Exposição "As ilhas do Ouro Branco"
15 novembro 2017 - 30 março 2018
Local: Lisboa
Preço: 6€

O Museu de Arte Antiga de Lisboa, acolhe a exposição subordinada ao tema ”As Ilhas do Ouro Branco".

Esta exposição, reúne parte do rico património e espólio artístico da Região, num total de 86 obras de arte, nunca dantes reunidas no mesmo espaço museológico, percorrendo seis séculos de história, com destaque particular para o período alusivo  à introdução e ao desenvolvimento em larga escala do cultivo da cana-de-açúcar no arquipélago da Madeira, nos finais da primeira metade do século XV, e exportada numa fase inicial para Lisboa e depois por toda a Europa, nomeadamente para os portos da Flandres, Bruges e Antuérpia, partir onde os mercadores trocavam «ouro branco», por peças de arte sobretudo de carater religioso , entre as quais esculturas, pinturas e ourivesaria sacra.  
 
De entre as peças em exposição destaque particular para peças como a “Virgem e o Menino”(séc. XV), o Retábulo dos Reis Magos (séc. XVI) e o Tríptico de Nossa Senhora da Misericórdia ladeada pelos santos Cristóvão, Paulo, Pedro e Sebastião da autoria de Jan Provost da escola flamenga datado 1529.

Para mais informação: http://museudearteantiga.pt/exposicoes/as-ilhas-do-ouro-branco 

Apresentação do Programa das Comemorações dos 600 anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo
20 março 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Apresentação Pública do Programa Oficial das Celebrações alusivas aos 600 anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo

O Programa Oficial das Celebrações alusivas aos 600 anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo são hoje apresentadas no Porto Santo. Celebrações que, integrando o Programa de Governo para o presente mandato, foram, desde logo, consideradas como uma prioridade no respeitante à área da cultura, a decorrer entre 2018 e 2020, na base de um projeto transversal a toda a sociedade, com visibilidade nacional e internacional, capaz de catapultar o nome da Região como fonte de cultura, história e saber.

 

Leia aqui o Programa da cerimónia

Ciclo de Concertos “Música na Natureza” - Praia da Calheta
6 abril 2018
Local: Porto Santo - Praia da Calheta
Preço: Entrada gratuita

Concertos em espaços de natureza emblemáticos no Porto Santo e identificados como locais seguros, acessíveis e de interesse natural: Praia da Calheta.

Para este Ciclo de Concertos no Porto Santo foram convidados três grupos/músicos distintos e ecléticos.
EcoTrio (Jazz) – Trompete; Guitarra; Contrabaixo.
• Vítor Sardinha & Nuno Nicolau (Tradicional Madeirense / World Music) – Violas de arame; Rajão.
• Triângulo (World Music) – Acordeão; Guitarra; Viola baixo; Percussão.


CONCERTO - Praia da Calheta - 6 de Abril de 2018, 20h
Um concerto ao pôr-do-sol para associar / complementar as sonoridades do trio escolhido com a luz poente a oeste da ilha do Porto Santo. Note-se que a maré estará em fase de descida do nível do mar, já que o momento de preia-mar ter-se-á dado às 18:49h, contribuindo deste modo para uma maior amplitude da zona da praia onde se dará o concerto.

 

O EcoTrio surgiu no ano de 2015 com o propósito de trazer os standards de jazz a novas paragens. Um trio móvel e compacto com Alexandre Andrade (Trompete); Vitor Anjo (Guitarra) e João Sousa (Contrabaixo).

A estética do grupo segue uma linha iniciada com Miles Davis em “ BirthofThe Cool” chamada West Coast Jazz.

Chet Baker, juntamente com o guitarrista Philip Catherine e o baixista Jean Louis Rassinfosse, passam o conceito para trio, sem bateria, criando “um sentido de swing apurado e subtil sem devaneios” e uma grande dose de lirismo.

 

PROGRAMA DO CONCERTO:

 

•Whisper Not…………………….…………..B. Golson

•It Could Happen to You………….Jimmy Van-Heusen

•All The Things You Are………………...JeromeKern

•I´ll Be Seeing You……………………….SammyFain

•Manhã de Carnaval……………………….Luís Bonda

•Garota de Ipanema……………..António Carlos-Jobim

•Wave……………………………António Carlos Jobim

•Just Friends……………………………...John Klenner

•Take The A Train……………………..BillyStrayhorn

 

Entidade responsável pela produção do evento:

Ciclo de Concertos “Música na Natureza” - Miradouro da Portela
7 abril 2018
Local: Porto Santo - Miradouro da Portela
Preço: Entrada gratuita

Concertos em espaços de natureza emblemáticos no Porto Santo e identificados como locais seguros, acessíveis e de interesse natural: Miradouro da Portela.

Para este Ciclo de Concertos no Porto Santo foram convidados três grupos/músicos distintos e ecléticos.
• EcoTrio (Jazz) – Trompete; Guitarra; Contrabaixo.
Vítor Sardinha & Nuno Nicolau (Tradicional Madeirense / World Music) – Violas de arame; Rajão.
• Triângulo (World Music) – Acordeão; Guitarra; Viola baixo; Percussão.

 


CONCERTO - Miradouro da Portela - 7 de Abril de 2018, 20h
Aproveitando o Pôr-do-sol ligeiramente a sul das Eiras e usufruir de um momento único de música tradicional madeirense e músicas do mundo sobre uma das mais belas vistas panorâmicas da ilha do Porto Santo.

 

Os músicos e compositores Vítor Sardinha e Nuno Nicolau têm-se apresentado em recital e concerto tocando a Viola de Arame, a maioria das vezes a solo.

 

No presente ano de 2018, desenvolvem um novo projeto de divulgação da Viola de Cinco Ordens noutro formato - um duo. Nesta abordagem, é possível ouvir as composições a solo e os temas comuns, explorados pelos intérpretes em diversos registos, onde a música erudita, o Jazz, o Chorinho, a tradição portuguesa e brasileira dão as mãos num colorido sonoro. Integram ainda todo o seu repertório na Lusofonia Atlântica e na dinâmica dos últimos anos na qual, a Viola de Cinco Ordens procura o seu devido lugar na História das práticas musicais de um vasto território geográfico – do Minho (Norte de Portugal) ao Rio Grande do Sul (no sul do Brasil), estando presente nos arquipélagos dos Açores, Madeira e Cabo Verde desde o princípio do seu povoamento.

 

A Viola de Arame (viola de cinco ordens ou viola barroca portuguesa) é ainda um fio condutor da Tradição Musical da Madeira e do Porto Santo, enquanto instrumento obrigatório, no Charamba e no Baile da Meia Volta, este último o mais emblemático da pequena Ilha de Porto Santo e único na Tradição de Portugal.

 

PROGRAMA DO CONCERTO:

 

• Do outro lado do mar

•Águas Mansas

•Ilhas afortunadas

•Valsinha do Regedor

•Valsa de embalar

•Rabaçal

• Fortaleza

•Pavão e Victória

•Caminhos da viola

•Chamarrita

•Levadas da Laurissilva

• Mares Cruzados

•Ribeiras de Lágrimas

•Encostado Norte

• As bordadeiras

 

(reportório original de Vítor Sardinha e Nuno Nicolau)

 

Entidade responsável pela produção do evento:

Ciclo de Concertos “Música na Natureza” - Pedreira
8 abril 2018
Local: Porto Santo - Pedreira
Preço: Entrada gratuita

Concertos em espaços de natureza emblemáticos no Porto Santo e identificados como locais seguros, acessíveis e de interesse natural: Pedreira.

Para este Ciclo de Concertos no Porto Santo foram convidados três grupos/músicos distintos e ecléticos.
• EcoTrio (Jazz) – Trompete; Guitarra; Contrabaixo.
• Vítor Sardinha & Nuno Nicolau (Tradicional Madeirense / World Music) – Violas de arame; Rajão.
• Triângulo (World Music) – Acordeão; Guitarra; Viola baixo; Percussão.

 


CONCERTO - Pedreira - 8 de Abril de 2018, 7h40

Concerto ao nascer do sol, beneficiando assim de uma excelente exposição de luz sobre a Vila Baleira.

