas nacionais como Jorge de Sena, Carlos de Oliveira, David Mourão-Ferreira, entre outros.

Na Exposição biobibliográfica “Herberto Helder – por sobre as águas” são reproduzidas fotografias inéditas do poeta (no Funchal, em Santarém, em Lisboa e em Luanda) e o conjunto das apenas cinco entrevistas que concedeu durante as cerca de seis décadas de produção literária, para além de cartas suas dirigidas a personalidades maiores da cultura portuguesa como Sophia de Mello Breyner, Eduardo Prado Coelho e Eduardo Lourenço.

Ao longo da exposição sobre a vida e obra de Herberto Helder são documentados factos até hoje pouco conhecidos do público em geral, nomeadamente a sua condenação num processo movido pela P.I.D.E. e a apreensão de um livro seu.

Realizada em parceria com a Biblioteca Nacional de Portugal e a Universidade da Madeira, com curadoria da Professora Doutora Diana Pimentel, a exposição “Herberto Helder – por sobre as águas” integra também o projecto artístico inédito de Filipa Cruz “Até Os Tempos Não Mais Serem Interditos”, no qual se procura pensar a poesia de Herberto Helder enquanto comentário à materialidade e à imaterialidade da poesia.

No decurso da exposição os visitantes poderão aceder a um conjunto de materiais multimédia: registos áudio de poemas de Herberto Helder ditos por si próprio (em 1968 e em 2014), adaptações digitais de “A máquina de emaranhar paisagens” e de “A Ascenção dos Hipopótamos” (publicados nos cadernos de Poesia Experimental em 1964-1966), para além de um documentário e uma reportagem sobre o autor realizados para a RTP2, em 2007 e 2008.

A exposição “Herberto Helder – por sobre as águas” estará patente ao público na Casa Museu Frederico de Freitas entre 18 de Julho e 18 de Setembro.

Museus em Festa - Museu Etnográfico da Madeira
23 julho 2019 - 26 julho 2019
Local: Museu Etnográfico da Madeira
Preço: Entrada gratuita

Decorrerá de 23 a 26 de julho, no Museu Etnográfico da Madeira, o Projeto "Museus em Festa", integrado no Programa de Comemorações dos 600 Anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e Porto Santo, com o projeto "Sardas e a Nave Sacarina".

Na quarta semana, nos dias 23, 24, 25 e 26, o Museu Etnográfico da Madeira organiza o “Sardas e nave sacarina” que inclui a apresentação do livro homónimo, de António pascal, Lídia Góes Ferreira e Nélia Reis,  com leituras sucessivas e sensibilização para o património cultural, a que se junta a “Urban kids skecthers”, isto nos três dias das actividades, cujos principais temas são a descoberta da Madeira, o desbravamento da floresta, o trigo, açúcar, vinho e turismo, o aparecimento dos engenhos (com recurso à tracção animal, energia hidráulica, vapor, electricidade).

​Próxima iniciativa "Museus em Festa": 

  • Universo de Memórias João Carlos Abreu, de 29 a 31 de julho
Fado à Beira-Mar
25 julho 2019 - 25 julho 2019
Local: Baía da Ribeira Brava
Preço: Entrada gratuita

Nos próximos dias 25, 26 e 27 julho, realizar-se-ão 3 eventos de fado, na baía da Ribeira Brava, baía de Câmara de Lobos e Engenho do Porto da Cruz, respetivamente. O tema é “Fados à Beira-Mar”, pelas 21h00, de cada dia, com os fadistas madeirenses Paulo Amaro, Laura Silva, Rui Fernando, Ricardo Freitas, Maria José e tem como convidada especial a fadista Mara Pedro.

MADS Musical "Madeira, uma História de Amor"
26 julho 2019 - 27 julho 2019
Local: Centro de Congressos da Madeira
Preço: Entrada gratuita

O MADS volta a levar à cena o musical "MADEIRA, UMA HISTÓRIA DE AMOR" no Centro de Congressos da Madeira, dias 26 e 27 de julho do presente ano.