 

As referências musicais deste agrupamento são vastas, fundamentadas noutras experiências e percursos artísticos desenvolvidos por estes músicos: Slobodan Sarcevic (Acordeão); Rodolfo Cró (Guitarra); Carlos Figueira (Viola Baixo); Duarte Salgado (Percussão). Assim, e baseando-se nos cruzamentos das ideias e pensamentos dos próprios, o Triângulo apresenta sonoridades diferentes, exibindo o repertório diversificado e baseado na música popular dos diferentes países. A música balcânica, o tango ou música francesa compõem o ambiente musical explorado por este grupo.

 

PROGRAMA DO CONCERTO:

 

• Viaggio.................................................Richard Galliano

• Christopher´s Bossa..............................Richard Galliano

• Tango pour Claude...............................Richard Galliano

• Oblivion...................................................Astor Piazzolla

• Adios Nonino...........................................Astor Piazzolla

• Suite hellenique........................................Pedro Iturralde

• Balkan Rhapsody......................................Pedro Iturralde

• Whiskey BeforeBreakfe.................Tradicional Irlandesa

 

Entidade responsável pela produção do evento:

Apresentação da MARCA 600 ANOS
12 abril 2018
Local: Infoart
Preço: Entrada gratuita

Apresentação da MARCA e Campanha de Comunicação alusivas aos 600 Anos dos Descobrimentos Madeira e Porto Santo, no Espaço Infoart.

Rali Porto Santo Line
13 abril 2018 - 14 abril 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

600 anos marcam presença no Rali Porto Santo Line.

As comemorações dos 600 anos da Descoberta da Madeira e do Porto Santo marcam presença no Rali Porto Santo Line, nos dias 13 e 14 de abril, onde o Presidente da Comissão Executiva, Dr. Guilherme Silva, fará a entrega do troféu 600 anos aos três primeiros classificados.

a 20ª edição do rali Porto Santo Line 2018 é a segunda prova do Campeonato da Madeira de Ralis.

“HISTÓRIA E CRIATIVIDADE”
16 abril 2018 - 19 abril 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Atividades de BD para o público infanto-juvenil.

Atividades infanto-juvenis na ilha do Porto Santo, com o propósito de sensibilizar este público-alvo para a riqueza histórica do arquipélago e incentivar a criação artística das crianças e jovens Porto-Santenses na área da Banda Desenhada, utilizando como base os textos referentes ao Porto Santo incluídos na obra “As Saudades da Terra” e a coleção “As Fantásticas Histórias da Madeira”, produzidas pela Livraria Sétima Dimensão.

Engloba atividades a realizar em 4 escolas do concelho e abrange diversas atividades para potenciar o processo criativo e a sensibilização dos conteúdos históricos dos jovens, entre os dias 17 e 19 de abril.

Todos os materiais utilizam excertos de textos sobre a História da Madeira, assim como citações de autores de referência nesta área, nomeadamente:
- “As Saudades da Terra, Livro II”, obra de Gaspar Frutuoso na sua edição de 1873 com anotações de Álvaro Rodrigues de Azevedo;
- “Descobrimento da Ilha da Madeira”, do Cónego Jerónimo Dias Leite, na edição de 2016 pela Imprensa Académica, com comentários de Cristina Trindade, Raimundo Quintal e Rui Carita;
- “História da Madeira, Volume I, Século XV – Matriz da Expansão Portuguesa”, de Rui Carita;
- Textos do blogue “Passos na Calçada” de Nelson Veríssimo.

 

Leia aqui a informação disponível sobre este evento.

“HAPPY ISLAND”
17 abril 2018 - 19 abril 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Residência Artística com o grupo "Dançando com a Diferença" para a criação da coreógrafa La Ribot.

Residência artística no Porto Santo no âmbito da criação de uma peça de Dança Contemporânea; 
Coreografia: La Ribot para o Dançando com a Diferença; Coprodução: Cia. La Ribot e Dançando com a Diferença, com apoio 600 Anos.


Como artista consagrada a nível mundial pelo seu trabalho multidisciplinar e único dentro da arte contemporânea, La Ribot, a convite da Direção Artística do grupo Dançando com a Diferença iniciou em julho de 2017 um conjunto de pequenas residências artísticas na Região Autónoma da Madeira a fim de conhecer de perto o trabalho do nosso grupo. Cativada pela qualidade do trabalho e dinamismo único deste grupo La Ribot aceita encabeçar esta nova criação como uma coprodução entre as duas companhias, Cia. LA RIBOT e Dançando com a Diferença.

Uma criação que se revelará algo único tendo em conta que esta representará a sua primeira experiência com elencos de bailarinos com necessidades especiais, a criação HAPPY ISLAND.

 

Apresentação da Festa da Flor
17 abril 2018 - 17 abril 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

Festa da Flor promete grande animação, ao longo de 4 semanas

Assinalando as comemorações alusivas aos 600 anos do Descobrimento das ilhas, a Festa da Flor decorre, pela primeira vez, ao longo de 4 semanas consecutivas.
Entre os dias 19 de abril e 13 de maio, promete grande animação na baixa citadina do Funchal mas, também, um pouco por toda a Região, através das iniciativas que serão promovidas, pelos Municípios, em homenagem à Flor.

Do Programa oficial do evento, apresentado esta tarde em Conferência de Imprensa pela Secretária Regional do Turismo, Paula Cabaço, destacam-se, enquanto pontos altos, a Cerimónia do Muro da Esperança (21 de abril), o Grande Cortejo Alegórico da Flor (22 de abril), a Cerimónia do Muro da Solidariedade (27 de abril), o Madeira Auto Parade (29 de abril), os Concertos em Homenagem à Flor (5 e 6 de maio) e a novidade desta edição, reservada para a quarta e última semana da Festa (entre os dias 10 e 13 de maio), com a instalação de Estruturas florais na Praça do Povo e ao longo da Avenida Sá Carneiro.
Merecem, igualmente, particular referência – enquanto principais atratividades deste cartaz – os tapetes florais, o Mercado das Flores e dos Sabores Regionais, a Exposição de Bordado Madeira e Artesanato Regional e toda a animação que irá decorrer no Largo da Restauração, da responsabilidade do IVBAM e, naturalmente, a animação que será dinamizada, durante todo o período da Festa, na Praça do Povo, integrada na 63ª Exposição da Flor – Pavilhão da Flor, numa organização da Secretaria Regional da Agricultura e Pescas.
Segundo a sondagem elaborada, na última semana de março, pela Direção Regional do Turismo, a Taxa de ocupação hoteleira global já ultrapassava, na altura, os 85%, estando prevista nova sondagem para a próxima quinta-feira, dia da sua abertura.

Festa da Flor 2018: "Madeira - 600 anos em flor"
19 abril 2018 - 13 maio 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

A Festa da Flor constitui uma homenagem à Primavera, e a celebração da metamorfose e do renascimento, da fertilidade e da abundância das flores que pintam, perfumam e inebriam o meio envolvente e que emprestam valor e levam o bom nome deste destino turístico além-fronteiras.

Descubra mais sobre o que esperar da Festa da Flor da Madeira, que terá lugar entre 19 de abril e 13 de maio

Sábado 
Na manhã de sábado tem lugar o Cortejo Infantil, no qual centenas de crianças, vestidas a preceito, desfilam até à Praça do Município para ali compor um belíssimo mural de flores simbolicamente denominado por “Muro da Esperança”.
Esta iniciativa, que se realiza há mais de três décadas, associa a singeleza infantil à delicadeza das flores, numa cerimónia que tem como propósito um apelo à paz no mundo. Cada criança leva uma flor e a cerimónia habitualmente culmina com uma largada de pombos e com um espetáculo infantil.

Domingo 
Na tarde de domingo, as ruas da baixa funchalense voltam a invadir-se de música, de cor e de suaves perfumes com o sumptuoso desfile de carros alegóricos que, harmoniosamente, conjugam múltiplas espécies florais com decorações repletas de criatividade. Este é o Cortejo Alegórico da Flor, um dos acontecimentos mais marcantes e dos mais aguardados de todo o certame, quer por visitantes, quer por residentes, que se realiza desde 1979. Pauta-se esta iniciativa pela magnificência e sumptuosidade dos carros alegóricos e dos trajes de centenas de figurantes, na maioria crianças, amplamente adornados com inúmeras, variadas e magníficas espécies florais que desfilam ao longo de um itinerário previamente estabelecido, ao som de alegres temas musicais e executando coreografias ora simples ou ora elaboradas.