“Madeira – Uma História de Amor” resulta de uma encomenda artística solicitada no âmbito das Comemorações alusivas aos 600 Anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e Porto Santo, à Madeira Amateur Dramatic Society (MADS). Este Musical, que será de entrada livre e bilingue, decorrerá no Centro de Congressos – Casino da Madeira e terá lugar nos dias 26 e 27 de julho, pelas 21:00 horas.
O musical “Madeira - Uma História de Amor" é inspirado na Lenda de Machim. A história dos 600 anos da Madeira será contada através da personagem Maria do Mar, uma jovem estudante que está a escrever uma peça de teatro sobre o tema e que, a meio do processo de pesquisa, escrita e ensaios do espetáculo, começa a ter informações preciosas sobre a história dos seis séculos da Madeira, sussurradas aos seus ouvidos através da voz do fantasma de Robert Machim. Assim como Robert Machim e Ana d’Arfet, Maria do Mar também viverá um amor proibido com um jovem de origem humilde chamado Pedro, por quem se apaixona perdidamente. Desta forma, será traçado um paralelo entre a história de amor de Maria do Mar e Pedro, e a vivida por Robert Machim e Ana d’Arfet que, ao fugirem da Inglaterra com destino à França, enfrentam uma violenta tempestade e acabam por atracar na Ilha da Madeira, mais concretamente, em Machico. O espectáculo conta com um elenco de cerca de 50 pessoas, entre atores, cantores e bailarinos. Nos papéis principais estão Micaela Abreu (Maria do Mar) e Diogo Garcia (Pedro). As várias personagens que aparecem ao longo da história falam, de acordo com a sua origem, em Português e Inglês, com tradução simultânea nos dois idiomas. As canções inseridas no espectáculo e cantadas ao vivo pelo elenco, são bastante conhecidas de todos e fazem parte do repertório de artistas como Mariza, António Zambujo, Luísa Sobral, Max, Elvis Presley, entre outros. 

 

“MADEIRA, UMA HISTÓRIA DE AMOR”

Centro de Congressos do Casino da Madeira

Dia 26 de julho – 21:00

Dia 27 de julho – 21:00

Texto e Encenação: Eduardo Gaspar

Cenário e Figurinos: Miguel Sá Fernandes

Produção Musical: Paulo Ferraz

Direção Musical e Arranjos: Ricardo Dias

Arranjos Vocais: Lidiane Duailibi

Fado à Beira-Mar
26 julho 2019 - 26 julho 2019
Local: Baía de Câmara de Lobos
Preço: Entrada gratuita

Nos próximos dias 25, 26 e 27 julho, realizar-se-ão 3 eventos de fado, na baía da Ribeira Brava, baía de Câmara de Lobos e Engenho do Porto da Cruz, respetivamente. O tema é “Fados à Beira-Mar”, pelas 21h00, de cada dia, com os fadistas madeirenses Paulo Amaro, Laura Silva, Rui Fernando, Ricardo Freitas, Maria José e tem como convidada especial a fadista Mara Pedro.

Fado à Beira-Mar
27 julho 2019 - 27 julho 2019
Local: Engenho do Porto da Cruz
Preço: Entrada gratuita

Nos próximos dias 25, 26 e 27 julho, realizar-se-ão 3 eventos de fado, na baía da Ribeira Brava, baía de Câmara de Lobos e Engenho do Porto da Cruz, respetivamente. O tema é “Fados à Beira-Mar”, pelas 21h00, de cada dia, com os fadistas madeirenses Paulo Amaro, Laura Silva, Rui Fernando, Ricardo Freitas, Maria José e tem como convidada especial a fadista Mara Pedro.

Museus em Festa - Universo de Memórias
29 julho 2019 - 31 julho 2019
Local: Universo de Memórias
Preço: Entrada gratuita

Decorrerá de 29 a 31 de julho, no Universo de Memórias, o Projeto "Museus em Festa", integrado no Programa de Comemorações dos 600 Anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e Porto Santo, com o projeto “Dona Joana Rabo de Peixe”.

Finalmente, a encerrar o projecto, o Universo de Memórias de João Carlos Abreu preparou para o “Museus em Festa”, nos dias 29, 30 e 31, uma abordagem literária sobre a obra “Dona Joana Rabo de Peixe”, que retrata a vivência e o quotidiano das gentes da Zona Velha da Cidade entre os anos 40 e 90 do século passado, recorrendo ao espólio do museu, neste caso, com as peças directamente relacionadas com as “estórias” que o livro conta.