A Festa da Flor é também um evento cultural. Associada ao evento destaca-se a tradição, quer através das atuações de grupos folclóricos, quer através da construção dos belos tapetes florais. Paralelamente homenageia-se a flor através da magnífica Exposição da Flor e anima-se a cidade com concertos musicais e espetáculos de variedades. 

Outras iniciativas que compõem o cartaz:

Mercado das Flores
O mercado das flores permite dar a conhecer ao público as inúmeras espécies florais e decorativas e a sua aquisição quer pelos visitantes, quer pela população local, num ambiente pitoresco e tradicional.

Exposição das Flores e Workshops
A Exposição da Flor ocorre no centro da cidade do Funchal mais concretamente na Praça do Povo, é uma continuação da exposição que se realizava no Ateneu Comercial do Funchal, que se iniciou nos anos cinquenta do século passado. Podem ser apreciados e avaliados os mais belos exemplares dos mais variados tipos de flores produzidas em toda a Madeira, desenvolvidos com todo o carinho e dedicação pelos seus cultivadores. As flores em exposição são avaliadas nas suas diversas categorias e distinguidas as melhores por um júri especializado.
A Praça do Povo será igualmente cenário de alguns workshops e mostras de artesanato

Tapetes e Decorações Florais
A profusão da flora madeirense contribuiu, em muito, para o estabelecimento desta manifestação artística. Esta tradição da construção dos tapetes florais prolifera um pouco por toda a ilha e teve origem na decoração das procissões religiosas. Graças à sua incontestável beleza e minúcia, de há uns anos a esta parte, os tapetes de flores passaram a estar patentes nas ruas por ocasião da Festa da Flor constituindo, a par das esculturas florais, um grande contributo para a magnificência das decorações citadinas, cuja construção criteriosa é partilhada e admirada pelos turistas que nos visitam. Estas maravilhosas peças de arte floral ocupam as placas centrais pedonais da Avenida Arriaga.

Madeira Auto Parade 
Organizada pela Associação “The Classic Motor Exhibition” - ACME e o Clube Carocha da Madeira, o “Madeira Auto Parade” é uma iniciativa integrada nas festividades da Festa da Flor.
Este certame, tem por objetivo juntar o glamour dos automóveis e das motas clássicas, às flores da Madeira, integrando uma das maiores exposições e Concurso de Restauro e Elegância a título nacional, uma oportunidade única para admirar alguns dos melhores veículos e peças automobilísticas, em exposição, na Avenida Francisco Sá Carneiro.
Os veículos inscritos neste desfile, irão circular aos pares, um certame que contará com momentos de muita animação, cor e beleza a cargo de várias bandas musicais e figurantes vestidas com trajes inspirados nas flores da Madeira.

 

Faça aqui o download do programa da Festa da Flor 2018.

 

Download do mapa do trajecto.

Cortejo da Festa da Flor
22 abril 2018 - 22 abril 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

"600 anos em Flor" percorreu as ruas do Funchal no último domingo.

Veja aqui as fotos.

Openday 2018
5 maio 2018
Local: Bruxelas
Preço: Entrada gratuita

As comemorações dos 600 anos do descobrimento da Madeira e do Porto Santo vão navegar até Bruxelas, capital política da União Europeia, e promover-se junto de países e regiões que integram o espaço comunitário.

O Governo Regional vai associar-se ao Open Day 2018, que terá lugar em Bruxelas, a 5 de maio, subordinado à temática do Ano Europeu do Património Cultural.
Esta é uma iniciativa que procura juntar grande parte dos países e regiões europeias em torno desta comemoração conjunta, tentando, simultaneamente, passar uma mensagem promocional junto das milhares de pessoas que deverão visitar o espaço, dentro do edifício do Conselho Europeu, que será aberto ao público. 
Esta é uma excelente oportunidade para ser dada maior visibilidade e alcance às celebrações dos 600 anos do Descobrimentos das Ilhas do Porto Santo e da Madeira, onde está incluída uma exposição fotográfica alusiva ao património cultural da região e um vídeo promocional, especificamente concebido para assinalar o Ano Europeu do Património Cultural.
Os produtos regionais e a gastronomia típica estarão em evidência no espaço onde a Madeira se fará representar, assim como, será disponibilizado material promocional relacionado com a oferta turística e as experiências que tanto a Madeira quanto o Porto Santo disponibilizam ao longo de todo o ano aos seus visitantes.

Concerto Maria Monda - 600 anos em Flor
5 maio 2018
Local: Forte de São Tiago
Preço: Entrada gratuita

Concerto de música de um grupo português.

Entrada Livre às 18 horas.

"Aquela nuvem e as outras - estória e baile"
6 maio 2018
Local: Casa Museu Frederico de Freitas
Preço: Entrada gratuita

Projecto para famílias d' A Monda Teatro Música

Entrada Livre às 18:30 horas.

“À DESCOBERTA DA MÚSICA”
10 maio 2018
Local: Auditório do Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Comemorar com Música, onde há 600 anos tudo começou, com o Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira, Eng.º Luiz Peter Clode.

Público alvo: Infanto-Juvenil

Horário: 14:00 às 18:00 (2 sessões)

Coordenador do Projeto: Paulo Jorge Viegas Anselmo


Local: Auditório do Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo

 

O Projeto “À Descoberta da Música” “criado e pensado” para o público Infanto-Juvenil, pretende nas suas animações com as escolas dar a oportunidade às crianças de terem um primeiro contacto com os instrumentos da orquestra e com a música. Em cada animação é realizada a apresentação instrumento a instrumento, de modo a que as crianças aprendam o seu modo de funcionamento, o timbre e a família que pertencem.

 

No decorrer da sessão é realizada a interpretação de algumas músicas nos vários instrumentos apresentados, criando a interação com o público presente, bem como, a experimentação por parte das crianças, a qual é de extrema importância a “vivência/exploração” do instrumento, não se limitando apenas a ouvir.

 

É feita uma projeção de filmes, terminado a sessão com a realização de um jogo interativo com a orquestra, onde as crianças podem ver e ouvir os instrumentos aprendidos no seu todo.

 

Pretendemos com estas animações sensibilizar, incentivar e educar as crianças a gostar de música de modo a motivá-las para a sua aprendizagem.

Instalações florais
10 maio 2018 - 13 maio 2018
Local: Praça do Povo e Avenida Francisco Sá Carneiro
Preço: Entrada gratuita

Com a Festa da Flor na sua reta final, entre os dias 10 e 13 de maio, estarão dispostas em dois pontos da cidade do Funchal instalações florais, dedicadas ao tema "600 anos em flor". Visite-nos!

“À DESCOBERTA DA MÚSICA”
11 maio 2018
Local: Auditório do Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Comemorar com Música, onde há 600 anos tudo começou!

Público alvo: Infanto-Juvenil

Horário: 09:00 às 12:30 (2 sessões) e 14:00 às 18:00 (2 sessões)

Coordenador do Projeto: Paulo Jorge Viegas Anselmo

Local: Auditório do Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo

 

O Projeto “À Descoberta da Música” “criado e pensado” para o público Infanto-Juvenil, pretende nas suas animações com as escolas dar a oportunidade às crianças de terem um primeiro contacto com os instrumentos da orquestra e com a música, com o apoio do Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira, Eng.º Luiz Peter Clode. Em cada animação é realizada a apresentação instrumento a instrumento, de modo a que as crianças aprendam o seu modo de funcionamento, o timbre e a família que pertencem.

 

No decorrer da sessão é realizada a interpretação de algumas músicas nos vários instrumentos apresentados, criando a interação com o público presente, bem como, a experimentação por parte das crianças, a qual é de extrema importância a “vivência/exploração” do instrumento, não se limitando apenas a ouvir.

 

É feita uma projeção de filmes, terminado a sessão com a realização de um jogo interativo com a orquestra, onde as crianças podem ver e ouvir os instrumentos aprendidos no seu todo.

 

Pretendemos com estas animações sensibilizar, incentivar e educar as crianças a gostar de música de modo a motivá-las para a sua aprendizagem.

CONCERTO DA ORQUESTRA ACADÉMICA
12 maio 2018
Local: Auditório do Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Comemorar com Música, onde há 600 anos tudo começou, com um concerto da Orquestra Académica do Conservatório - Escola Profissional das Artes da Madeira, engº Peter Clode.

Público alvo: residentes e turistas

Horário: 20:00 horas

Professor responsável: Francisco José Pereira Loreto


Local: Auditório do Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo

 

Enquadrado nas Comemorações dos 600 anos do Achamento do Porto Santo, é com enorme júbilo que a Orquestra Académica do Conservatório tem a honra de se apresentar pela primeira vez em concerto nesta ilha, com um programa sinfónico digno de qualquer sala de concertos por este mundo fora. Obras famosíssimas como o «Bolero» de Ravel, ou «Fantasma da Opera», estão entre as mais tocadas de todo o repertório sinfónico. 

 

João Gonçalves Zarco em 1418 ao descobrir um “Porto Santo” depois de uma tempestade, marcou com este feito os inícios de uma nova Era, a dos Descobrimentos, em que os portugueses foram fundamentais. Este empreendimento de descoberta de novos mundos contribuiu significativamente para o surgimento do Iluminismo no sec. XVII, essa que foi matriz fundamental do nosso mundo ocidental nos últimos séculos. E fruto deste pensamento Iluminista, a Arte performativa, onde se inclui os concertos públicos, ocupou um espaço no espetro cultural destes povos de natureza europeia, que nós nos orgulhamos de pertencer.

 

Nesta pequena ilha “onde tudo começou” há 600 anos, e apesar da dupla ultraperiferia que carateriza esta ilha atlântica, é um motivo de enorme orgulho podermos festejar exatamente com um Concerto este feito estoico, valente e imortal. Concluiremos este concerto com enorme «Pompa e Circunstância», interpretando a respetiva e fantástica Marcha nº 1 de Edouard Elgar.

 

Programa do Concerto:

«Bolero» de Maurice Ravel

Suite nº 1 «Carmen» de Georges Bizet

Suite nº 2 «L´Arlesienne» de Georges Bizet

«Fantasma da Opera» de Andrew Lloyd Webber

Marcha nº 1 «Pompa e Circunstância» de Edouard Elgar

Herdeiros dos Capitães do Donatário
14 maio 2018 - 20 maio 2018
Local: Centro Comercial La Vie
Preço: Entrada gratuita

Exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão, Perestrelo e Zarco.

No âmbito do projeto Mercado Quinhentista, da Escola Básica e Secundária de Machico, apresenta-se uma exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e Gonçalves Zarco.

Pretende-se, deste modo, dar a conhecer quem foram os homens que lideraram o processo de povoamento destas ilhas atlânticas.

Reavivando e reforçando a ligação da comunidade ao seu património e ao seu passado, serve também esta iniciativa para assinalar e comemorar os 600 anos da Madeira.

 

Público-alvo:
Estudantes, residentes e turistas

Dia Internacional das Histórias de Vida
16 maio 2018
Local: CEHA - Rua das Mercês 8
Preço: Entrada gratuita

No Dia Internacional das Histórias de Vida, o Centro de Estudos da História do Atlântico (CEHA) dinamiza uma mesa-redonda dedicada às memórias do Porto Santo.

No âmbito do projeto  Memórias das Gentes que fazem a História,  serão contadas histórias, mostradas fotografias, numa conversa  sobre a ilha do Porto Santo, parte fundamental da Região.

A mesa-redonda contará com a presença de José Júlio de Castro Fernandes, Bernardo Vasconcelos, Ana Teresa Klut, José Campinho, Lucília Gomes de Sousa e Rui Camacho.
Os convidados irão partilhar entre as 17 e as 18:30 horas as suas vivências e/ou passagens pela Ilha Dourada, sendo que o evento conta com  a participação  da Associação Xarabanda  e do seu trabalho de recolha do Património Imaterial.


O evento termina com brinde e na árvore da vida, uma evocação às memórias do Porto Santo.

Torneio de Golfe - 600 anos da Madeira SGF/ACIF
18 maio 2018 - 21 maio 2018
Local: Clube de Golfe do Santo da Serra, Madeira
Preço: Entrada gratuita

Este evento pretende promover os 600 anos da Descoberta da Madeira na modalidade de golfe.

Evento que pretende projetar a Madeira como destino preferencial para a prática do golfe, associando a um torneio da modalidade a imagem dos 600 Anos da Descoberta da Madeira e do Porto Santo. Porque será realizado em associação com várias entidades empresariais da Madeira e do resto do país, o evento pretende, também, dinamizar a economia local, incluindo, mas não só, os sectores associados ao golfe.

 

Público alvo: Empresários regionais e nacionais, associações empresariais, confederações empresariais, dirigentes sindicais, quadros bancários, organismos públicos.

Quarto Crescente - Encontro de jovens talentos
18 maio 2018 - 19 maio 2018
Local: Praça do Povo
Preço: Entrada gratuita

Evento composto por dois espetáculos com a atuação de um total de 10 grupos formados por jovens alunos de música.

Trata-se de um espetáculo que conta com a participação de um total de 10 grupos, formados por jovens alunos considerados talentos nas suas respetivas áreas musicais, desde a música erudita à música tradicional, passando pelo jazz e o pop-rock.

Pretende-se, desta forma, disponibilizar, ao público em geral, o acesso, gratuito, a diferentes géneros musicais, bem como dar a conhecer a qualidade da formação regional nos diferentes géneros musicais.
Foram convidados a participar o Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira , o Gabinete Coordenador de Educação Artística, o Estúdio 21 e o GIG – Escola de Artes. 

 

Programa:
Dia 18 de maio

 
21h00 – Orquestra de Sopros, CEPAM
21h30 – Formação da escola GIG
22h00 – Orquestra Académica, CEPAM
22h30 – Formação da escola GIG
23h00 – Orquestra de Jazz, CEPAM 
 
Dia 19 de maio

21h00 – Ensemble de Acordeões, DSEAM
21h30 – Formação da escola Estúdio 21
22h00 – Si Que Brade, DSEAM
22h30 – Formação da escola Estúdio 21
23h00 – Combo de Jazz, CEPAM

Herdeiros dos Capitães do Donatário
21 maio 2018 - 30 maio 2018
Local: Aeroporto da Madeira
Preço: Entrada gratuita

Exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão, Perestrelo e Zarco.

No âmbito do projeto Mercado Quinhentista, da Escola Básica e Secundária de Machico, apresenta-se uma exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e Gonçalves Zarco.

Pretende-se, deste modo, dar a conhecer quem foram os homens que lideraram o processo de povoamento destas ilhas atlânticas.

Reavivando e reforçando a ligação da comunidade ao seu património e ao seu passado, serve também esta iniciativa para assinalar e comemorar os 600 anos da Madeira.

 

Público-alvo:
Estudantes, residentes e turistas

Colóquio 'Autonomia e Evolução Estatutária'
28 maio 2018
Local: Assembleia Legislativa da Madeira
Preço: Entrada gratuita

Evento que pretende discutir, com a presença de académicos de referência em questões de Autonomia, a história da evolução do regime autonómico da Madeira, assim como os desafios que o mesmo ainda enfrenta no momento presente.

Dia Internacional dos Arquivos
8 junho 2018
Local: Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira (ABM)
Preço: Entrada gratuita

Para assinalar o Dia Internacional dos Arquivos, que se comemora no dia 9 de junho, o ABM realiza uma iniciativa, dividida em três diferentes momentos, homenageando deste modo a Ilha de Porto Santo.

Programa: 


1) Mostra documental e fotográfica “Documentos para a História do Porto Santo”.
Esta mostra está patente ao público de 8 de junho a 15 de agosto.
2) Conferência “Pozolana, PXO: entre terreno e arquivo”, pelo Prof. Doutor Jorge Freitas Branco, do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE).
3) Disponibilização online de documentação municipal do Porto Santo (atas de vereações e escrituras, 1706 a 1978 e livros de notas e escrituras diversas de 1890 a 1896 e de 1922 a 1965), num total de 49 livros.).

 

Outra informação relevante: ABM – Caminho dos Álamos, 35, Santo António – Funchal

 

Lançamento da emissão filatélica dos CTT sobre os 600 anos do Descobrimento da Ilha do Porto Santo
22 junho 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Hoje, quase seiscentos anos depois dos primeiros debates e certezas acerca do descobrimento da Madeira, não haverá dúvida de que a Madeira não foi terra descoberta pelos portugueses, mas apenas alvo de reconhecimento e ocupação.