Regata "Discoveries Race 2019"
31 julho 2019 - 14 agosto 2019
Local: Funchal
Preço: Entrada gratuita

Esta Regata pretende ser uma homenagem aos Grandes Países descobridores e aos territórios descobertos.

Esta segunda edição será lançada a partir de Viana do Castelo, Portugal, tendo como destino final Las Palmas de Gran Canaria, passando pelo Funchal.

A DISCOVERIES RACE 2019 visa não só promover o intercâmbio desportivo, cultural e económico, mas também descobrir e desenvolver a compreensão e amizade entre amigos de diferentes nacionalidades. unidos por uma paixão comum; o Mar.

 

Exposição "Em Viagem"
31 julho 2019 - 31 janeiro 2020
Local: Quinta Magnólia
Preço: Entrada gratuita

No dia 31 de julho abrirá ao público a exposição coletiva de artes plásticas “em viagem”, organizada no âmbito das “Comemorações dos 600 anos do Descobrimento das Ilhas de Porto Santo e Madeira”, que conta com a curadoria de Márcia de Sousa e Rita Rodrigues. Esta mostra marca a reabertura da galeira de arte da Quinta Magnólia, espaço que esteve fechado temporáriamente para obras de reabilitação e requalificção.

A exposição “em viagem” reúne uma seleção de obras de vinte e dois jovens artistas de origem madeirense, e, procura dar seguimento a projetos desenvolvidos anteriormente como a exposição 20 Anos de Artes Plásticas na Madeira ou o Horizonte Móvel que, à data, contaram com a curadoria de Carlos Valente e de Isabel Santa Clara, respetivamente. 

Confirmadas estão as participações dos artistas plásticos Dayana Lucas, Barbara Sousa, Susana Figueira, Sérgio Benedito, Hélder Folgado, Daniel Melim, Cristiana Sousa, Hugo Brazão, Ricardo Barbeito, Martinho Mendes, Paulo Freitas, Sílvio Cró, Mariana Marote, Carla Cabral, Bruno Corte, Catarina Vieira, Miguel Ângelo Martins, Nuno Henrique, Desidério Sargo, Tiago Casanova, Pedro Berenguer e Emanuel Sousa. Em paralelo, será editado um catálogo com textos críticos de diversas personalidades com ligações ao campo das artes e investigação científica, como Vítor Magalhães, Catarina Pestana, Carlos Valente, António Barros, Teresa Gonçalves Lobo, Isabel Santa Clara, António Rodrigues, Márcia de Sousa, Rita Rodrigues, Ana Matos, Ana Isabel Moniz, Teresa Jardim, Patrícia Sumares, Luísa Spínola, Filipa Venâncio, Duarte Encarnação, Francisco Clode, Idalina Sardinha, Martina Emonts, Hugo Olim, Emanuel Gaspar, e Paulo Ladeira.

Espetáculo Circense
2 agosto 2019 - 2 agosto 2019
Local: Praça do Barqueiro no Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Espetáculo "Ocean of dreams" pela Paradise Circus a realizar no âmbito dos 600 anos, na Praça do Barqueiro, no Porto Santo, às 22h00.

Este espetáculo será um momento de artes circenses fundidas com a dança e o canto e contará com a presença de vários artistas:

artes circenses

andas

aéreos

acrobatas

dança vertical

malabaristas de bolas Poi

cuspidores de fogo

 

bailarinos

dança vertical

urban style

burlesque

jazz

 

cantora

Cristina Barbosa

 

 

Concerto "Saudades do Max"
16 agosto 2019 - 17 agosto 2019
Local: Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

O Governo Regional da Madeira, através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, promove o espetáculo “Saudades do Max”, no Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo, nos dias 16 e 17 de agosto.

O evento que pretende recriar os anos de ouro das noites da Madeira, conta com atuação de Vânia Fernandes, Diana Duarte e Elisa Silva, que dão voz ao disco lançado no dia 29 de novembro, no Centro de Congressos do Casino da Madeira.