Será esta tarefa menos nobre que uma viagem ao acaso, à procura do incerto e sem orientações para sulcar os oceanos ou desbravar o pretenso desconhecido?
Desde os anos oitenta do século XX que quisemos saber algo mais sobre este assunto e compilar toda a informação necessária. E hoje, ao fim de mais de trinta anos, partimos numa nova missão, a fim de aclarar mais algumas dúvidas.

 

Salão Nobre dos Antigos Paços do Concelho

15h30 – Lançamento de emissão filatélica dos CTT, sobre os 600 anos do Descobrimento da Ilha do Porto Santo

16H00 - Lançamento do livro: O (Re)Descobrimento/(Re)Conhecimento do Porto Santo e da Madeira, de Alberto Vieira

 

O selo postal é considerado o maior múltiplo de arte do mundo, a forma mais democrática de fazer chegar a arte a todos, em qualquer local onde se encontrem. Muitos milhões de pessoas, especialistas ou não, olham para os selos de uma forma crítica, analisando a interpretação do artista, a qualidade da impressão, a técnica utilizada, etc.

Quando alguém diz que está perante um «belo selo» exprime uma adjetivação complexa, pois para além do intimismo da relação afetiva primária entre o tema e o observador (que estará na origem da afirmação) está também a classificar, de forma inconsciente, a técnica de impressão e o traço do artista, a qualidade do papel e a sua gramagem, entre outros variadíssimos detalhes..

Embora a história dos selos de Portugal e do seu design pareça desmenti-lo (pelos nomes dos grandes pintores que os desenharam através dos tempos) , o certo é que grandes artistas, pintores e escultores, nem sempre dão grandes ilustradores de selos.

A redução extrema da escala de trabalho – que chega a ser de 60 para 1 quando se passa de uma tela para a dimensão de um selo – não é muitas vezes compatível com expressões formais artísticas densas.

É uma técnica muito especializada onde deve imperar uma contenção de traço e uma «limpeza» do aspeto que permita legibilidade e compreensão dos temas, por qualquer pessoa, num retângulo de apenas 30,6 mm x 40 mm.

Depois, agrava o grau de dificuldade na abordagem artística o facto de ser ainda necessário incorporar dentro do desenho original todos os grafismos obrigatórios: nome do país, casa impressora, valor da taxa, etc.

Desta forma, a escolha das imagens originais que permitiram imprimir nos selos comemorativos da “Descoberta da Ilha de Porto Santo” teve de ser muito acompanhada não só pelas autoridades regionais como pelos serviços de arte e design dos CTT, de forma a que o resultado final tenha sido o pretendido desde o briefing inicial. A responsabilidade desta tarefa é notável, já que os selos chegam a todo o mundo, e por todo o mundo vão dar testemunho (perfeito ou imperfeito) do acontecimento que evocam."

Inauguração da exposição : Chorão Ramalho e o Porto Santo
22 junho 2018 - 30 julho 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Esta intervenção visa um reconhecimento da herança patrimonial modernista, edificada na ilha do Porto Santo; reconhecer o seu trabalho no Porto Santo implica identificá-lo para preservá-lo e que nenhum elemento se perca ou seja (mais) danificado.

Esta iniciativa, que mais não serve de alerta para proteção da herança arquitetónica modernista, vem distinguir o que de excelente tem a Ilha do Porto Santo, a nível de património edificado.
Raul Chorão Ramalho (1914-2002), arquiteto português formado pela Escola de Belas-Artes do Porto, tem obra construída a partir de 1945, em Portugal Continental, Açores,  Macau e Brasil, Madeira... e Porto Santo.

 

Sala de Exposições Centro de Congressos – Sociedade de Desenvolvimento do Porto Santo: até 30 de julho.

16h50 - Inauguração da exposição: Chorão Ramalho e o Porto Santo

Sala de Exposições Centro de Congressos – Sociedade de Desenvolvimento do Porto Santo (22 junho a 30 de julho)

17h00 – Porto Santo de Honra

 

Chorão Ramalho e o Porto Santo

Esta intervenção visa um reconhecimento da herança patrimonial modernista, edificada na ilha do Porto Santo; reconhecer o seu trabalho no Porto Santo implica identificá-lo para preservá-lo e que nenhum elemento se perca ou seja (mais) danificado.

 

Espetáculo ecrã de água "600 anos do descobrimento da Madeira e do Porto Santo"
22 junho 2018
Local: Praça do Povo - Horas: 22:30
Preço: Entrada gratuita

No âmbito das iniciativas integradas na programação do Festival do Atlântico 2018, a Secretaria Regional do Turismo e Cultura promove o espetáculo “Ecrã de Água”, numa homenagem às comemorações dos 600 anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo. Trata-se de um espetáculo multimédia inédito na região, com recurso à projeção de imagens em “ecrã de água”, que pretende assim retratar alguns dos marcos e momentos históricos mais emblemáticos na História das ilhas da Madeira e do Porto Santo.

Fique a conhecer a linha histórica desta viagem temporal memorável:

 

Espetáculo ecrã de água "600 anos do descobrimento da Madeira e do Porto Santo"
29 junho 2018
Local: Praça do Povo - Horas: 22:30
Preço: Entrada gratuita

No âmbito das iniciativas integradas na programação do Festival do Atlântico 2018, a Secretaria Regional do Turismo e Cultura promove o espetáculo “Ecrã de Água”, numa homenagem às comemorações dos 600 anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e do Porto Santo. Trata-se de um espetáculo multimédia inédito na região, com recurso à projeção de imagens em “ecrã de água”, que pretende assim retratar alguns dos marcos e momentos históricos mais emblemáticos na História das ilhas da Madeira e do Porto Santo.

Fique a conhecer a linha histórica desta viagem temporal memorável:

 

Circuito Regional Canoas Tradicionais da Madeira
30 junho 2018 - 30 junho 2018
Local: Paul do Mar
Preço: Entrada gratuita

Inserido nas comemorações dos 600 anos do descobrimento da Madeira e do Porto Santo, terá lugar a primeira prova no Paul do Mar, do circuito regional de canoas tradicionais.

O Circuito Regional Canoas Tradicionais da Madeira é uma prova de canoas de pesca.

Herdeiros dos Capitães do Donatário
2 julho 2018 - 20 julho 2018
Local: Machico – Solar do Ribeirinho
Preço: Entrada gratuita

Exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão, Perestrelo e Zarco.

No âmbito do projeto Mercado Quinhentista, da Escola Básica e Secundária de Machico, apresenta-se uma exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e Gonçalves Zarco.

Pretende-se, deste modo, dar a conhecer quem foram os homens que lideraram o processo de povoamento destas ilhas atlânticas.

Reavivando e reforçando a ligação da comunidade ao seu património e ao seu passado, serve também esta iniciativa para assinalar e comemorar os 600 anos da Madeira.

 

Público-alvo:
Estudantes, residentes e turistas

Madeira a Cantar - São Vicente
14 julho 2018 - 14 julho 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura pelo grupo musical Galáxia

 

21h30 – Inicio da eliminatória

 

23h30 – Seleção do vencedor e entrega de troféus

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Circuito Regional Canoas
15 julho 2018 - 15 julho 2018
Local: Funchal
Preço: Entrada gratuita

O Circuito Regional de Canoas Tradicionais é uma iniciativa organizada pela Associação Regional de Canoagem e que recebe o apoio da Secretaria Regional do Turismo, que integrou a mesma no âmbito das Comemorações dos 600 Anos da Descoberta das ilhas da Madeira e do Porto Santo.

O evento inclui a realização de quatro regatas, nomeadamente no Paul do Mar (30 de Junho), Funchal (15 de Julho), Madalena do Mar (22 de Julho) e Porto Moniz (29 de Julho).


A baía do Funchal acolhe o Circuito Regional das Canoas Tradicionais Madeirenses, prova de canoas de pesca, inserido nas Comemorações 600 anos no dia 15 de julho.

Esta iniciativa desportiva conta com um percurso de 2,5 km, com início e fim em São Lázaro, com passagem pela praia da Barreirinha, na Zona Velha da cidade.

 

Circuito Regional de Canoas Tradicionais da Madeira
22 julho 2018 - 22 julho 2018
Local: Madalena do Mar
Preço: Entrada gratuita

O Circuito Regional de Canoas Tradicionais é uma iniciativa organizada pela Associação Regional de Canoagem e que recebe o apoio da Secretaria Regional do Turismo, que integrou a mesma no âmbito das Comemorações dos 600 Anos da Descoberta das ilhas da Madeira e do Porto Santo.