Concerto Max
6 setembro 2019 - 6 setembro 2019
Local: Escola Agrícola da Madeira - São Vicente
Preço: Entrada gratuita

O Governo Regional da Madeira, através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, promove na Escola Agrícola de São Vicente, no dia 6 de setembro, às 18h00, o Concerto "Saudades do Max".

O evento que pretende recriar os anos de ouro das noites da Madeira, conta com atuação de Vânia Fernandes, Diana Duarte e Elisa Silva, que dão voz ao disco lançado em 2018.

Exposição de artesanato e fotografia
11 setembro 2019 - 11 novembro 2019
Local: Centro Cultural John dos Passos
Preço: Entrada gratuita

O Governo Regional da Madeira, através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura,inaugura o novo espaço de exposições temporárias no Centro Cultural John dos Passos, no próximo dia 11 de setembro, às 17h00, com a exposição de artesanato e fotografia da autoria de artesãos locais, dedicada às Celebrações dos 600 anos.

Nesta iniciativa participam 15 artesãos locais. As fotos são da autoria de Aly Freitas.

Congresso: Vida e Obra de John dos Passos
12 setembro 2019 - 13 setembro 2019
Local: Centro Cultural John dos Passos
Preço: Entrada gratuita

Procurando contribuir para o estudo e para a divulgação da obra de John dos Passos, o Governo Regional da Madeira e a Secretaria Regional de Turismo e Cultura, via Direção Regional de Cultura, promovem, nos dias 12 e 13 de setembro de 2019, no Auditório do Centro Cultural John Dos Passos, na Ponta do Sol, o Congresso Internacional John Dos Passos: Vida e Obra, incluído das Comemorações dos 600 Anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e Porto Santo e numa organização que conta com os apoios previstos no âmbito destas comemorações.

O programa do Congresso incluirá intervenções de vários oradores convidados que integram a Comissão Científica, a qual reúne académicos que, a nível nacional e internacional, têm feito da leitura da obra de John Dos Passos objeto da sua investigação e dado o seu contributo para um melhor conhecimento do homem e da sua obra. Considerando que John Dos Passos é um autor de relevância reconhecida no seu tempo, acrescido do facto de ter ascendência madeirense, é de elevada importância a realização, na R.A.M. e no Centro que ostenta o seu nome, deste Congresso Internacional. Assim, justifica-se, sobremaneira, a importância da presença de docentes da R.A.M., sobretudo aqueles que lecionam a disciplina de inglês com algum enfoque literário, para se inteirarem das mais recentes tendências investigativas à volta deste autor e, bem assim, a partilharem com os seus alunos no âmbito das suas atividades letivas.

Ficha de Inscrição | Registration form:

https://bit.ly/2k07K9q

 

PROGRAMA:

 

12 de setembro, quinta-feira, às 09h30

 

Congresso Internacional “John Dos Passos: Vida e Obra”

International Congress “John Dos Passos: Life and Works”

Auditório do Centro Cultural John Dos Passos

 

Manhã:

 

09.30 – 10.30              Sessão de Abertura

                                    Intervenções Oficiais

 

Lucy Dos Passos Coggin

Madeira, a Lasting Image in My Father’s Mind

 

10.30 – 11.00              Coffee Break

 

11.00 – 12.00              Sessão Plenária – Moderador: Bernardo de Vasconcelos

 

Aaron Shaheen (Universidade de Chattanooga)

Time, Youth, and Violence in the Literary Landscapes of John Dos Passos

 

12.00 – 14.00              Almoço

 

Tarde:

 

14.00 – 15.30              Painel 1 – Moderador: Maria Zina de Abreu

 

Fernanda Luísa Feneja (Universidade de Lisboa)

The individual quest – aspects of naturalism in Dos Passos’s war fiction

Jaime Costa (Universidade do Minho)

The ‘Head and Mind’ of John dos Passos

                                   

15.30 – 16.00              Coffee Break

 

16.00 – 17.30              Painel 2 – Moderador: Jane Spínola

 

João Bernardo Silva (Universidade de Nottingham)

The fiction of Dos Passos in the history of literary style

Bernardo de Vasconcelos (Universidade da Madeira)

Dos Passos: Translation and Reception in European Portuguese

 

Noite:

 