O evento inclui a realização de quatro regatas, nomeadamente no Paul do Mar (30 de Junho), Funchal (15 de Julho), Madalena do Mar (22 de Julho) e Porto Moniz (29 de Julho).

Será na praia da Madalena do Mar, no dia 22 de julho, que terá lugar a 3ª prova do circuito regional de canoas tradicionais.

Lançamento Banana Prata Madeira
23 julho 2018
Local: Funchal
Preço: Entrada gratuita

Escultura integra celebrações dos 600 anos do Descobrimento da Madeira.

Nini Andrade Silva, uma das mais prestigiadas designers de interiores do mundo, concebeu para a Bordallo Pinheiro a peça Banana Prata Madeira.

A escultura, limitada a 125 exemplares numerados, é a segunda peça da coleção WWB – WorldWideBordallianos e integra as comemorações dos 600 anos do Descobrimento do arquipélago da Madeira.

Depois do sucesso de Figo, da autoria de Paula Rego, a Bordallo Pinheiro apresenta Banana Prata Madeira, da autoria de Nini Andrade Silva, uma das mais prestigiadas designers de interiores do mundo que eleva um dos ícones mais reconhecidos da Madeira – o cacho de bananas – ao estatuto de arte, num encontro surpreendente com o universo naturalista da Bordallo Pinheiro. 

Banana Prata Madeira tem como grande fonte de inspiração a ilha Madeira, onde Nini Andrade Silva nasceu. 

2ª Corrida do Caminho de Ferro do Monte
28 julho 2018
Local: Funchal
Preço: Entrada gratuita

Prova destinada ao escalão de Juvenis, Juniores, Seniores e Veteranos, entre as 18 e as 21 horas.

Organizado pela AARAM, e tendo como ponto de partida o antigo Caminho do Comboio (Rua do Pombal), segue em frente, sempre a subir com meta instalada no Hotel do Terreiro da Luta, a corrida do Caminho de Ferro do Monte, que percorre o traçado da antiga ferrovia de via única que existiu no Funchal, numa extensão 3.911 metros e oferecendo três percursos com diferentes distâncias.

 

O percurso mais curto tem saída do Pombal e chegada na Levada de Santa Luzia, numa distância de mil metros, e que foi inaugurado a 16 de julho de 1893.

Já o segundo percurso, termina no 'Atalhinho', no Monte, em que os atletas percorrem 2.500 metros. Este troço foi inaugurado a 5 de agosto de 1894.

O percurso mais longo tem 3.911 metros e percorre toda a linha, terminando no Terreiro da Luta, cuja inauguração foi a 24 de julho de 1912.

Esta prova tem a particularidade de, na parte final, o terreno ser fora de estrada.

 

A primeira edição do evento, realizada no ano passado, contou com 155 participantes.

 

Faça parte desta corrida que marca a história do Funchal cosmopolita!

Circuito Regional de Canoas Tradicionais da Madeira
29 julho 2018 - 29 julho 2018
Local: Porto Moniz
Preço: Entrada gratuita

O Circuito Regional de Canoas Tradicionais é uma iniciativa organizada pela Associação Regional de Canoagem e que recebe o apoio da Secretaria Regional do Turismo, que integrou a mesma no âmbito das Comemorações dos 600 Anos da Descoberta das ilhas da Madeira e do Porto Santo.

O evento inclui a realização de quatro regatas, nomeadamente no Paul do Mar (30 de Junho), Funchal (15 de Julho), Madalena do Mar (22 de Julho) e Porto Moniz (29 de Julho).

A última prova do circuito regional de canoas tradicionais terá lugar na baía do Porto Moniz  no dia 29 de julho.

O Circuito Regional Canoas Tradicionais da Madeira é uma prova de canoas de pesca.

Madeira a Cantar - Porto Moniz
11 agosto 2018 - 11 agosto 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

“DANÇAS COM HISTÓRIA”
31 agosto 2018 - 31 agosto 2018
Local: Palácio de São Lourenço - Funchal - 18 horas
Preço: Entrada gratuita

Espetáculo de dança.

SÉCULO XV
O mundo chega à Madeira
 
Foi no século XV que o mundo chegou à Madeira. Primeiro, a Porto Santo. Depois, à grande Ilha da Madeira, que do muito arvoredo assim se chama (Camões, Os Lusíadas, canto V).
Foi a descoberta de um paraíso. Vieram em seguida as capitanias, as gentes, os produtos. E, mais do que paraíso, o arquipélago tornou-se um entreposto aberto no vasto mar de onde Portugal e a Madeira mais tarde partiram para o mundo.
Revisitaremos este século através dos sons, das danças e dos trajes que o fizeram.
“DANÇAS COM HISTÓRIA”
1 setembro 2018 - 1 setembro 2018
Local: Fortaleza do Pico - Funchal - 18 horas
Preço: Entrada gratuita

Espetáculo de dança.

SÉCULO XVII
Da Madeira para o mundo

 

Terra de chegada e terra de partida, assim foi a Madeira durante séculos. Sendo um paraíso exposto no oceano, deu também o arquipélago gentes suas ao mundo inteiro.

Colonizadores, aventureiros, comerciantes, gente simples e laboriosa daqui partiu. Mas gente sempre de garra e génio, como esse João Fernandes Vieira que num outro paraíso, o Brasil, impôs o pendão de Portugal e a honra dos madeirenses.
Revisitaremos este século através dos sons, das danças e dos trajes que o fizeram.

“DANÇAS COM HISTÓRIA”
2 setembro 2018 - 2 setembro 2018
Local: Fortaleza do São Tiago - Funchal - 18 horas
Preço: Entrada gratuita

Espetáculo de dança.

SÉCULO XVII
Da Madeira para o mundo

 

Terra de chegada e terra de partida, assim foi a Madeira durante séculos. Sendo um paraíso exposto no oceano, deu também o arquipélago gentes suas ao mundo inteiro.

Colonizadores, aventureiros, comerciantes, gente simples e laboriosa daqui partiu. Mas gente sempre de garra e génio, como esse João Fernandes Vieira que num outro paraíso, o Brasil, impôs o pendão de Portugal e a honra dos madeirenses.
Revisitaremos este século através dos sons, das danças e dos trajes que o fizeram.

“DANÇAS COM HISTÓRIA”
3 setembro 2018 - 3 setembro 2018
Local: Porto Santo - 21 horas
Preço: Entrada gratuita

Espetáculo de dança.

SÉCULO XV
O mundo chega à Madeira
 
Foi no século XV que o mundo chegou à Madeira. Primeiro, a Porto Santo. Depois, à grande Ilha da Madeira, que do muito arvoredo assim se chama (Camões, Os Lusíadas, canto V).
Foi a descoberta de um paraíso. Vieram em seguida as capitanias, as gentes, os produtos. E, mais do que paraíso, o arquipélago tornou-se um entreposto aberto no vasto mar de onde Portugal e a Madeira mais tarde partiram para o mundo.
Revisitaremos este século através dos sons, das danças e dos trajes que o fizeram.
“DANÇAS COM HISTÓRIA”
4 setembro 2018 - 4 setembro 2018
Local: Centro Cultural e de Congressos do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Seminário e formação, das 10:30 às 13 horas.

Um seminário e uma apresentação no Porto Santo (época do início da Descobertas – Séc XV) com 20 pessoas responsáveis pelo espetáculo e dinamização do seminário.
No começo era o mar. Distante, desconhecido, tenebroso. Povoado por monstros e por medos, local de lendas e de sonhos. 
Os sons e as danças do dealbar da nossa Expansão, desse início do século XV, o tempo em que Ceuta estava perto e o mar defronte era um caminho aberto para algures, repartido entre anseios e temores. Foi o tempo de Bartolomeu Dias e de Gil Eanes…
Estão em voga as Branles, de origem popular, que foram dançadas até meados do séc. XVI. Mas, este é o tempo da Basse Danse – lenta e cerimoniosa – dança da nobreza e considerada a rainha das danças.
Os mais importantes tratados de dança deste período são Basses Danses de la Cour de Bourgogne e os Manuscritos de Margarida de Áustria.
O Seminário será composto por uma parte teórica, mediante apresentação com imagens e conteúdos históricos, relativos às épocas apresentadas e uma parte prática – ensino/aprendizagem de uma dança de época, no total aproximado de 3.00 horas.