21.00 – 22.15              Concerto de Homenagem a John Dos Passos

                                    Largo da Restauração, Av. Arriaga, Funchal

 

 

13 de setembro, sexta-feira, às 09h30

Auditório do Centro Cultural John Dos Passos

 

Manhã:

 

09.30 – 10.30              Screening do documentário The Odyssey of John Dos Passos (1994)

 

10.30 – 11.00              Coffee Break

 

11.00 – 11.45              Moderador: Bernardo de Vasconcelos

 

John Dos Passos Coggin

Discovering and Curating the Dos Passos Legacy

 

12.00 – 12.30              Anúncio da obra e autor vencedores do Prémio John Dos Passos – Ensaio 2019

Sessão de Encerramento

Concerto de Homenagem a John dos Passos
12 setembro 2019 - 12 setembro 2019
Local: Largo da Restauração - Funchal
Preço: Entrada gratuita

Este concerto será protagonizado pelos músicos, artistas e grupos culturais do Concelho da Ponta do Sol e será realizado no dia 12 de setembro, às 21h00, no Largo da Restauração, no Funchal, no âmbito das Comemorações dos 600 anos da Descoberta das Ilhas da Madeira e Porto Santo.

Este concerto será protagonizado pelos músicos, artistas e grupos culturais do Concelho da Ponta do Sol:

Grupo de Folclore da Ponta do Sol

Banda Municipal da Ponta do Sol

Pequenos Avessos

Escola de Música da Casa do Povo da Ponta do Sol (Professores, alunos, Grupo Coral e Grupo de Cantares)

Associação Retoiça

Grupos Paroquiais do Carvalhal, Piedade, Cristo Rei e Lombada

Solistas: Adelino Santana, Beatriz Caboz, Diana Aguiar, Elisa Silva, Alberto Reis e Oriana Neto

Arranjos musicais: Ângelo Santos, Antelmo Caboz, Gonçalo Caboz e Élio Jardim

Direção Artística: Ângelo Santos

Produção: Secretaria Regional do Turismo e Cultura / Comemorações dos 600 anos da Descoberta das Ilhas da Madeira e Porto Santo

Torneio de Golfe Colombo - 600 Anos
14 setembro 2019 - 14 setembro 2019
Local: Campo de Golfe do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Este Torneio de Golfe pretende reunir no Porto Santo praticantes e entusiastas da modalidade que, num ambiente de anda camaradagem, disputarão o troféu de melhor golfista do evento, que irá decorrer entre as 9 às 15 horas.

No contexto de um dos melhores campos de golfe da Europa, desenhado pelo histórico Severiano Ballesteros, este evento promete ser uma forma original de celebrar os 600 Anos da Descoberta da Madeira e do Porto Santo, afirmando a competitividade e as condições únicas que a Região dispõe para a prática de uma modalidade com milhões de seguidores em todo o mundo. 

Machico em Festa
14 setembro 2019 - 14 setembro 2019
Local: Baía de Machico
Preço: Entrada gratuita

O Governo Regional da Madeira, através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, organiza no próximo dia 14 de setembro, na Baía de Machico, o evento "Machico em Festa", no âmbito das Comemorações dos 600 anos.

Machico em Festa

14 de setembro de 2019

A partir das 18h30: Música Ambiente

20H00 - 22h00 DJ 

22H00 - 23h15 Cristina Barbosa

23H25 - Espetáculo Ocean of Dreams - Blue Ocean Edition

24H00 - Espetáculo Piromusical e Multimédia

Tardes com História
16 outubro 2019 - 16 outubro 2019
Local: Centro de Estudos de História do Atlântico
Preço: Entrada gratuita

Estas sessões têm, como objetivo, promover o conhecimento, dando a conhecer alguns dos temas trabalhados, quer pelo CEHA, quer por entidades que têm sido parceiras na construção da História do Atlântico. Trata-se de ações de divulgação que visam dar a conhecer histórias da nossa História coletiva. A entrada é livre. "Paisagem enquanto bem público, entre poios, natureza e (des)ordenamento" é o título da sessão no dia 16 de outubro, que tem início às 18h00, no CEHA e será proferida pelo Dr. Ilídio Sousa.

10º Festival de Órgão da Madeira
18 outubro 2019 - 27 outubro 2019
Local: RAM
Preço: Entrada gratuita

10º Festival de Órgão da Madeira / 18-27 outubro 2019 “Seis séculos de música para órgão". No âmbito da celebração dos seiscentos anos da descoberta das ilhas do Porto Santo e da Madeira, o 10º Festival de Órgão da Madeira evoca o percurso da História da Música ao longo desses seis séculos, apresentando uma programação que se estende desde o século XV até aos nossos dias.

PROGRAMA

 

Dos dois lados do Atlântico – O órgão no século XX

Stephen Tharp, órgão

6ª feira, 18 de Outubro, 21h30

Funchal, Igreja de São João Evangelista (Colégio)

Frequentemente associado ao período barroco, o órgão foi alvo do interesse de muitos compositores ao longo do século XX, que deixaram uma vasta produção para o instrumento. O virtuoso americano Stephen Tharp – um especialista na execução de música daquele período – dá-nos a conhecer uma pequena parte do repertório organístico de novecentos.

 

O caminho para Monteverdi – música em torno dos conventos femininos italianos no Cinquecento

Rosana Orsini, soprano

Marco Aurelio Brescia, órgão

Sábado, 19 de Outubro, 21h30

Machico, Igreja de N.ª Senhora da Conceição

Ao longo do século XVI, a música para órgão foi-se progressivamente desligando da polifonia vocal, assumindo uma individualidade própria. Paralelamente, a escrita para voz valoriza cada vez mais a expressividade da melodia – muitas vezes acompanhada com órgão – abrindo caminho para a linguagem do século seguinte. O organista Marco Aurelio Brescia e a soprano Rosana Orsini exploram esta dupla evolução da música vocal e organística ao longo da centúria de quinhentos.

 

Ave maris stella – Maria, a Estrela do Mar

Mediae Vox Ensemble

Maria Bayley, órgão e órgão portativo

Filipa Taipina, direcção

Sábado, 19 de Outubro, 20h30

Porto Santo, Igreja de N.ª Sra. da Piedade

Domingo, 20 de Outubro, 18h00

Ponta do Sol, Igreja de N.ª Senhora da Luz

Segunda-feira, 21 de Outubro, 21h30

Funchal, Convento do Bom Jesus

A devoção à Virgem Maria é umas das temáticas mais exploradas desde o final da Idade Média.  A designação de Maria como «Estrela do Mar» remonta ao século IX e foi adoptada como protectora e guia de quem viaja pelos oceanos e vive nas zonas costeiras. Nestes concertos, rodeados pleo Atlântico, teremos como fio condutor o tema do hino medieval Ave maris stella.

 

A arte da transcrição – Uma visão de Scarlatti, Bach e Rameau

Yves Rechsteiner, órgão

Terça-feira, 22 de Outubro, 21h30

Funchal, Igreja de São João Evangelista (Colégio)

Os múltiplos recursos técnicos e tímbricos do órgão fizeram dele, desde muito cedo, um meio ideal para a execução de obras originalmente escritas para outros instrumentos ou formações. Bach, Haendel, Vierne ou Duruflé são alguns dos compositores que se dedicaram a essa técnica. Neste concerto, Yves Rechsteiner apresenta transcrições de obras orquestrais do século XVIII, tirando partido das potencialidades do novo órgão da igreja do Colégio.

 

La Superba – O despertar do violoncelo

Diana Vinagre, violoncelo barroco

João Vaz, órgão

Quarta-feira, 23 de Outubro, 21h30

Funchal, Igreja de Santa Luzia
As qualidades tímbricas e a projecção sonora do violoncelo, exploradas por inúmeros compositores italianos a partir do século XVII, levaram à sua afirmação enquanto instrumento solista. De Frescobaldi, autor da Canzona «detta la Superba», às Sonatas de Domenico Gabrieli, o violoncelo de Diana Vinagre encherá a nave Igreja de Santa Luzia, ao lado do seu órgão histórico.

 

O órgão no século XXI

António Esteireiro, órgão

Bem-Aventuranças – Estreia absoluta

Laura Mendes, órgão

Halyna Stetsenko, órgão de coro

Quinta-feira, 24 de Outubro, 21h30

Funchal, Igreja de São João Evangelista (Colégio)

Estreia de peça evocativa da descoberta do arquipélago da Madeira, encomendada pelo Governo Regional da Madeira ao compositor Pedro Macedo Camacho.