Tem como público-alvo animadores socioculturais, professores, agentes culturais e público em geral, não deverá exceder o número de 40 pessoas.
 

 

Inscreva-se aqui: dancascomhistoria@gmail.com

 

Herdeiros dos Capitães do Donatário
4 setembro 2018 - 21 dezembro 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Exposição sobre os primeiros Capitães do Donatário da Madeira, Tristão, Perestrelo e Zarco.

No âmbito do projeto Mercado Quinhentista, da Escola Básica e Secundária de Machico, apresenta-se uma exposição sobre os primeiros Capitães do donatário da Madeira, Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e Gonçalves Zarco.

Pretende-se, deste modo, dar a conhecer quem foram os homens que lideraram o processo de povoamento destas ilhas atlânticas.

Reavivando e reforçando a ligação da comunidade ao seu património e ao seu passado, serve também esta iniciativa para assinalar e comemorar os 600 anos da Madeira.

 

Público-alvo:
Estudantes, residentes e turistas

Madeira a Cantar - Santana
8 setembro 2018 - 8 setembro 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Torneio de Golfe Colombo - 600 Anos
15 setembro 2018
Local: Campo de Golfe do Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

Este Torneio de Golfe pretende reunir no Porto Santo praticantes e entusiastas da modalidade que, num ambiente de anda camaradagem, disputarão o troféu de melhor golfista do evento, que irá decorrer entre as 9 às 15 horas.

No contexto de um dos melhores campos de golfe da Europa, desenhado pelo histórico Severiano Ballesteros, este evento promete ser uma forma original de celebrar os 600 Anos da Descoberta da Madeira e do Porto Santo, afirmando a competitividade e as condições únicas que a Região dispõe para a prática de uma modalidade com milhões de seguidores em todo o mundo. 

Madeira a Cantar - Porto Santo
22 setembro 2018 - 22 setembro 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

II Encontro Internacional de Poesia: Porto Santo 2018
10 outubro 2018 - 12 outubro 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

De 10 a 12 de outubro decorre na Ilha de Porto Santo o II Encontro Internacional de Poesia que reúne nesta ilha cerca de duas dezenas de poetas de diferentes nacionalidades, onde se vai discutir a poesia e o seu papel numa nova globalização.

Festival de Órgão da Madeira - Funchal
19 outubro 2018
Local: Igreja S. João Evangelista (Colégio) - Funchal
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja S. João Evangelista (Colégio).

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.

Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.

Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.

Madeira a Cantar - Funchal este
20 outubro 2018 - 20 outubro 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Festival de Órgão da Madeira - Porto da Cruz
20 outubro 2018
Local: Igreja de N. S. de Guadalupe
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja de N. S. de Guadalupe

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
21 outubro 2018
Local: Sé Catedral
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Sé Catedral do Funchal.

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
21 outubro 2018
Local: Igreja de S. João Evangelista (Colégio).
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja de S. João Evangelista (Colégio).

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
22 outubro 2018
Local: Sé Catedral
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Sé Catedral do Funchal.

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
23 outubro 2018
Local: Igreja de S. Pedro
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja de S. Pedro

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
24 outubro 2018
Local: Igreja de S. Martinho
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja de S. Martinho.

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
25 outubro 2018
Local: Funchal Igreja e Recolhimento do Bom Jesus
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja e Recolhimento do Bom Jesus

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Ponta de Sol
26 outubro 2018
Local: Igreja de N. S. da Luz
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja Matriz de N. S. Luz.

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.

Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.

Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.

Madeira a Cantar - Santa Cruz
27 outubro 2018 - 27 outubro 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Festival de Órgão da Madeira - Porto Santo
27 outubro 2018
Local: Igreja Matriz N.ª S.ª Piedade
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja Matriz de N. S. Piedade

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.

 

Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.

Festival de Órgão da Madeira - Machico
27 outubro 2018
Local: Igreja de N. S. da Conceição
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja Matriz de N. S. da Conceição.

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Festival de Órgão da Madeira - Funchal
28 outubro 2018
Local: Igreja e Convento de Sta. Clara
Preço: Entrada gratuita

9º Festival de Órgão da Madeira – seis séculos de Música, na Igreja e Convento de Sta. Clara

Associando-se à celebração dos 600 anos da Madeira, o Festival de Órgão da Madeira apresentará uma programação que explorará a música do século XV ao século XXI. Desde a polifonia primitiva até à música contemporânea (sem esquecer a música e os músicos da Região), a programação do festival acompanhará as transformações do gosto musical europeu ao longo dos 600 anos de história da Madeira.
 
Estes espetáculos com entrada livre,realizar-se-ão em diversos espaços litúrgicos de referência, nomeadamente, a Sé Catedral, Igreja do Colégio, Igreja e Convento de Sta. Clara, Igreja de São Pedro, Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe (Porto da Cruz), Igreja de N. Senhora da Conceição (Machico) entre outros, entre os dias 19 e 28 de outubro.
 
Pela primeira vez o Festival de Órgão da Madeira irá incluir o Porto Santo na sua programação. O Festival chega ao Porto Santo a 27 de outubro de 2018, através da presença do organetto. Um instrumento em tudo igual aos órgãos exceto nas dimensões, o organetto, ou órgão portativo foi usado desde a Idade Média em procissões e outras ocasiões que implicavam mobilidade. A jovem organista Catalina Vicens protagonizará esta apresentação do órgão portativo, numa viagem musical que nos levará até à época em que a ilha foi descoberta.
Exposição de fotografia
1 novembro 2018 - 3 janeiro 2019
Local: Antigo edifício da Câmara Municipal de Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

No âmbito do Festival do Colombo, Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira (ABM), apresenta na ilha do Porto Santo uma exposição de fotografia com as imagens captadas pelo Padre Eduardo C. N. Pereira, autor da clássica obra As Ilhas de Zargo, aquando da sua passagem pela Ilha Dourada.

Esta exposição tem por objetivo dar a conhecer fotografias do Porto Santo captadas pelo Padre Eduardo, que fazem parte do seu acervo depositado no ABM, no período anterior à emergência da autonomia política e administrativa e às mudanças estruturais do último quartel do século XX, desde antes da década de 40 até os anos 70.
As fotografias, de âmbito etnográfico e sociológico, representam paisagens humanizadas e cenas do quotidiano e constituem documentos significativos para o conhecimento da história e da cultura do Porto Santo.
Esta exposição está patente até dia 3 de janeiro de 2019.

 

Paralelamente à exposição será apresentado o Catálogo da Exposição.

Ciclo de conferências no Porto Santo
2 novembro 2018 - 3 novembro 2018
Local: Porto Santo
Preço: Entrada gratuita

O Porto Santo prepara-se para assinalar, a 2 e 3 de Novembro, as celebrações dos 600 Anos numa perspectiva diferente, mas igualmente fundamental, através do arranque de um Ciclo de Conferências que irão analisar a temática da globalização e do papel que a Região desempenhou na expansão marítima portuguesa nos séculos XV e XVI.

Madeira a Cantar - Câmara de Lobos
10 novembro 2018 - 10 novembro 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Contributo da Expansão Portuguesa para a Economia Mundial
23 novembro 2018 - 24 novembro 2018
Local: Funchal
Preço: Entrada gratuita

O Congresso Internacional visa suscitar a reflexão e o debate nos dias 23 e 24 de novembro no Centro de Congressos do Casino da Madeira, cuja entrada é livre.

DA TEMPESTADE À GLOBALIZAÇÃO

Navegando dias à deriva, depois de uma violenta tempestade, eis que avistaram a pequena Ilha a que batizaram de Porto Santo quando João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira desembarcaram na praia de Machico, embora à luz da interpretação documental  não seja possível precisar uma data, talvez 1 de julho de 1419 ou mais seguro ainda em 1420, depois do descerro da praça de Ceuta, naquele pedaço de terra insular onde viveria mais tarde também Cristóvão Colombo que casou em 1479 com Filipa Moniz, filha de Bartolomeu Perestrelo, primeiro Capitão Donatário do Porto Santo.
Provavelmente este encontro entre mar e terra, entre o conhecido e o desconhecido, terá consistido num primeiro ensaio humano para a miscigenação entre civilizações, entre os povos. Provavelmente este terá sido o primeiro abraço do Homem ao planeta inteiro. Um punhado de gente de Portugal apostada em unir o mundo, em integrar interesses, em fomentar interdependências, em partilhar conhecimentos, em construir um mundo para além daquelas fronteiras delineadas ou conquistadas, enfim a primeira globalização, ou a primeira aldeia global ou ainda do contributo da expansão portuguesa para a economia mundial.