 

Harmonies of Dust and Space – Órgão, electrónica e expressão corporal

Eva Darracq, órgão

Carole Garriga, expressão corporal

Sexta-Feira, 25 de Outubro, 21h30

Funchal, Igreja de São Martinho

Explorando os elementos: Terra, Água, Fogo, Ar, Espaço. Um espectáculo de expressão corporal, órgão e música electrónica com obras colectivas da autoria de Eva Darracq-Antesberger, Nathalie Aguer, Paul Husky and Philippe Andéol, incluindo duas estreias absolutas:

Christophe Robert (1980)

Flame Heath (Brünhilde's sleep), para órgão e electrónica

Composta para órgão e electrónica, Flame Heath é inspirada numa página do Flower Book do pintor inglês Edward Burne Jones. Nesta série de miniaturas, o artista pré-rafaelita é inspirado pelo nome de certas flores para nelas encontrar uma ilustração mitológica. A astronoma, em inglês de flame heath (charneca de fogo), dá origem à visão de Brünhilde adormecida por um feitiço de seu pai Wotan e cercada por chamas.

Eva Darracq (1975), Paul Husky (1983) e Nathalie Aguer (1977)

Derive Island para órgão, dança e electrónica ao vivo

Derive Island foi criada especialmente para o Festival de Órgão da Madeira. Inspirada na descoberta da ilha, especialmente no nível dos elementos: a embarcação que é o órgão, movimentos da água, deriva, planos sobrepostos, navegação no e para o desconhecido... As rotas nem sempre levam até lá, onde imaginamos!

 

Saint-Saëns, Sinfonia «com órgão»

Orquestra Clássica da Madeira

João Vaz, Laura Mendes, órgãos

Martin André, direcção

Sábado, 26 de Outubro, 21h30

Funchal, Sé

Completada em 1886 e estreada em Londres sob a direcção do compositor, a Sinfonia nº 3 de Camille Saint-Saëns é a mais famosa obra orquestral com órgão. A Orquestra Clássica da Madeira, sob a direcção de Martin André, apresenta pela primeira vez na Região a Sinfonia «com órgão», usando os dois instrumentos da Sé do Funchal.

 

Missa Dominical

João Vaz, Laura Mendes, órgãos

Domingo, 27 de Outubro, 11h00

Funchal, Sé

Como em anos anteriores, artistas intervenientes no Festival de Órgão da Madeira colaboram numa celebração litúrgica. A música de órgão e os próprios instrumentos poderão ser ouvidos no contexto para o qual foram concebidos originalmente.

 

O Barroco na Madeira – António Pereira da Costa

Ensemble Bonne Corde

Miguel Jalôto, órgão

Diana Vinagre, direcção

Domingo, 27 de Outubro, 18h00

Funchal, Convento de Santa Clara

Miguel Jalôto e o Ensemble Bonne Corde, dirigido por Diana Vinagre apresentam a primeira execução em instrumentos antigos dos Concertos Grossos com Doys Violins, e Violão de Concertinho Obrigados, e Outros Doys Violins, Viola e Orgão de António Pereira da Costa, que desempenhou funções de mestre de capela na Sé do Funchal em meados de setecentos.

Tardes com História
23 outubro 2019 - 23 outubro 2019
Local: Centro de Estudos de História do Atlântico
Preço: Entrada gratuita

Estas sessões têm, como objetivo, promover o conhecimento, dando a conhecer alguns dos temas trabalhados, quer pelo CEHA, quer por entidades que têm sido parceiras na construção da História do Atlântico. Trata-se de ações de divulgação que visam dar a conhecer histórias da nossa História coletiva. A entrada é livre. "Mira, mira las Chirimoya! De Gibraltar para a Madeira" é o título da sessão no dia 23 de outubro, que tem início às 18h00, no CEHA e será proferida pelo Dra. Cláudia Faria.