FRONTEIRAS E FRONTEIRAS DIGITAIS

As fronteiras impostas, conquistadas, delimitadas dos países, alicerçadas na proteção económica dos seus nacionais, na proteção das respetivas economias há muito deixaram de fazer sentido porque as mobilidades humanas, a transferência do saber e das tecnologias, ultrapassaram as próprias limitações territoriais dos países. As fronteiras são as próprias pessoas e o seu limite é o limite de cada pessoa.  O conceito da residência alargou-se e o centro de interesses de um individuo poderá ser ou não coincidente com o seu lugar de nascimento. 

A digitalização aliada à singularidade na globalização de pessoas, bens e serviços e dos interesses económicos e as diásporas não se configuram apenas às referências tradicionais da partilha, da pertença e do lugar, pela lógica holística de que nenhum Homem é apenas cidadão de uma só pátria. O saber e o ter não têm nacionalidade.   O Homem é sobretudo um habitante da Terra, sendo bem verdade que o seu sonho abrange todo o planeta, sem fronteiras e o acesso à tecnologia que privilegia os eu bem-estar e o coloca num instante em qualquer ponto do nosso imenso universo.

A ECONOMIA AO SERVIÇO DO HOMEM 

Do Banco di San Giorgio, fundando em Gênova em 1406. Do  Renascimento, da descoberta do Porto Santo,  desde as caravelas  de Flandres,  que se faziam ao mar já com um empréstimo que depois seria reembolsado no regresso até aos nossos dias, aos grandes projetos financeiros do seculo XX, à Cooperate Finance e mais recentemente à moeda virtual, aos “Bitcoins” e à “criptomoeda” são inimagináveis as transações, os produtos, os serviços, as moedas, as organizações que se constituíram e os instrumentos financeiros ao dispor dos países e das pessoas, parecendo por vezes que o mundo e respetivos ativos financeiros se regulam por uma só moeda. 

Madeira a Cantar - Calheta
24 novembro 2018 - 24 novembro 2018
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Concerto Max
29 novembro 2018 - 29 novembro 2018
Local: Concerto Max
Preço: Entrada gratuita

O Governo Regional da Madeira, através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, promove no Centro de Congressos dia 29 às 19h00, o espetáculo e lançamento do disco “ Saudades do Max”.

O evento que pretende recriar os anos de ouro das noites da Madeira, conta com atuação de Vânia Fernandes, Diana Duarte e Elisa Silva, que dão voz ao disco a ser lançado na noite do evento.

Moda Madeira
30 novembro 2018 - 1 dezembro 2018
Local: Madeira Tecnopolo - Funchal
Preço: Entrada gratuita

Evento organizado em parceria com a Associação de Jovens Empresários da Madeira e que tem por objectivo afirmar a importância do Bordado Madeira como produto diferenciado e de excelência, com raízes históricas, mas também com o potencial de contribuir para a Indústria da Moda contemporânea.

Além de desfiles de trabalhos de estilistas da Madeira, Portugal continental, Canárias, Cabo Verde e Açores, o evento inclui um concurso de jovens estilistas madeirenses. 

10 Aniversário Órgão Colégio 2018 - Lançamento CD
13 dezembro 2018 - 13 dezembro 2018
Local: Igreja do Colégio
Preço: Entrada gratuita

Concerto de lançamento do novo CD do organista Paulo Silva, gravado no âmbito do 10º aniversário do Órgão da Igreja do Colégio, dia 13 de dezembro, às 18h00, na Igreja do Colégio. Entrada livre

Madeira a Cantar - Ribeira Brava
9 fevereiro 2019 - 9 fevereiro 2019
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Madeira a Cantar - Funchal Oeste
23 fevereiro 2019 - 23 fevereiro 2019
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Madeira a Cantar - Machico
9 março 2019 - 9 março 2019
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Madeira a Cantar - Ponta do Sol
30 março 2019 - 30 março 2019
Local: Madeira
Preço: Entrada gratuita

1a. Edição do concurso de voz/ interpretação musical Madeira a Cantar, no âmbito das Comemorações dos 600 anos, a Secretaria Regional de Turismo e Cultura pretende incrementar e consolidar medidas que contribuam para reforçar a fruição cultural e a formação de públicos através de ações e eventos descentralizados, abrangentes e que percorram todos os concelhos da Região, incentivando os seus naturais e residentes à participação. O concurso decorre entre julho de 2018 e abril de 2019.

Concurso de voz / Interpretação musical
 

Trata-se de um concurso de voz/ interpretação musical, ao qual podem concorrer todos os residentes na Região Autónoma da Madeira, mediante uma inscrição prévia.

 

Os interessados deverão proceder à sua candidatura enviando a ficha de inscrição devidamente preenchida e acompanhada por um áudio, com a voz do candidato, a cantar um tema à sua escolha (não serão aceites originais).

 

De entre as candidaturas serão selecionados 10 concorrentes por eliminatória/concelho, os concorrentes selecionados deverão cantar ao vivo em playback instrumental, sendo que, no final do espetáculo será apurado um vencedor que irá representar o seu Concelho na Grande Final, que terá lugar a 27 abril de 2019.

 

Na Grande Final, que se realizará no Funchal, dos 12 concorrentes, que irão cantar com banda ao vivo, será a apurada a melhor voz da Região.

 

Programa das eliminatórias:

 

21h00 – Concerto de abertura com  Vasco Freitas e sua Banda, seguido de Marília Andrade (interpretação do hino "Madeira a Cantar") e apresentação do espetáculo

 

21h30 – Inicio da prestação dos concorrentes

 

23h00 - Atuação de Marília Andrade (período de deliberação do júri)

 

23h30 – Chamada ao palco dos concorrentes, com entrega de prémio de participação, seguido de divulgação do vencedor/a, com entrega de prémio (Troféu 600 Anos)

 

Encerramento da cerimónia com Vasco Freitas e sua banda.

 

Inscrições:

 

SÃO VICENTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 14 DE JUNHO DE 2018;

 

PORTO MONIZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 11 DE JULHO DE 2018;

 

SANTANA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 08 DE AGOSTO DE 2018;

 

PORTO SANTO – 23H59 DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2018;

 

FUNCHAL ESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2018;

 

SANTA CRUZ – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2018;

 

CÂMARA DE LOBOS – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 10 DE OUTUBRO DE 2018;

 

CALHETA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2018;

 

RIBEIRA BRAVA – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE JANEIRO DE 2019;

 

FUNCHAL OESTE – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 23 DE JANEIRO DE 2019;

 

MACHICO – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 09 DE FEVEREIRO DE 2019;

 

PONTA DO SOL – ATÉ ÀS 23H59 DO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 2019.

 

Prémios:

 

Serão entregues troféus a todos os participantes em todas as eliminatórias.

 

Os prémios para a Grande Final serão:

 

1º - 5.000,00 €

 

2º - 3.000,00 €

 

3º - 2.000,00 €

 

4º ao 11º - 500,00€

Final Madeira a Cantar
27 abril 2019
Local: Funchal
Preço: Entrada gratuita

Terá lugar no Funchal a grande final do concurso “Madeira a Cantar”, resultado do trabalho dos participantes provenientes dos diversos concelhos da Região.

Desde o dia 14 de julho de 2018 que as vozes da Região juntaram-se para comemorar os 600 anos do descobrimento da Madeira e do Porto Santo de forma melódica, onde irão brilhar esta noite e celebrar esta efeméride que marca uma era sem precedentes na história de Portugal.
Não percam esta oportunidade de testemunhar a grande final com os 12 concorrentes apurados dos diversos concelhos da RAM e deixe-se levar pelas vozes de mais este espetáculo da responsabilidade da Comissão para os 600 anos do descobrimento da Madeira e do Porto Santo.


Junte-se a nós!

 

Madeira a Cantar - Funchal Oeste
Madeira a Cantar - Machico
Madeira a Cantar - Ponta do Sol
Final Madeira a Cantar