Tardes com História
30 outubro 2019 - 30 outubro 2019
Local: Centro de Estudos de História do Atlântico
Preço: Entrada gratuita

Estas sessões têm, como objetivo, promover o conhecimento, dando a conhecer alguns dos temas trabalhados, quer pelo CEHA, quer por entidades que têm sido parceiras na construção da História do Atlântico. Trata-se de ações de divulgação que visam dar a conhecer histórias da nossa História coletiva. A entrada é livre. "O diabo no convento. O processo na Inquisição da Madre Isabel Filipa de Santo António (1751-1755)" é o título da sessão no dia 30 de outubro, que tem início às 18h00, no CEHA e será proferida pelo Dra. Cristina Trindade.

Exposição de fotografia
Ciclo de conferências no Porto Santo
Madeira a Cantar - Câmara de Lobos
Contributo da Expansão Portuguesa para a Economia Mundial
Madeira a Cantar - Calheta
Concerto Max
Moda Madeira
10 Aniversário Órgão Colégio 2018 - Lançamento CD
Volta à Cidade do Funchal
Atlas Linguístico-Etnográfico da Madeira e Porto Santo
Madeira a Cantar - Ribeira Brava
CASTING - MADS
Madeira a Cantar - Funchal Oeste
Venerável Irmã Wilson História da Vida e Obra
Conferência Lendas e Património
Madeira a Cantar - Machico
Música a Norte
Exposição "Imagens e Memórias do Concelho da Calheta"
Madeira 600 Anos, Globalização
Histórias e Lendas com e sem emendas
Música a Norte
Série documental: Madeira 600 Anos, Natureza
Cerimónia de apresentação do Programa das Comemorações dos 600 Anos para o ano de 2019
Música a Norte
Formação: Gestão de Projetos Culturais
Tardes com História
Madeira a Cantar - Ponta do Sol
Música a Norte
Monte do Imperador
Tardes com História
Tardes com História
Prémio John dos Passos
Tardes com História
Lançamento do Livro "Para (um) a História do Porto Santo"
Tardes com História
Lançamento do documentário Portuguese in Hawaii
Do Braguinha ao Ukelele - uma viagem de 140 anos
Madeira Flower Collection
Concerto "Saudades do Max"
Dia Internacional das Histórias de Vida
MADS Musical "Madeira, uma História de Amor"
Torneio de Golf 600 anos/ACIF/SGF
Tardes com História
Histórias e Lendas com e sem emendas
Encontro Regional de Bandas Filarmónicas
Piratas na Terra de Machim
Tardes com História
Exposição "Imagens e Memórias do Concelho de Câmara de Lobos"
Lançamento da Revista "Arquivo Histórico da Madeira - Nova Série"
Histórias e Lendas com e sem emendas
Lançamento da emissão filatélica dos CTT / 600 anos
Revoltas e Motins na História da Madeira e Porto Santo
Histórias e Lendas com e sem emendas
Ciclo de Concertos “Música na Natureza” - Porto Santo
600 Anos 600 Músicos
Exposição "Horizontes", de Jorge Martins
Final Madeira a Cantar
"Madeira Somos Nós"
"Madeira Somos Nós - Porto Santo"
Exposição "Imagens e Memórias do Concelho de São Vicente"
Museus em Festa - CMFF
Concerto de Homenagem a John dos Passos
Lançamento da moeda 600 anos
Museus em Festa - MUDAS
Campeonato de Portugal de Cruzeiros 2019
Revoltas e Motins na História da Madeira e Porto Santo
Camacha de Ontem Madeira de Sempre
Museus em Festa - Museu Quinta das Cruzes
Exposição Biobibliográfica sobre Herberto Helder
Museus em Festa - Museu Etnográfico da Madeira
Fado à Beira-Mar
MADS Musical "Madeira, uma História de Amor"
Fado à Beira-Mar
Fado à Beira-Mar
Museus em Festa - Universo de Memórias
Regata "Discoveries Race 2019"
Exposição "Em Viagem"
Espetáculo Circense
Concerto "Saudades do Max"
Concerto Max
Exposição de artesanato e fotografia
Congresso: Vida e Obra de John dos Passos
Concerto de Homenagem a John dos Passos
Torneio de Golfe Colombo - 600 Anos
Machico em Festa
Tardes com História
10º Festival de Órgão da Madeira
Tardes com História
Tardes com História